Carlsen x Karjakin – 5ª Partida

Não foi dessa vez que o marcador foi alterado. Mas foi quase. E desta vez, quem diria, foi justamente Karjakin quem quase abriu o placar.

E parece que todos os telespectadores já estão se acostumando com a ideia de que o match não irá apresentar partidas “espetaculares” do ponto de vista agressivo, tático, etc – ao menos agora, terminando a primeira metade do encontro. Ambos os jogadores possuem na essência dos seus estilos o apreço pelos pequenos detalhes, pelas sutilezas das posições – poderíamos até mesmo dizer, ao menos sobre Carlsen, das filigranas da posição. E, aparentemente, o título será decidido aí: nos detalhes.

Contudo, a outra constante que vai acompanhando o match são as investidas de Carlsen e a defesa de Karjakin. E aí é que mora o perigo: Karjakin parece ir colocando “as manguinhas de fora”.

 

hcarka_52

 

Na partida tivemos a primeira, pequena, mudança: Carlsen escolheu a, de volta à moda, Abertura Italiana (ou “Gioco Piano”, para os íntimos) e, assim, fugiu de mais uma Ruy Lopez – Berlinesa ou não. Contudo, a mudança da abertura não foi suficiente para mudar o tipo de posições em que ambos estão jogando até agora. De toda forma, apesar da posição igual após a abertura, é preciso ater-se ao fato que, ao seu modo, Carlsen buscou algum desequilíbrio. 14.Bxf7 e 18.Ce5 demostram isso. Entretanto, talvez pela primeira vez no match, Karjakin conseguiu vantagem.

 

carka_53

 

Tanto é que Karjakin, fiel ao que parece ser sua estratégia no match, preferiu recuar e, mais uma vez, aguardar os acontecimentos. Carlsen então tentou forçar e quase acabou entrando em complicações onde, se Karjakin, após sacrificar muito bem um peão, houvesse jogado 43…Th8 ao invés de 43…Bd5, a posição do norueguês seria de difícil defesa (clique aqui e confira as análises do GM Rafael Leitão para a partida). Ou então veja o vídeo:

 


No final das contas, desta vez, quem escapou foi Carlsen que, na coletiva de impressa, apareceu nitidamente chateado e impaciente. Mais que isso. Podemos dizer que sua atitude foi, no mínimo, grosseira: cheia de caras e bocas, dando respostas curtas e desinteressadas, acabou passando longe da postura que se espera de um jogador – pois maior que seja o pesar de não haver ganhado, ou de quase ter perdido, é preciso considerar a impressão que tais atitudes causam em todos ali. E nem vamos falar do desrespeito com o próprio adversário, já que Karjakin era só sorriso – ao que parece aquela sua declaração antes do match, de quem sentiria a pressão para vencer seria Carlsen, parece ter sido certeira.

 

carka_54

 

 

Ainda continua a dúvida:

 

“água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”

ou

“quem não faz, leva”?

 

Siga nosso canal no Youtube!

 

FONTES

Site Oficial

Chess24

Chessbase

 

Escrito por Equipe Academia de Xadrez Rafael Leitão 18-11-2016

One Reply to “Carlsen x Karjakin – 5ª Partida”

  • José Carvalho

    http://acervo.oglobo.globo.com/em-destaque/na-luta-do-seculo-em-1974-muhammad-ali-cassius-clay-venceu-george-foreman-14404806
    Carlsen ainda é o favorito.
    Karjakin não é Cassius Clay, porém ...

Deixe seu comentário