O Chato do Casagrande

 

Xadrez e Futebol: O Senso Comum em Xeque

O esguio atleta olha atentamente para o centro do alvo. O golpe deve ser fulminante. Ele pensa: “Será que ele sabe para que lado vou?”. O momento é de absoluta tensão. Apesar das várias pessoas que assistem ao espetáculo, um silêncio ensurdecedor paira pelo local. Os olhares dos adversários cruzam-se. Pensa no placar. Não há mais tempo. É tudo ou nada. Ele parte em direção ao desconhecido…

E agora? O que o “esguio atleta fez”? Sacrificou uma peça ou cobrou um pênalti? Muito provavelmente, por você estar lendo este texto no lugar onde o está lendo, vai pensar que se trata de um jogo de xadrez. Os elementos estão lá: centro; golpe; silêncio; tempo; desconhecido. Mas… isso também não seria elemento do futebol? O centro (do campo; ou do gol); o golpe (o chute); o tempo (de jogo, da bola); o desconhecido (como qualquer bom jogo – e como a própria vida e o destino).

 

Casagrande Imagem 1 (1)

 

O senso comum possui uma importância enorme na história dos problemas filosóficos, sobretudo por estar associado à experiência tradicional. Num exemplo gritante (e como exemplos são problemáticos – este texto é sobre isso), se você coloca a mão no fogo e se queima, logo, pular dentro de uma fogueira não parece ser uma boa ideia. Por outro lado, não é porque certo dia você comeu morangos e passou mal que você passará mal sempre que comer morangos – embora isso também possa acontecer.

A questão vai longe e há quem diga que, hoje em dia, criticar o senso comum também se tornou senso comum. Resumindo a história – antes que caiamos dentro da Matrix e não saiamos mais de lá – vamos ao episódio:

No domingo, 03 de abril, o ex-jogador de futebol Walter Casagrande estava comentando o clássico entre Palmeiras e Corinthians, transmitido pela Rede Globo, quando, para expressar o seu tédio com o marasmo da partida, disse: “O jogo está chato como uma partida de xadrez”.

Pode isso, Arnaldo?

 

Casagrande Imagem 3

 

No mesmo dia 03 de abril nosso GM Rafael Leitão publicou a seguinte declaração na sua página pessoal do Facebook:

 

Chato como um jogo de xadrez”. Estas foram as palavras do Casagrande durante a transmissão do jogo de hoje. Será que ele sabe o movimento de alguma peça? Será que sabe o que é um xeque-mate? Infelizmente trata-se de reprodução de uma frase totalmente clichê, sem qualquer relação com a realidade, disseminada por alguém que nada conhece do jogo de xadrez. E que acha normal tratar com desprezo um “esporte-ciência” amado por milhões de pessoas em todo o mundo. É lastimável que um “comentarista esportivo”, um formador de opinião – afinal fala para milhões de pessoas –, passe uma imagem tão negativa de uma atividade tão nobre e que tantos benefícios trazem aos seus praticantes. Só me resta lamentar esta declaração e recomeçar as partidas que estava jogando na internet antes de escrever este post.

 

Casagrande Imagem 2

[Casagrande: Tantos gols na vida, mas que bola fora desta vez…]

 

O post do GM Leitão alcançou mais de 100 comentários, mais de 200 compartilhamentos e mais de 600 “curtidas” (os famosos likes). Um número muito pequeno se comparado (como é problemático comparar as coisas…) ao número de pessoas que assistiam à partida de futebol em questão – ou o número de comentários/curtidas que um simples bom dia do jogador Neymar ganha em qualquer rede social.

 

acesso total ao site

Resolvemos perguntar a opinião de árbitros, jogadores (titulados ou não), para sabermos o que eles acham do comentário do ex-jogador Casagrande. Vamos lá:

 

MI Luís Paulo Supi  (Mestre Internacional – futuro GM!)

Cara, triste! Porque já existe todo um preconceito com relação ao xadrez pra quem não conhece. Aí o cara em rede nacional ajuda a piorar as coisas! Acho que está justificada a revolta do pessoal.

 

AI Pablyto Robert (Árbitro Internacional e ex-presidente da CBX)

Comentário preconceituoso, típico de quem desconhece a nobre arte e seus inúmeros benefícios à cognição, incluindo a prevenção de doenças que afetam a mente, como o Alzheimer.

(Logo depois da “entrevista”, o AI Pablyto agradeceu a conversa com o Mister Y. Esclarecemos que não era o Mister Y, mas o Mister X, o irmão mais novo do Mister Y. Então o AI terminou a conversa com: Putz!  Fui enganado! É quase igual pensar que está sendo entrevistado pelo Fantástico e na realidade a entrevista ser do Pânico…)

 

MI Roberto Molina (Mestre Internacional e cruzeirense fanático)

Esta ignorância é apenas reflexo do país sem cultura em que vivemos. E o fato da pessoa ser famosa ou rica não altera a falta de cultura e conhecimento! É o tipo de pessoa que acha que o Brasil é apenas o país do futebol e não o país da educação, da saúde, de bons políticos, e porque não do xadrez e tantos outros esportes subvalorizados aqui?

