Fischer x Najdorf

Pgn aqui.

3 Respostas a “Fischer x Najdorf”

  • Adaílton Chiaradia

    Certa feita Fischer estava dando uma simultânea contra uns 30 tabuleiros. Num deles, capturou a Dama do adversário e, claro, saiu para os demais jogos. O adversário começou a analisar a posição e recolocou a Dama no tabuleiro...e ficou mexendo pra cá, pra lá....e de repente ele viu que Fischer estava se aproximando de volta ao seu tabuleiro. Nervoso, não teve tempo sequer de retirar a Dama intrusa...e ficou aguardando o que aconteceria. Fischer chegou, deu uma rápida análise, fez seu lance e saiu, de novo...Ufa!! Parece que o sujeito escapou de boa!... Mas, uns 5 lances mais tarde, Fischer capturou, pela segunda a vez, a mesma Dama....e, antes de sair para os demais tabuleiros, rapidamente a colocou no bolso e partiu para liquidar os demais adversários...

  • Andre Araújo

    Quase 2800 de rating em 1972! Vendo isso e a virtual inexistência de softwares pra ajudar os jogadores da época, é que me parece que Fischer seria, em condições iguais de estudo e plena capacidade, superior até mesmo ao bicampeão mundial tri-modal, Carlsen.

    Mesmo assim, em minha opinião, o melhor da história é Morphy, visto que o próprio Fischer afirmara que Morphy venceria um match com todos os grão-mestres vigentes em sua época; e na época de Morphy, não só não haviam os softwares, mas a teoria de abertura e a quantia de livros eram ainda mais escassos, sendo que nem Capablanca e Alekhine haviam feito suas contribuições ao jogo até então.

    Por isso, se levando em conta só o talento natural, como Fischer parece ter avaliado Morphy, então concordo com Fischer e Morphy ainda não teve igual, sendo Capablanca o mais próximo.
    Agora, se levar em conta até mesmo o estudo, daí realmente não houve, até agora, enxadrista mais impressionante que Fischer.

    • Rafael Leitão

      Ótima colocação!

Deixe seu comentário