5 Dicas Para Não Boicotar Seu Treino de Xadrez

Dicas de Xadrez

Você quer aprender a jogar xadrez cada vez mais, treina, olha partidas, resolve exercícios, acompanha torneios, joga online, analisa com o computador, mas não melhora seus resultados. Isso acontece porque só a vontade de evoluir no xadrez não é suficiente se você não souber exatamente como treinar.

Além da dedicação, a organização também é palavra-chave nesse processo. Não é só o que você estuda que vai auxiliar no desenvolvimento do seu jogo. Como você estuda também é essencial nessa trajetória.

Pensando nisso, selecionamos 5 dicas de xadrez que mostrarão as armadilhas que prejudicam a forma como você conduz seus treinamentos. Continue lendo e descubra quais são!

 

1- Siga uma Programação de Treinamento de Xadrez

Manter um treinamento organizado e constante é vital para a evolução do seu xadrez. Estabeleça uma rotina de estudos, reserve um determinado horário do seu dia exclusivamente para treinar. Caso não seja possível realizar essa tarefa todos os dias, escolha os mesmos dias da semana para seus estudos, de preferência no mesmo horário.

Manter uma rotina vai ajudar seu cérebro a identificar que naquele dia e naquele horário você vai estudar xadrez e, com isso, ele estará preparado para absorver melhor e mais rapidamente as informações enviadas.

Mas não é só! Seguir uma programação de treinamento de xadrez, além da disciplina, exige organização.

Divida o seu horário de estudo para que cada fase do jogo seja treinada e monte um cronograma. Na aula Como Montar uma Programação de Treinamento de Xadrez o GM Rafael Leitão dá dicas de como fazer isso, de acordo com o nível do seu jogo.

 

2- Não Estude Apenas Aberturas

Definida a sua programação de treinamento de xadrez, é hora de saber como otimizar o estudo de cada fase do jogo.

No caso das aberturas, comumente os enxadristas terminam por dedicar mais tempo a elas do que o necessário. No entanto, ao contrário do que muitos pensam, a maioria das partidas não é perdida em seus momentos iniciais, mas sim nas imprecisões no meio-jogo, tanto no cálculo quanto na estratégia. Portanto, se o seu tempo for escasso, prefira treinar sua tomada de decisão a estudar excessivamente aberturas.

Contudo, não estudar apenas aberturas não significa que você não deva dedicar um tempo para seu aprimoramento. E para fazê-lo do jeito certo, tenha sempre em mente que quando estudamos aberturas o mais importante é entender as ideias do sistema que estamos aprendendo, exercitando a tomada de decisão em posições típicas e selecionando posições críticas para análises futuras.

Para começar esse longo trabalho, sugerimos a leitura do nosso E-Book Gratuito Montando um Repertório de Aberturas de Xadrez.

 

 

3- Não Jogue Excessivamente na Internet

Atire a primeira pedra quem nunca ficou mais tempo jogando xadrez online do que planejava!

Às vezes parece impossível parar de jogar quando se tem em mente um rating a ser atingido ou mesmo simplesmente encerrar o dia com aquela última vitória que parece nunca chegar. Acontece que dedicar mais tempo do seu estudo do que o necessário para praticar é um erro que não vai ajudar na evolução do seu xadrez.

Jogar online é uma excelente maneira de colocar em prática o que você estudou, ajuda a ganhar ritmo de jogo e se revela uma ótima balança para que você possa medir o quanto está progredindo.

No entanto, o jogo online deve ser apenas uma ferramenta auxiliar, jamais ocupando o lugar do estudo teórico do jogo. Portanto, estabeleça limites claros e objetivos de tempo e cumpra-os, dedicando-se ao estudo da teoria e exercícios nos velhos e bons livros.

 

4- Não Estude Sempre com o Auxílio do Computador

O computador tem ocupado o papel de protagonista em diversas áreas da nossa vida. Mas no seu treinamento você não pode deixar que isso aconteça.

O protagonista é você! Quem precisa descobrir os melhores lances é você!

Essa é uma dica de xadrez muito importante: Use o computador durante seus estudos como um aliado, que se limita a auxiliar o seu treino. Se você estudar sempre com as engines ligadas e seguir à risca as recomendações do computador, você nunca descobrirá o seu verdadeiro potencial enxadrístico.

Não se esqueça que na hora da partida você não poderá consultar o computador, então pratique sua tomada de decisão de forma independente da máquina.

 

5- Resolva Exercícios de Cálculo

Tenha uma certeza durante seus estudos: É preciso dominar completamente os temas táticos mais comuns em uma partida de xadrez!

Portanto, o estudo da tática e do cálculo merece um espaço especial na sua programação de treinamento de xadrez. É indispensável que você treine esses temas com regularidade, pois, do contrário, sua mente não estará ágil o suficiente e seu cálculo começará a ficar mais lento e impreciso.

Resolver exercícios de cálculo é tão importante para o seu treinamento que a metodologia de ensino adotada na Academia de Xadrez Rafael Leitão inclui o Curso Exclusivo de Cálculo para Assinantes, no qual são estudados relevantes temas táticos que auxiliam na melhora do seu cálculo.

 

Agora que você já conhece as nossas dicas de xadrez e descobriu quais são as 5 armadilhas que boicotam a forma como você treina xadrez, conheça também outros equívocos cometidos na hora de decidir o que estudar, que estão elencados no nosso E-Book Gratuito Como Melhorar Seu Xadrez: Os 10 Erros que Impedem a Evolução do Seu Jogo.

 

Conheça nosso Canal no Youtube!

6 Respostas a “5 Dicas Para Não Boicotar Seu Treino de Xadrez”

  • Ademar Varela

    Estou organizando meus estudos da forma que sugeriu. Estou sentindo que meus conhecimentos estão crescendo e que logo meu jogo se tornará mais sólido. Boas dicas mesmo!

    • Rafael Leitão

      Excelente!

  • Joca dedeus

    Excelente, parabéns!

  • Severino nascimento

    Não tenho com quem jogar frequentemente, por isso jogo demais no celular. Isso é mau

Deixe seu comentário