Como Anotar Uma Partida de Xadrez?

Já imaginou como seria difícil registrar e entender partidas históricas e estrangeiras sem o sistema de notação enxadrística que usamos hoje? Pois é, antigamente, quando esse método ainda não existia, grandes enxadristas do passado precisavam descrever passo a passo cada movimento no tabuleiro e era necessário muito tempo para interpretar e entender o que eles estavam dizendo. Foi o que aconteceu, por exemplo, com o mestre espanhol Ruy López, do século XVI, autor de um dos primeiros livros sobre xadrez do mundo.

Felizmente, as coisas foram evoluindo e hoje temos um sistema muito mais eficaz de entender e registrar cada jogada em uma partida de xadrez! Mas será que anotar suas partidas é tão fácil assim? Acreditamos que sim! E para provar isso, vamos mostrar hoje como funciona a notação enxadrística mais usada no mundo. Fique ligado e aprenda como anotar uma partida de xadrez!

 

Dois tipos de notação

Pouco depois do lançamento da obra de Ruy López, enxadristas do mundo todo começaram a pensar em formas mais ágeis de anotar e entender o registro de uma partida. Assim surgiram dois tipos diferentes de notação:

 

Notação descritiva

Nesse primeiro método, o tabuleiro de xadrez era dividido segundo a cor das peças e a posição inicial. Assim, cada coluna tinha o nome da peça que ocupava a primeira linha (por exemplo, QR para Queen Rook, ou a Torre do lado da Dama; e KR para King Rook, ou a Torre do lado do Rei) e as linhas eram numeradas de 1 a 8 na direção das peças adversárias, isto é, de baixo para cima.

O problema é que isso significava que cada casa tinha dois nomes: um para as peças brancas e um para as peças pretas — QR1 para as brancas, portanto, seria QR8 para as pretas.

 

Notação algébrica

Para descomplicar a notação descritiva, o enxadrista otomano Philippe Stamma criou, no início do século XVIII, o que chamamos hoje de notação algébrica. Nesse sistema, as casas do tabuleiro têm o mesmo nome para os dois jogadores: as colunas vão de “a” a “h” (em letra minúscula) da esquerda para a direita e as linhas de 1 a 8, ambos considerando as brancas na extremidade inferior do tabuleiro, ou seja, como se você estivesse jogando com as brancas.

Quanto ao nome das peças, usa-se a inicial de cada uma (em maiúscula), o que pode variar de idioma para idioma. R representa o Rei (em inglês, usa-se um K de King); D representa a Dama (ou Q de Queen); B representa os Bispos (o mesmo em inglês, para Bishop); C representa os Cavalos (em inglês N, para Knight, já que o K já é usado para o Rei) e T representa as Torres (ou R de Rook).

Os peões são identificados justamente pela ausência de letra maiúscula, e nos registros internacionais usa-se o símbolo de cada peça no lugar de sua inicial (como ♞ para Cavalo).

A notação algébrica facilitou tanto a vida dos enxadristas que, em 1971, a FIDE adotou-a como obrigatória em partidas oficiais, e hoje ela é a mais usada no mundo. Por causa disso, vamos continuar nossa explicação falando só da notação algébrica, ok?

 

Quero aprender a jogar xadrez! Conheça o passo a passo!

Minicurso Dominando os Fundamentos Básicos do Xadrez Banner

Subtipos de notação algébrica

A notação algébrica subdivide-se ainda em dois tipos. A primeira é a notação estendida, em que anota-se primeiro a casa em que a peça se encontrava antes do movimento e, depois, onde ela foi posicionada (por exemplo, b2-b4, o que significa que o peão que estava em b2 foi para b4). Já na notação resumida, só se registra a posição final da peça na jogada (no caso do exemplo anterior, só b4).

A notação algébrica resumida é a mais usada, e com alguma prática você vai ver que fica fácil “ler” uma partida de xadrez com velocidade. Afinal, como você sabe exatamente onde cada peça começou, é só acompanhar o caminho que elas vão traçando pelo tabuleiro!

