Como Lidar com as Derrotas no Xadrez?

Assim como em qualquer outro esporte, no xadrez, para que haja a vitória de um dos jogadores, é necessário que seu adversário seja derrotado. Porém, o que fazer quando você não sai vitorioso de uma partida? Nesse post você descobrirá como lidar com as derrotas no xadrez. Confira!

 

Nunca abandone um torneio

Quem nunca pensou em abandonar um torneio após perder uma ou algumas partidas? No entanto, mesmo que essa ideia passe pela sua cabeça, demova-a imediatamente.

Um jogador forte encara as situações adversas de cabeça erguida. Mesmo que seu jogo siga sem fluir, persista. A situação somente se reverterá se você continuar tentando melhorar, tentando ganhar! Não se esqueça que um péssimo torneio com uma boa vitória no final lhe dará confiança e ânimo para os próximos desafios. E mesmo que essa tão desejada vitória não venha, você poderá se olhar no espelho com a certeza que deu o seu máximo.

E não é só! Ao retornar à sua rotina, continue seus treinos.  Um desempenho ruim em um torneio deve ser visto como um estímulo ao seus estudos, porque não há como se tornar um bom enxadrista desistindo a cada derrota e abandonando o treinamento.

 

Encare a situação com maturidade

Entender que você é um enxadrista em constante evolução, independentemente do nível de profissionalismo ou amadorismo que você tenha, é um sinal de maturidade em relação ao esporte e às suas próprias expectativas. Não esqueça que perder faz parte do jogo e é, em determinadas situações, inevitável.

Portanto, como diz o ditado, “se a vida te der limões, faça uma limonada!”

Amadurecer como jogador é aceitar que em algum momento você vai perder uma partida e que você precisa aprender com ela, porque o estudo e a análise de suas partidas, com foco principalmente em seus erros e pontos fracos, é o que o levará a evoluir dentro do xadrez. Uma forma de encarar as derrotas com maturidade, então, é estudá-las para que os erros que o levaram a perder uma disputa não tornem a acontecer. Uma excelente forma de começar a fazer isso é baixando nosso E-book Gratuito Aprenda a Analisar suas Próprias Partidas e Melhore seus Resultados no Xadrez.

 

Banner Info site 540 x 360 novo6

 

Admita a derrota

É importante admitir que a derrota aconteceu, em vez de ignorá-la ou, ainda, evitar tocar nesse assunto. Há jogadores que têm a confiança abalada e abandonam um torneio após alguma derrota significativa, e outros que continuam jogando normalmente.

Isso não significa que esses jogadores que continuam no torneio estejam ignorando o fato de que foram derrotados; pelo contrário, permanecer na disputa mesmo após contratempos é uma forma de admitir que o comprometimento de um enxadrista com esse esporte vai além do resultado pontual de determinadas partidas.

Acredite: Admitir a derrota e encará-la de frente vai torná-lo um jogador mentalmente mais forte!

 

Entenda os imprevistos e livre-se da culpa

A culpa é uma reação normal à derrota e pode atrapalhar em muitos pontos a carreira de um enxadrista. Porém, é importante entender que no universo do xadrez, apesar da extrema importância do raciocínio lógico e do treino, não se está livre de imprevistos.

Seu adversário pode estar em um dia mais inspirado, enquanto você pode estar vindo de uma sequência de partidas não tão boas; você pode estar fisicamente menos disposto que o outro jogador; entre vários outros fatores. É importante que você entenda que a derrota é um componente do esporte, e que não há motivos para se sentir culpado em situações como essa. Pelo contrário, o momento da derrota pode ser uma grande chance de aprendizagem e de mudança de estratégias.

 

E então o que você achou de nossas dicas sobre como lidar com as derrotas nos jogos de xadrez? Você já teve que superar alguma derrota difícil? Deixe abaixo um comentário e compartilhe conosco suas experiências!

