Como Utilizar Softwares de Análise de Xadrez

Como Utilizar as Engines

  A importância de se preparar bem com o computador é gigantesca para jogadores de torneio. Um estudo incorreto pode prejudicar enormemente o enxadrista, tornando-o “viciado” às ideias do computador, sem paciência para pensar sozinho, sem criatividade. Além do mais, grande parte dos enxadristas da novíssima geração sequer utilizam o tabuleiro: acham que analisar na tela do computador poupa tempo e é suficiente, especialmente para as análises de abertura.
O problema é que poupar tempo não costuma ser o caminho para a maestria no xadrez. O trabalho de análise independente, mesmo que demorado, é o que faz a diferença. O campeão mundial e grande patriarca do xadrez soviético, Mikhail Botvinnik, quando indagado sobre os rumos do xadrez com o crescimento da informática, refletiu com grande acerto que os computadores seriam uma ferramente de auxílio, mas o que continuaria fazendo a diferença seria o trabalho independente de análise.
Pois este trabalho independente é um dos pontos mais renegados pelos estudantes do jogo. Muitos dedicam suas horas de estudo para decorar linhas de abertura ou estudar passivamente as análises dos livros. Este método de estudo é totalmente incorreto. Para desenvolver-se no jogo é preciso questionar as análises, ter suas próprias ideias, confiança nas suas análises. Para tudo isso, os softwares de análise podem oferecer grande contribuição, se usados corretamente.

Passo a Passo

Obviamente, como em quase tudo na vida, há divergências sobre como utilizar esta ferramenta. Apresento ao leitor o método de trabalho que gosto de utilizar nos meus estudos – o mesmo que recomendo aos meus alunos – todas as vezes que pretendo investigar uma posição com maior cuidado:
I- Monte a posição crítica no tabuleiro e, ao mesmo tempo, coloque-a no computador;
II- Ligue o programa de análise, minimize a tela do ChessBase (para não ficar olhando o que ele sugere) e analise a posição por algum tempo (sugiro 15 minutos). Pode analisar mexendo as peças.
III- Passado esse tempo de análise individual, verifique as sugestões do computador. Em seguida, minimize a tela novamente e repita a análise individual, analisando as ideias da máquina.
IV- Repita o processo até obter uma análise satisfatória.
Esse minucioso trabalho de análise melhorará não só o seu conhecimento específico da posição estudada, mas – principalmente -, desenvolverá outros aspectos do seu jogo, como visão tática, avaliação das posições, criatividade etc.
Palestras Relevantes:

0 Respostas a “Como Utilizar Softwares de Análise de Xadrez”

  • José

    Excelente artigo, Rafael!Chama a atenção especialmente o originalidade com que abordaste o tema.Pelo menos no Brasil, nunca havia visto uma orientação tão prática, valiosa e sensata sobre o uso de computadores na formação e desenvolvimento de enxadristas, iniciantes ou experientes.Belíssima contribuição.

  • José

    Aliás, nunca havia visto orientação alguma!

  • Orlando Donato Rocha Filho

    Prezado GM Rafael LeitãoPrimeiramente, parabéns pelo artigo!Você já pensou em montar uma apostila, que sabe, até um livro sobre suas ideias e temas relevantes que poderiam fazer com que o enxadrista possa desenvolver uma raciocínio crítico em conjunto com as análise apresentadas pelo softwares, engines.

  • Orlando Donato Rocha Filho

    Em uma das partidas que joguei no QUEENALICE, eu segui um conselho teu que tinha lido na postagem anterior sobre análises por engines. A situação do tabuleiro indicava que eu deveria capturar um cavalo com um bispo e meu índice indicaria que eu ficaria levemente superior de pretas. Jogando uma siciliana najdorf. A análise tinha sido feita com base em pelo menos 20 minutos de máquina rodando, visto que, análises rápidas tende a fracassar. Mas o ponto é: com base no seu conselho, resolvi não aceitar a análise proposta, fiquei com o meu par de bispos e foi uma partida interessante. Eu errei menos na partida e terminei vencendo por uma falha do adversário. Acho interessantes artigos sobre análises com a máquina em conjuntos e nos ajudará bastante. Obrigado!

  • Val

    Gostaria muito de fundar um "clube de xadrez Rafael Leitão" aqui no Rio Grande do Sul. Meu e-mail é [email protected] aguardo sua resposta! abraço e fique com Deus

Deixe seu comentário