Giro Olímpico: Terao na Itália

    Giro Olímpico: Terao na Itália

    A redação da Academia Rafael Leitão acompanhará os representantes brasileiros na Olimpíada de Xadrez – a ser realizada em Batumi, na Geórgia, entre os dias 23 de setembro a 7 de outubro – nos principais torneios preparatórios mundo afora.

     

    C:UsersUserDesktopterao 3.jpg

    9º Forni di Sopra

    Forni di Sopra é uma belíssima região montanhosa ao norte da Itália, quase na divisa com a Áustria. Entre os dias 09 a 16 de junho, a MF Juliana Terao esteve no local para disputar o torneio principal, realizado em nove rodadas, com a participação de quarenta jogadores, a maioria titulados: 7 GM´s, 6 MI´s, 7 MF´s, 1 WGM e 4 WMI´s.

    C:UsersUserDesktopterao 2q2.jpgJuliana Terao em Forni di Sopra

     

    O evento contou com enxadristas 12 países: Brasil, Albânia, Alemanha, Argentina, Espanha, Índia, Itália, Marrocos, Romênia, Rússia, Sérvia e Venezuela.

     

    Atuação Brasileira

    Pré-ranqueada número 17, Terao começou o torneio titubeante, ao empatar com o indiano Shah Dev, 1997 de rating FIDE. Na segunda rodada, outro empate, desta vez com o MF italiano Leonardo Loiacono (2313). A primeira vitória aconteceu na terceira rodada, contra a italiana Simone Garofalo (2110).

    Invicta no primeiro terço da competição, a brasileira subiu para a mesa cinco, onde foi derrotada pelo GM Miroljub Lazic (2506), da Sérvia. A recuperação veio já na rodada seguinte, com a vitória sobre o jovem italiano Antonio Loiacono, 16 anos e 2197 de rating. Na sexta partida, o GM Stefan Djuric (2350) teve problemas de saúde e não compareceu. Terao ganhou por W.O.

    As últimas três rodadas foram positivas para a brasileira. Na sétima, empate com o GM russo Kirill Bryzgalin (2427) Na oitava rodada Juliana estava na mesa 2, quando empatou com o GM Andrea Stella (2500), da Itália. Na última, empate com o MI espanhol Renier Castellanos Rodriguez (2501).

    Por fim, a MF Juliana Terao terminou na nona colocação com 5.5 pontos, o que lhe rendeu 16 pontos de rating. Nas redes sociais, a enxadrista resumiu sua participação: “Não fui muito bem na primeira metade do torneio e, depois da vitória por W.O, nem pensava mais em normas. Porém, de acordo com o árbitro, para a minha surpresa se eu ganhasse a última partida eu poderia fazer a norma em oito rodadas. Infelizmente não deu, consegui empatar a última partida com muita sorte. Agora é analisar os erros e seguir melhorando”, afirmou Terao.

     

    C:UsersUserDesktopana.jpg

    Terao em análises

    Classificação Final – Top 10

     

    PtsTitulaçãoEnxadristaRatingPaís
    16.5GMStella Andrea2500ITA
    26.5IMSantos Ruiz Miguel2527ESP
    36.5IMBELLIA Fabrizio2428MI
    46GMBeshukov Sergei2402RUS
    55.5IMCastellanos Renier2501ESP
    65.5GMStrikovic Aleksa2493SRB
    75.5GMBryzgalin Kirill2427RUS
    85.5GMRotstein Arkadij2490GER
    95.5MFTerao Juliana Sayumi2292BRA
    105.5WIMSgircea Silvia-Raluca2204ROU

    Juliana Terao teve mais uma grande atuação e, mais uma vez, ficou muito próxima da norma. Terao é a melhor enxadrista brasileira da história? Deixe sua opinião nos comentários.

     

    Gostou do artigo? Então compartilhe nas redes sociais.

     

    Fotos: arquivo pessoal.

    One Reply to “Giro Olímpico: Terao na Itália”

    • Nicole Pi Chillida

      Sem duvidas é a melhor!!! Sempre tendo bons resultados !admiro muito ela! E torço muito que ela consiga normas e normas sería muito bom que além de MF a primeira no nosso xadrez Feminino tengamos uma MI e posteriormente GM!!! Com Terao podemos conseguir! E com outras fortes jogadoras porém Terao sem duvidas que sim !!!!!!Sucesso Nossa MF Juliana Terao!!!!!!

    Deixe seu comentário

      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]