10 Curiosidades Sobre as Olimpíadas de Xadrez

    10 Curiosidades Sobre as Olimpíadas de Xadrez

    1- Primeira Edição

    C:UsersUserDesktopiran-women-s-team.jpg

    Olimpíada de Xadrez: um show de etnias, equipe feminina do Irã em Baku 2016

     

    A primeira edição da Olimpíada de Xadrez aconteceu em Londres, no ano de 1927. O torneio contou com a participação de 16 equipes e foi realizado no sistema todos contra todos em 15 rodadas. A medalha de ouro ficou com a seleção da Hungria. A prata foi para a Dinamarca e o bronze para a Inglaterra.

    Já o torneio feminino foi realizado pela primeira vez em 1957, na cidade de Emmen, na Holanda. A competição foi realizada com 21 equipes. A União Soviética conquistou o ouro, Romênia e Alemanha Oriental completaram o pódio.

     

    2- Número de Edições

     

    C:UsersUserDesktopfischer x tal.jpg

    Bobby Fischer disputou as Olimpíadas de 1960, 1962, 1966 e 1970, com 40 vitórias, 18 empates e 7 derrotas

     

    A Olimpíada de Batumi 2018 é a 43ª da história. As primeiras edições aconteceram anualmente ou, no máximo, com um ano de intervalo.  Contudo, em virtude da II Guerra Mundial, as Olimpíadas de Xadrez não foram realizadas na década de 1940. A partir de então, o evento passou a ser realizado nos anos pares. O evento feminino está na 28ª edição.

     

    3- Vencedores no Absoluto

    No torneio absoluto, até a Olimpíada de Baku 2016, 22 países subiram no pódio ao longo da história. Deste número, dez países conquistaram a medalha de ouro em pelo menos uma ocasião: China, Alemanha, Polônia, Ucrânia, Armênia, Hungria, Rússia, Estados Unidos e as extintas Iugoslávia e União Soviética.

     

    4- Vencedoras no Feminino

    No torneio feminino, até a Olimpíada de Baku 2016, 17 países subiram no pódio. União Soviética, China, Geórgia, Rússia, Hungria, Ucrânia e Israel são as sete equipes vencedoras ao longo da história.

     

    5- União Soviética

    C:UsersUserDesktopk k 1988.jpg

    Kasparov x Seirawan, sob a supervisão de Karpov. Olimpíada de Thessaloniki 1988, penúltima aparição da U.R.S.S.

     

    Não há como falar de Olimpíada de Xadrez sem mencionar as equipes da extinta União Soviética. Os Grandes Mestres soviéticos conquistaram o ouro 18 vezes. Além disso, as enxadristas soviéticas ganharam o torneio feminino em 11 edições.

    Ou seja, mesmo sendo dissolvida em 1991, a União Soviética segue como a grande vencedora das Olimpíadas de Xadrez. Vale ressaltar que após a dissolução, o mundo do xadrez passou a ter novas potências como: Rússia, Armênia, Ucrânia e Geórgia.

     

    6- Destaque Sul-Americano

     

    C:UsersUserDesktoppanno-najdorf-img978.jpg

    Panno x Najdorf, dois dos maiores nomes do xadrez argentino

    Menção honrosa aos enxadristas argentinos, único país sul-americano a subir no pódio olímpico em toda a história. E isso aconteceu mais de uma vez, a Argentina conquistou a medalha de prata em 1950, 1952 e 1954 e a medalha de bronze em 1958 e 1962.

     

    7- Olimpíadas de Xadrez na América

     

    C:UsersUserDesktopfischer x fidel.jpg

    Fischer e Fidel Castro na Olimpíada de Havana 1966

    Das 43 edições, em apenas três a Olimpíada de Xadrez foi realizada na América. A dramática Olimpíada de 1939 foi realizada em Buenos Aires, na Argentina. O evento voltou para a capital argentina em 1978. Antes disso, em 1966, a Olimpíada foi realizada em Havana, a capital cubana.

     

    8- Maiores Edições

    Com 184 equipes, a Olimpíada de Batumi, na Geórgia, é a maior da história. O evento ganhou força com o passar das décadas. A edição de 1927 contou com apenas 16 equipes. Após três décadas, em 1964, o evento superou a barreira de 50 equipes e em 1986 mais de 100 países integraram a competição.

     

    9- Participações Brasileiras

     

    C:UsersUserDesktopLeitao-Delgado.jpg

    Brasil x Cuba, Olimpíada de Turin 2006. Rafael Leitão 1×0 Neuris Delgado

    O Brasil esteve presente em 27 das 43 edições. A primeira participação foi na Olimpíada de Buenos Aires 1939, quando terminou na 14ª colocação entre os 27 participantes. Já no torneio feminino, o Brasil participou de 23 das 28 edições. A última ausência brasileira em uma Olimpíada de Xadrez aconteceu em 1976. Nessa edição o país não teve representantes no absoluto e também no feminino.

     

    10 – Quadro de Medalhas  

    Obs: Sem levar em conta o resultado da Olimpíada de Batumi.

     

    Absoluto

     

    PaísOuroPrataBronzeTotal
    1União Soviética181019
    2Estados Unidos65819
    3Rússia63211
    4Hungria37212
    5Armênia3036
    6Ucrânia2237
    7Iugoslávia16613
    8Polônia1236
    9Alemanha1135
    10China1102
    11Inglaterra0336
    12Argentina0325
    13Tchecoslováquia0213
    14Suécia0112
    15Holanda0112
    16Israel0112
    17Dinamarca0101
    18Bósnia e Herzegovina0101
    19Uzbequistão0101
    20Estônia0011
    21Bulgária0011
    22Índia0011
    Feminino
    PaísOuroPrataBronzeTotal
    1União Soviética112013
    2China54413
    3Geórgia4127
    4Rússia3339
    5Hungria2529
    6Ucrânia1236
    7Israel1001
    8Romênia0527
    9Polônia0123
    10Estados Unidos0112
    11Iugoslávia0112
    12Bulgária0112
    13Inglaterra0101
    14Alemanha Oriental0033
    15Alemanha 0011
    16Espanha0011
    17Tchecoslováquia0011

     

    Qual é a maior potência do xadrez na atualidade? Deixe sua opinião nos comentários.

    Gostou do artigo? Então compartilhe nas redes sociais.

    No comments

    Deixe seu comentário

      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]