Fier no Batavia Chess

    FIER VENCE O BLITZ E CHEGA EM QUARTO NO FECHADO

     Logo após as aventuras na terra natal – com o Floripa Chess, o Paranaense Absoluto e o Campeonato Brasileiro –, nosso intrépido e internacional Alexandr Fier já está de volta ao velho mundo. E, claro, de volta aos tabuleiros.

     

     

    E com direito a ser correspondente do site Chessbase – e considerando que, apesar dele já haver participado de alguns vídeos com o GM Leitão; compartilhado algumas análises para a “Partida do dia” conosco; e de manter um canal direto de comunicação com a nossa equipe de reportagem (através de informações e inesquecíveis opiniões sobre assuntos polêmicos), ele nunca escreveu uma matéria daquela para nós.

    Sim: estamos com uma certa “dor de cotovelo”. Então fica aí o convite em rede nacional para que o GM mais georgiano do Brasil também nos conceda um pouco seu dote cronista-literário.

    Nota de Rafael Leitão: De graça, naturalmente!

     

    Sim, agora o GM Fier arrumou mais dor de cabeça…

     

    Mas, voltando ao xadrez propriamente dito, o GM Fier participou, na liberal Amsterdam, de 23 de Fevereiro a 5 de Março, do IX Batavia Chess Tournament – evento fechado, disputado no famoso Cafe Batavia, e que contou com a seguinte lista de jogadores: GM Alexandr Fier (2581); GM Tal Baron (2544); GM Eric Lobron (2528); Koen Leenhouts (2487); MI Bobby Cheng (2453); Lucas van Foreest (2453); MF Thomas Beerdsen (2422); MI Mark Timmermans (2415); FM Hing Ting Lai 2392; e MF Barry Brink 2309.

     

    O simples fato do torneio ser disputado num Café/Bar parece ter despertado um excelente clima entre os jogadores

     

    Antes do torneio principal, nosso aventureiro GM venceu o blitz de maneira arrasadora. Após perder a primeira rodada e empatar a segunda, Fier venceu as 7 rodadas seguintes e, com 7,5 pontos, acabou com 1,0 ponto de vantagem em cima do segundo colocado – o MF local Thomas Beerdsen.

     

     

     

    Já evento principal, Fier, que era o número 1 da competição, acabou não jogando tão inspirado. Nas três primeiras rodadas, por exemplo, nosso GM venceu a primeira, empatou a segunda e perdeu a terceira. De toda forma, a vitória da primeira rodada foi contra o campeão do torneio, o MI australiano Booby Cheng – clique aqui e confira a partida analisada pelo GM Leitão.

     

    MI Bobby Cheng – vencedor do IX Batavia Chess

     

    Fier venceu mais duas partidas. Na quinta rodada, contra o holandês Koen Leenhouts – clique aqui e veja mais análises do GM Leitão – e na sétima, contra o GM israelense Tal Baron. Entretanto, a já citada derrota na terceira, e os cinco empates, acabaram deixando Fier fora da disputa pelo título e pelo pódio.  Ele terminou com 5,5 pontos e o quarto lugar. Lucas Van Foorest e o MF Thomas Beerdsen foram o segundo e terceiro lugar, respectivamente.

     

     

    Agora ficamos aguardando qual será a próxima aventura de Alexandr Fier – e que ela venha com vitória e texto para a Academia.

    Nota de Rafael Leitão: Eu já sei qual será uma delas. E inclusive irei acompanhá-lo nessa intrépida aventura. Mas a divulgação oficial fica para um próximo artigo…

     

    Escrito por Equipe Academia de Xadrez Rafael Leitão 09-03-2017

     

    FONTE:

    Site Oficial

    Chessbase

    4 Respostas a “Fier no Batavia Chess”

    • Jair Valim

      Ótima matéria

    • Jair Valim

      Brilhante em seus artigos, preciso em suas análises, Rafael Leitão e sua academia se consolida como o melhor blog de xadrez nacional!!!

      • Ivan Tadeu Couto Rojas

        Sim, vc tem razão. Ótimo site!

      • Rafael Leitão

        Muito obrigado pelas elogiosas palavras, Jair!

    Deixe seu comentário