11 Respostas a “Como Lidar com as Derrotas no Xadrez?”

  • Jaime P. Stone

    Quando o jogo estava empate, quis conquistar uma dama e levei um xeque mate, quando levo um xeque mate meu pesar não é profundo o que de fato me abate é levar cheque sem fundo !

  • Uita Mamola

    Na vida vencer é o objetivo todos,no esporte não é diferente,como ninguém nasceu sabendo é preciso determinação,objetividade, dedicação,humildade e muita paciência.No xadrez então nem se fala:"Teoria sem prática é estéril,prática sem teoria ingênua" como bem disse Eráclito filósofo grego.No xadrez não tem como não perder.Os grandes campeões reinaram por um determinado tempo, mas todos sentiram o gosto amargo da derrota.Como tudo na vida, persistir sempre,desistir jamais.Se Deus jogasse xadrez poderia ser Kasparov, mas kasparov jamais será Deus.Na vida não existe nada mais enigmático e fascinante que o xadrez.Só mesmo quem ama o xadrez entenderá o que é óbvio,nobre e verdadeiro.No xadrez não existe o melhor,apenas mais um bom enxadrista,os medíocres são os que não valoriza uma boa partida mesmo na derrota,não são dignos da nobreza por tudo que xadrez representa.

  • Jean Cocteau jr

    .....alguns jogadores e até alguns famosos já derrubaram mesas, chutaram cadeiras, morderam as peças e outros desastres impublicáveis...

  • João Luiz Montezuma Borges

    Rafael, excelente! Sou um daqueles que se abate profundamente após um revés, ao ponto de abandonar o torneio! A sensação que tive após ler o texto acima foi inicialmente de vergonha e em seguida de um ânimo bom para não mais cometer este tipo de atitude. O sentimento de perder uma partida sempre me acompanhou, mas de um tempo para cá, venho tentando reforçar o meu alicerce emocional para vencer mais esse obstáculo. Por fim, obrigado pelo texto, de muito me valeu!! Escrita inspirada meu amigo. Um abraço.

    • Rafael Leitão

      Obrigado pelas palavras e fico feliz por ter ajudado. Um abraço!

  • Herman Claudius van Riemsdijk

    A segunda parte é do Sinval da Cruz e ganhou o sétimo lugar num curso de trovas em Juiz de Fora no ano de 1966:

    7º lugar

    Quando levo xeque-mate
    Meu pesar não é profundo,
    O que de fato me abate
    É levar cheque sem fundo.
    Sinval E. da Cruz

    • Rafael Leitão

      Grande Herman! Obrigado pela contribuição. Você é um dos responsáveis por hoje eu ser jogador de xadrez profissional. Mas a história completa deixo para um futuro artigo

  • Mateus

    Muito bom! Me ajudou bastante o artigo :D

  • Daniel Pires

    Minha filha tem 7 anos, faz mais ou menos 1 ano que ela está jogando, ganhou alguns campeonatos e ficou em primeiro lugar; outros ela perdeu e quanto mais estuda o nível aumenta e ela perde. Estamos tentando superar isso, seu testo ajudou a melhorar a auto estima dela, obrigado. Ano que vem ela já vai para sub 10; precisamos melhorar os estudos e treinos dela, e você tem ajudado. Obrigado.

  • Leandro

    Nesse quesito eu me comparava a Blackburne, Nimzowitsch, Alekhine.....
    Não aceitava nunca uma derrota, orgulhoso, egocêntrico (mas treinar que é bom.... )
    Passei a jogar poker.
    O ego desceu.
    Hoje tô tranquilo, tô nem aí, analiso e sigo pra outra partida. Me ajuda também ter uma personalidade calma, ao vivo sou muito polido, gosto de jogar por prazer independente do resultado.
    :)

  • Alzir Fraga

    COMO LIDAR COM AS DERROTAS NO XADREZ?
    Eu não preciso aprender a lidar com as derrotas. Isso eu já estou acostumado. Preciso é de um artigo que me ensine a lidar com a vitória para quando eu finalmente conseguir uma vitória algum dia.

Deixe seu comentário