 

MF Vinícius Rego (Mestre Fide carioca e jogador de futevôlei)

Casagrande foi extremamente infeliz com seu comentário, falou como um leigo. Acho eu que ele quis fazer uma comparação no sentido de partida sem muita movimentação. Mas ele não faz ideia de como é uma batalha de xadrez, coitado!

 

MF Álvaro Aranha (Mestre Internacional e Corinthiano)

Acho que o Casagrande reflete a média de educação do povo brasileiro e está falando sobre algo que ele não tem a mínima ideia. Eu tenho realmente pena de quem não tem capacidade intelectual suficiente pra entender a beleza do xadrez.

 

MI Herman Claudius (Mestre Internacional e gentleman)

Estão dando demasiada importância ao Casagrande.

 

GM Felipe El Debs (Grande Mestre e, acreditem, economista formado pela FGV)

Se for a opinião dele, eu não tenho nada contra.  Mas parece que foi dito muito mais como uma frase de efeito e aí ficou sendo um preconceito gratuito. Xadrez não é um jogo que você aprende e já acha fantástico. Demora um pouco até ele nos deixar fascinados. Agora, se o pessoal vem já com uma visão de que é chato, eles nunca vão chegar a dar uma chance – para só depois de um tempo perceber que é algo genial… Ou melhor: se todo mundo jogasse xadrez, uma parte ia achar chato e outra ia achar legal, mas se já falam que é chato, como se fosse o mesmo para todos, uma parcela significativa que poderia ver a beleza do jogo nunca vai chegar nem perto dele.

 

GM Alexandr Fier (Grande Mestre e Aventureiro)

Vai ver ele só apenas estudou os jogadores errados…

 

David Sbrissa (Professor de Física da Universidade Federal do Amapá e aficionado)

Eu acho que o Casão foi muito infeliz no comentário. É um sujeito despreparado pra dar opiniões decentes (por isso o nome COMENTARISTA). Assim como a grande maioria desses ex-jogadores. Mas apesar de me sentir chateado com o comentário, porque gosto do xadrez e pra mim não é nem um pouco chato, não acredito que ele teve maldade no comentário. Foi ignorância mesmo.  Essa questão do que é chato, ou não, é muito relativo. Algumas pessoas poderiam afirmar que as partidas do Giri, no Torneio de Candidatos, estavam tão chatas quanto uma partida de futebol.

É isso: Casão foi infeliz para um profissional que fala para milhões de telespectadores. Foi um comentário horrível, pois atingiu os amantes do xadrez. Entretanto, acho importante não só criticá-lo, mas também entender que o mesmo não conhece o esporte (assim como existem familiares e amigos nossos que também sempre dizem que o xadrez é chato).

Antes de falar que o xadrez é chato, o Casagrande devia fazer uma maratona de especiais de fim de ano do Rei Roberto Carlos.

 

E aí? O que vocês acham?

 

Escrito por Equipe Academia de Xadrez Rafael Leitão 07.04.2016.

25 Respostas a “O Chato do Casagrande”

  • Fábio

    Quem nunca disse uma besteira do mesmo Naipe sobre outro assunto que atire a primeira pedra.

  • Antoniopadua

    Havia uma dupla no Corinthians e na seleção: Doutor Sócrates e Casagrande. É claro que o cérebro da dupla era o Sócrates, já falecido. Ao Casagrande sobrou o rigor mortis da ausência do cérebro...

  • Raphael

    Comentário perfeito do Profº David Sbrissa no final! Muito bom.

  • André

    Casagrande não entende nem de futebol direito. Esta lá fazendo comentário s que algumas vezes são errados no proprio assunto que ele disse dominar. Devemos que ter paciência de pessoas como ele, afinal ele não sabe o que fala.

  • Vítor Almeida

    Acho que o Casagrande foi infeliz em seu comentário, mas que ele não teve a intenção de ofender o xadrez e seus praticantes, foi apenas uma frase sem pensar, no calor da transmissão. Ainda assim, como um formador de opinião e representante do esporte nacional, seria muito importante que se manifestasse em relação às críticas de nós enxadristas, e demonstrasse o mínimo de reconhecimento pelas palavras indevidas, se comprometendo a não fazer mais esse tipo de comparação.

  • Isnande Barros

    Foi infeliz no comentário.

  • Rmano

    Eu acho o Casa Grande chato (alias MUITO chato).

  • Joao Manoel de Campos

    Casagrande diz tantas asneiras, que não merece comentários. Acho que estamos dando muita importancia a ele. A habilidade de Casagrande estava nos pés, no extremo oposto á cabeça.

