Dubai Open 2016 – Brasileiros no Exterior

 A cidade de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, é mundialmente conhecida por, além do comércio efervescente da região e pelo turismo, pelas suas enormes e exóticas torres. Tem para todos os gostos: da mais alto do mundo para torres torcidas; gêmeas; clássicas; giratórias (isso mesmo, giratórias!) futuristas. Dubai é, neste quesito, considerada a “cidade do futuro”.

 

Dubai

[A Burj Khalifa, em Dubai, é a mais alta construção já feita pelo homem]

 

Contudo, desta vez, as torres que foram a atração da cidade foram as do xadrez. Foi o já tradicional Dubai Chess Open 2016 – que aconteceu de 11 a 19 de Abril (com cerimônia de premiação no dia 20). O torneio, que, portanto, terminou ontem, contou com mais de 205 jogadores registados – segundo a direção do evento (novo recorde da competição) –, possuiu participantes distribuídos por dentre 41 países da Europa, Ásia, África, América Latina e Oriente Médio.

Reafirmando a sua reputação como um dos mais fortes torneios abertos em todo o mundo, foram 136 jogadores titulados competindo no Aberto de Dubai: 47 GMs (outro recorde do torneio); oito WGMs; 39 Mis; e 6 WMIs.

No meio de toda esta galera, o intrépido e linguístico (tente aprender georgiano) GM brasileiro Alexandr Fier e o MI carioca, mas atual cidadão do mundo (quantos torneios pelo globo ele já jogou este ano?), Diego Di Berardino. E com direito a vídeo do GM Fier (Produtor; Roteirista; Diretor; Protagonista e Câmera-man) e do MI Diego – mas com participação especial do GM argentino mais brasileiro de todos os tempos: GM Sandro Mareco.

 

 

Além das “figuras” acimas, o Open de Dubai esteve recheado de estrelas. A lista do Top 10 contou com:

 

GM   Ivan Cheparinov (2695)

GM   Anton Korobov (2695)

GM   Gabriel Sargissian (2693)

GM   Batista L. Bruzon (2679)

GM   David W L Howell (2678)

GM   Baadur Jobava (2672)

GM   B.Adhiban  (2663)

GM   Igor Kovalenko (2662)

GM   S.P.Sethuraman (2658)

GM   Vladimir Akopian (2656)

 

acesso total ao site

 

O GM Sandro Mareco foi o número 17º (2625) – um pontinho a menos que a lenda viva, o GM Ivan Sokolov. O nosso GM Alexandr Fier foi o 19º (2619) e Diego o 35º (2512).

Disputado em 9 rodadas pelo sistema suíço e no clássico 90 minutos mais 30 segundos por lances, apenas dois jogadores dividiram o primeiro e segundo lugar com o mesmo número de pontos: O GM inglês Gawain Christopher B. Jones e o experiente GM armênio Vladimir Akopian.

Com 3 empates e 6 vitórias (7,5 pontos), incluindo uma vitória na última rodada contra o GM russo Boris Savchenko, que liderava isolado a competição, Gawain Jones teve melhores critérios de desempate que Akopian (também 7,5 pontos) e ficou com o título de Campeão.

 

Gawain Jones

[ O Campeão: o GM inglês Gawain Jones]

 

Logo após, 6 jogadores somaram 7 pontos. O já citado GM russo Boris Savchenko ficou com o terceiro lugar e o nosso GM Fier o quarto lugar (!).  O GM brasileiro terminou a disputa com 6 vitórias, 2 empates e apenas uma derrota – para a lenda viva que reportamos acima: Ivan Sokolov. Das vitórias de Fier, destaque para o rápido arremate na primeira rodada (21 lances!); a confusa e irracional partida da segunda rodada, numa posição típica do estilo do GM brasileiro; e a vitória da quarta rodada empregando a defesa Alekhine que a muito tempo atrás (numa galáxia muito, muito, muito distante) já até fez parte do seu repertório – idealismo e inconsequência típica da juventude, claro. Fier somou mais 5,4 pontos de rating.

 

Fier Dubai

[Excelente resultado do GM Fier – melhor que o resultado, só a pose]

 

Diego Di Berardino terminou na 46ª posição, com 4 vitórias, 3 empates e 2 derrotas – no final das contas, um resultado um pouco abaixo do esperado, embora Diego tenha conseguido bons números na Europa este ano (como reportamos noutras ocasiões).

Será que teremos mais Diego no exterior? Qual o próximo desafio do GM Fier? Cenas do próximo capítulo.

 

Escrito por Equipe Academia de Xadrez Rafael Leitão 20.04.2016

3 Respostas a “Dubai Open 2016 – Brasileiros no Exterior”

  • Ibernon Luiz

    Parabéns Fier ! Ótima reportagem Amigo Rafael! Abração fraterno.

    • Rafael Leitão

      Obrigado Ibernon! Apareça sempre!

  • Frederico Simões Soares

    Fier tem trazido muitas conquistas e elevado o Brasil a uma categoria de elite no xadrez. Que continue destemido e treinando com muita dedicação porque isso enche de orgulho a todos nós amantes do xadrez . Parabéns! Grande texto Rafael abraço!

Deixe seu comentário