Enxadrista de 95 Anos Vence Torneio Com Três Titulados em Buenos Aires

Enxadrista de 95 Anos Vence Torneio Com Três Titulados em Buenos Aires

Enxadrista de 95 Anos Vence Torneio Com Três Titulados em Buenos Aires

Imagine o mundo em 1923: José Raúl Capablanca era campeão mundial, as Olimpíadas de Xadrez nem tinham sido inventadas, o mundo sofria as consequências da Primeira Guerra Mundial, Lênin estava no controle da recém-criada União Soviética e Artur Bernardes era o presidente do Brasil.

Essa viagem no tempo está relacionada ao ano de nascimento de Horacio Amil Meilán. O argentino é um dos enxadristas em atividade mais longevos do mundo. No dia 24 de agosto de 2018, aos 95 anos, Meilán venceu um torneio de rápidas no Clube Argentino de Xadrez, em Buenos Aires.

 

Campeão aos 95

C:UsersUserDesktopAmilMeilan.jpg        

O torneio foi disputado em sete rodadas no ritmo de 12 minutos com 3 segundos de incremento por lance. Se você pensa que o nível técnico era baixo, não se engane! Horacio Amil Meilán conquistou o título na frente dos Mestres Internacionais Hernan Filgueira e Llanos Guillermo, além do Mestre FIDE Alfredo Roca. Ao todo, 33 enxadristas participaram da competição.

 

Carreira

O rating FIDE atual de Meilán é 1.905 pontos. Em termos de rating, seu auge foi alcançado em julho de 1988, quando totalizou 2.290 pontos. De acordo com o enxadrista, a partida mais marcante de sua carreira foi o empate com Paul Keres, além da derrota para Bobby Fischer.

Sócio desde 1954, Horacio vai ao Clube Argentino toda semana para jogar partidas rápidas. Contudo, isso não significa que o enxadrista não disputa mais torneios no ritmo clássico. Em abril de 2017, Meilán disputou o Torneio Internacional de Mar del Plata.

 

Lembranças

Em entrevista para uma rádio argentina, Horacio revelou ter uma pequena lembrança do match Capablanca x Alekhine disputado em Buenos Aires – 1927, quando tinha apenas 4 anos: “Eu lembro que meu pai e alguns amigos, animados pelo mundial, compraram um jogo de xadrez de chocolate e jogavam entre si, então esse foi meu primeiro contato com o cavalo”, contou Horacio aos risos.

Mais tarde, Horacio aprendeu a jogar xadrez com seu pai e, com a cartilha de Roberto Grau, seguiu as partidas do Torneio de AVRO de 1938. No entanto, o fato mais marcante para o enxadrista foi a Olimpíada de Xadrez de 1939, realizada em Buenos Aires.

C:UsersUserDesktophoracio.jpg

“Eu fui duas vezes ao local de jogos com meus amigos e irmãos, eu vi Capablanca, Alekhine, Keres, todos os Grandes Mestres que ali estavam, mas o que mais me impressionou foi encontrar Sonja Graf falando palavras impronunciáveis porque tinha perdido para a campeã chilena Berna Carrasco”.

Nota da Redação: Em paralelo à Olimpíada de Xadrez de 1939, disputou-se o Campeonato Mundial Feminino. Vera Menchik foi a campeã ao somar 18 pontos em 19 rodadas, seguida por Sonja Graf com 16 pontos. Berna Carrasco terminou na terceira posição com 15,5. O mundial feminino daquele ano teve a participação de 20 enxadristas.

Entre todos os grandes enxadristas que conheceu, Paul Keres é o preferido de Horacio Amil Meilán. “Keres, o campeão sem coroa, chamava a atenção por seu jogo, por sua simplicidade, era uma grande pessoa”, afirmou o argentino.

 

Horacio Amil Meilán é um campeão da vida. Existe um segredo para a longevidade no xadrez? Deixe sua opinião nos comentários.

Gostou do artigo? Então compartilhe nas redes sociais.

Comments ( 5 )

  • Jaime Stone

    Meus parabéns ao veterano lutador Horácio, isso demostra que na vida a luta e os sonho continuam independente da idade ou da experiencia. Felicitaciones Che !!

  • Yan de Assis Ricardo da Silva

    Poxa vida esse fato é um verdadeiro acontecimento e até hoje ainda não vi estímulo maior que esse para o jogador de qualquer idade, uma dessas pessoas raras que ainda seguem vivas pra contar e mostram que ainda estão rolando os dados…Meus parabéns
    …Muito encorajador.

  • Herminio Silva Jr

    Parabéns ao Horacio Amil Meilán pelo feito e ao GM Rafael Leitão pelo post.

  • Valdemir ribeiro albuquerque

    Fico muito feliz em ver uma conquista como essa do senhor Horacio Amil Meilán. O que faz pensar que ainda tenho chance de chegar lá.

  • Jose Jorge de Carvalho

    Parabéns! Gostei muito dessa postagem. É admirável que o sr. Horácio aos 95 anos tenha essa capacidade para os cálculos, estratégias defensivas, visão combinatória e lances candidatos!! Essa história real me motivou a continuar e quem sabe até aos 100 possa vencer um torneio importante! rsrsrsrs.

Post a Reply