  • Jean-cocteau jr

    ....o "Casão " nao foi um jogador( de futebol) inteligente....e nem seria de xadrez !

  • Augusto

    estava sobre efeito de alguma droga certamente kk

  • Nicole Pi Chillida

    Casacrande poderia se retratar em rede nacional, muito esperto ele se acha que lindo é sair falando mal de um esporte... Comentárista é bem mais do que isso! Principalmente em rede nacional e sujando outro esporte!!!
    espero que ele aprenda!!! já que ele não é mais criança e algumas crianças costumam falar sem pensar! Critico mesmo pois se este esta a trabalho devia medir as suas
    pallavras. Pra mim é um pessímo comentárista e um pessimo profissional.

  • Carlos

    Eu acredito que se todo técnico de futebol jogasse xadrez melhoraria muito o seu time. Lembrando que perdemos a ultima copa do mundo por não conseguirmos o domínio do centro.

  • Arykam

    Achei que este tabuleiro acima, com rei e dama fora de lugar, serviria para expressar quão sem noção foi o comentário de Casagrande, que com certeza nunca participou de uma emocionante batalha enxadrística

  • Rômulo Frazão

    A cocaína comeu o cérebro dele.

  • Rodrigo Horst

    Casagrande teve um sério problema com o uso de cocaína.
    Se jogasse xadrez, não o teria.

  • Joca dedeus

    Certa feita, o saudoso comentarista Luciano do Valle disse pra todo mundo ouvir: "se Xadrez é esporte, bolinha de gude também é!"...... Enfim, esse é o nível dos nossos comentaristas!
    (...e como é chato o tal do Casagrande, fala a verdade!)

  • Marcel lo Cassiano

    Um imbecil ,sem noção alguma do q fala!! Fora "casa da fumaça "!!!

  • Irineu paixao

    O fato do casagrande ter o nome grande não significa grandeza, talvez seu pé, e por isso se deu bem no futebol. Sei que foi um jogador de nível mas deve ter conseguido essa boca na globo por ser filho de papai ou coisa parecida. Aliás a globo nem sempre é feliz em suas contratacoes. Creio que um comentarista esportivo não deveria ser contratado somente por ser ou ter sido um bom jogador mas ter um nível cultural como requisito mínimo. Aliás acho que até mesmo a globo não sabe o que é xadrez, pois não se ver nenhum comentário sobre o nobre jogo - ciência - arte. Aí Casagrande, aprenda a jogar xadrez e verá quanto é pequeno o seu cerebro

  • Rafael Borges

    Qualquer coisa é chata quando você não sabe o que está acontecendo:
    - Uma orquestra tocado, para um surdo;
    - Um desfile de modelos, para um cego;
    - Uma partida de xadrez, para um ignorante;
    - Uma partida de futebol, para mim!

  • Fernando Fernández

    Hombres, fijentes que Casagrande fue solo un jugador de fútbol en una nación que ni en los programas deportivos televisivos mas conocidos hace el mínimo informe de las competiciones de ajedrez y que ni si quiera presenta las reglas del ajedrez.
    Lo que vale hoy por hoy es el dinero y no la arte y la cultura.
    Es por eso que la mayoria de los equipos de fútbol brasileños estan fallidos.

  • FREDERICO SIMOES SOARES

    COMENTÁRIO INFELIZ DO CASAGRANDE. NAO PODEMOS DEIXAR ESSA CONCEPCAO MESQUINHA E MEDÍOCRE QUE O BRASIL E O PAIS DO FUTEBOL E DEIXAR AVACALHAR ESPORTES DE TAMANHA GRANDEZA ARTE CIENCIA QUANTO O XADREZ É MAS QUE INFELIZMENTE É INCOMPREENDIDO PELA MAIORIA. ESSA CONCEPÇÃO FAZ JUS AO DITADO QUE DIZ "A UNANIMIDADE É BURRA." FREDERICO SIMÕES SOARES

  • Waughan

    Lamentável esse comentário do Casa grande não esperava isso dele

  • Adilson Nunes

    Ele tem o direito de achar o que bem entender de qualquer esporte, mas uma coisa é eu dizer pra meia dúzia de pessoas que o futebol é chato e outra é o casinha dizer pra milhões de pessoas que o xadrez é chato. Se eu tivesse que escolher o melhor comentário aqui,com certeza ficaria com o de Herman Claudius ,hahahahahaha

  • Misael Da Cruz

    Eu só acho que, antes de sair falando besteiras em rede aberta de televisão o cara tem que saber bem as palavras que diz. Ele não pode sair criticando um esporte tão conhecido em todo o mundo. Eu gosto de futebol mas essa declaração me enoja.

  • João Inicios

    Ele merece o troféu de comentarista mais chato do Brasil.

Deixe seu comentário