 

Outros símbolos importantes

Além do movimento das peças, outros sinais podem ser usados para registrar o tipo de lance realizado pelo jogador. São eles:

  • + — Xeque;
  • ++ ou # — Xeque Mate;
  • X — captura;
  • +/= — as brancas estão em vantagem;
  • =/+ — as pretas estão em vantagem;
  • +/- —vantagem decisiva das brancas;
  • -/+ — vantagem decisiva das pretas;
  • =/= — jogo equilibrado;
  • ! — boa jogada;
  • !! — excelente jogada;
  • ? — jogada ruim;
  • ?? — jogada péssima;
  • !? — jogada interessante;
  • e ?! — jogada duvidosa.

 

Vale lembrar que, no final, 1-0 significa que as brancas ganharam, 0-1 é vitória para as pretas e ½-½ é empate.

Está vendo que não é tão difícil quanto parece? Pronto para registrar suas partidas de xadrez? Comente contando se ficou com alguma dúvida e baixe nosso e-book sobre noções básicas do xadrez para aprender cada vez mais!

 

 

14 Respostas a “Como Anotar Uma Partida de Xadrez?”

  • Geraldo J F

    Já pensei nisso e em várias coisas, como idioma, arte (música, por exemplo, com sua linguagem especial) que cada uma tem alguns princípios básicos para entendimento geral.
    No Xadrez, sem uma notação comum e de entendimento descomplicado, estaríamos sem a luz dos grandes jogadores do passado!
    O que já ocorreu antes dos registros... perdido (?!).
    A partir da notação, temos fonte de estudo, aprendizado e reflexões!
    Evoluindo, temos hoje essas opções apresentadas, que sem dúvida, facilitam tanto a escrita quanto a interpretação!
    Bom estar aqui.
    Sucesso, Rafael e Equipe!

  • Ferraro

    Faltou a notação numérica e a Forsyth...

  • Ferraro

    Faltaram as notações numérica e a Forsyth

    • Rafael Leitão

      A única anotação oficial é a algébrica, portanto esta é a que deve ser estudada com o propósito de anotar uma partida de torneio. Abraço!

      • Jhon silva

        duas vzs que joguei com meus colegas fiz a notacao algebrica ao reprodruzir a partida vi que durante alguns lances o rei do meu adversario ficou em xeque e nao percebemos ai dei empate nessa partida o bom da notacao algebrica que a gente percebe os erros depois ai dei empate pois nao seria justo continuar ja que no meio do jogo teve lance irregular anotado se voltasse ia ser complicado mexer depois

  • Carlos americano

    Rafael parabéns mais uma vez, tema muito interessante, sempre tenho duvida na hora de anotar en-passant.
    e quando duas peças caem no mesmo lugar. obrigado.

  • Eurico

    O que significa #1/2 ?

  • Jhon silva

    ola rafael leitao beleza.? tenh duvidas no xadrez vc tem email poderia te mandar minhas perguntas la ? passa seu email

  • Vladislavs Dracvlea

    Está faltando a anotação do roque castling alguma coisa que é O-O para o menor e O-O-O para o maior, ou algo assim, não sei direito se é a letra "O", ou o número "0" (zero).

  • Eduardo

    Gostaria de saber se num torneio no Brasil, posso anotar os lances com notação algébrica em qualquer idioma ou devo usar apenas o português? ou posso usar qualquer lingua , como por exemplo anotar em inglês , russo, chinês....

    • Rafael Leitão

      Pode usar a anotação algébrica em qualquer idioma...

  • Jesse

    Quando iniciei meus estudos no xadrez, obtive livros que ensinavam P4R em vez de e4 e isso complicava muito, pq era a mesma coisa para as pretas. Mas hj em dia leio uma partida com mais tranquilidade!

    • Rafael Leitão

      Anotação algébrica é bem melhor, realmente.

  • Daniel

    Como os jogadores de "elite" anotam enquanto jogam ?

Deixe seu comentário