Olimpíadas de Batumi: Rodadas Iniciais

Olimpíadas de Batumi: Rodadas Iniciais

Olimpíadas de Batumi: Rodadas Iniciais

 

Primeiras Impressões

Já se passaram cinco rodadas da Olimpíada de Batumi, na Geórgia. Os primeiros confrontos colocam frente a frente equipes consideradas favoritas contra adversários de países com menor tradição no xadrez. Por essa razão, salvo raras exceções, os resultados das três primeiras rodadas são previsíveis.

Contudo, a quarta e a quinta rodada reservaram grandes confrontos. No torneio absoluto, quatro equipes lideram com cinco vitórias: Azerbaijão, República Tcheca, Polônia e Ucrânia. Surpreende a ausência entre os líderes das equipes dos Estados Unidos, China e Rússia.

Em um match eletrizante pela quarta rodada, os russos caíram diante da Polônia por 2.5 x 1.5. Destaque a derrota do ex-campeão mundial, Vladimir Kramnik (2779), para o Grande Mestre polaco, Jacek Tomczak (2614). Também chamou a atenção o fracasso do GM russo Dmitry Jakovenko (2747) para Kamil Dragun (2568).

 

C:UsersUserDesktopkramnik.jpg

Kramnik representa a frustração russa

 

Na quinta rodada, os chineses foram derrotados pela equipe da República Tcheca por 3×1. Jiri Stocek (2574) colocou Wei Yi (2742) entre as cordas, enquanto, Yu Yangyi (2765) perdeu para Viktor Laznicka (2662). Já os Estados Unidos ficaram no 2×2 contra Israel.

De todo modo, o desafiante ao título mundial, Fabiano Caruana (2827), está em grande fase. No match Estados Unidos 2.5 x 1.5 Índia, pela quarta rodada, Caruana venceu o ex-campeão mundial, Viswanathan Anand (2771), em apenas 26 lances. Na rodada seguinte, a vítima foi Boris Gelfand (2703).

 

C:UsersUserDesktopindia x eua.jpg

Índia x Estados Unidos, Caruana em grande fase!

 

Atuação Brasileira

Já a equipe brasileira teve altos e baixos no início da competição. Após vitórias tranquilas contra Malawi e Andorra, ambas por 4×0, o Brasil caiu diante da poderosa Inglaterra por 2.5 x 1.5 e para a Geórgia por 3×1. Ainda teve um amargo 2×2 com a Venezuela. De todo modo, é só o começo e a equipe brasileira tem totais possibilidades de recuperação.

 

C:UsersUserDesktopbrasil.jpg

Equipe brasileira tem totais possibilidades de recuperação

 

Vale ressaltar que, apesar da derrota, a atuação brasileira contra a Inglaterra foi sensacional. Rafael Leitão empatou com o lendário Michael Adams (2712), Alexandr Fier segurou Luke McShane (2672) e Luis Paulo Supi perdeu para David Howell (2689).

 

C:UsersUserDesktopbrasil x venezuela.jpg

 

Contudo, o gostinho de quero mais ficou por conta da possibilidade do Brasil ter empatado o match. Krikor Mekhitarian esteve muito próximo da vitória contra Jones Gawain (2677), mas, infelizmente, o enxadrista inglês conseguiu segurar o empate após 117 lances.

A tabela a seguir demonstra o desempenho da equipe brasileira nas 5 primeiras rodadas:

 

Nome Elo 1 2 3 4 5 Pts. Jogos Elo médio
GM Leitao Rafael 2620 x 1 ½ ½ ½ 2,5 4 2614
GM Fier Alexandr 2558 1 1 ½ ½ 0 3,0 5 2434
GM Supi Luis Paulo 2548 + 1 0 x ½ 2,5 4 2527
GM Mekhitarian Krikor Sevag 2543 1 x ½ 0 x 1,5 3 2392
GM El Debs Felipe de Cresce 2542 1 1 x 1 0 3,0 4 2244

 

Destaques Sul-Americanos

O Chile tem a melhor atuação até o momento com três vitórias, um empate e uma derrota. Argentina, Peru, Colômbia, Paraguai, Uruguai e Equador estão no grupo de equipes com três vitórias e duas derrotas. Entre os argentinos, destaca-se a vitória de Diego Flores (2621) contra o ucraniano Pavel Eljanov (2703). Outro feito histórico foi a vitória do Grande Mestre peruano Jorge Cori (2664), contra o prodígio chinês Wei Yi (2742).

 

C:UsersUserDesktopvisao geral.jpg

Visão geral do local de jogos

 

Feminino

A grande surpresa do torneio feminino aconteceu já na segunda rodada, quando a surpreendente equipe do Uzbequistão superou a Rússia, pré-ranqueada número 1, por 2.5 x 1.5. Veja como foi esse match histórico, atenção para a diferença de rating entre as jogadoras:

 

Uzbekistan (UZB) X Russia (RUS)
WGM  

Tokhirjonova, Gulrukhbegim
2369 ½ X ½  

GM
Kosteniuk Alexandra 2559
WGM  

Kurbonboeva, Sarvinoz
2202 ½ X ½  

GM
Goryachkina Aleksandra 2535
WIM  

Gevorgyan, Irina
2265 ½ X ½  

GM
Gunina, Valentina 2528
WIM  

Nadirjanova, Nodira
2167 1 X 0  

WGM
Pogonina, Natalija 2469

Após cinco rodadas, a equipe dos Estados Unidos é a única com 100% de aproveitamento. China, Ucrânia, Geórgia 1, Armênia, Índia e Geórgia 2 vêm logo na sequência com quatro vitórias e um empate.

Meninas do Brasil

Nas rodadas iniciais a equipe feminina brasileira ficou um pouco aquém das expectativas. Na primeira rodada, vitória por 3×1 contra Taiwan. Logo após, um amargo empate com a Coréia do Sul, seguido por uma triste derrota por 3.5 x 0.5 contra a terceira equipe da Geórgia. A recuperação veio com uma vitória por 2.5 x 1.5 contra a Macedônia, mas o Brasil sofreu uma nova derrota na quinta rodada, 4×0 para a Espanha. Que a sorte acompanhe a equipe brasileira nas próximas rodadas.

 

Nome Elo 1 2 3 4 5 Pts. Jogos Elo médio
FM Terao Juliana Sayumi 2255 1 1 0 1 0 3,0 5 2074
WFM Alboredo Julia 2174 1 ½ ½ ½ 0 2,5 5 1945
WIM Librelato Kathie Goulart 2110 0 x 0 1 0 1,0 4 1897
Rothebarth Ana 2063 1 ½ 0 x 0 1,5 4 1843
WFM Chang Suzana 2037 x 0 x 0 x 0,0 2 1880

 

* Nota da redação: Hoje, 30 de setembro, aconteceu sexta rodada, mas ela será tema do próximo post.

 

O que mais lhe chamou atenção nas rodadas iniciais da Olimpíada de Batumi? Deixe sua opinião nos comentários.

Todos os resultados no chess-results.

Imagens: Site Oficial

Gostou do artigo? Então compartilhe nas redes sociais.

No Comments

Post a Reply