Tomashevsky Vence o Grand Prix Tbilisi

A terceira etapa da série do Grand Prix FIDE 2014-2015 aconteceu entre os dias 14 a 28 de fevereiro de 2015, em Tbilisi, na Geórgia, e foi vencida pelo russo Evgeny Tomashevsky (Elo 2716).

O evento foi um round-robin com doze jogadores e valeu para o ciclo do Campeonato Mundial de Xadrez da FIDE. O primeiro e o segundo colocados no somatório da Série GP se classificarão para o próximo Torneio de Candidatos.

Ao vencer em Tbilisi com uma rodada de antecedência, o russo somou 170 pontos aos 85 conquistados em Baku e lidera o ranking da série Grand Prix FIDE 2014-2015, com 252 pontos (veja a tabela acima ). Além disso, Tomashevsky levou um cheque de 20.000 euros, acrescentando 30 pontos ao seu rating.

O resultado final me surpreendeu bastante. Ainda que Tomashevsky seja um forte e sólido jogador, não esperava que ele fosse campeão, ainda mais com a pontuação que teve. Decepcionantes foram as atuações de Grischuk e Svidler, de quem sempre se espera bons resultados.

Participaram do evento, ainda, Alexander Grischuk (RUS 2810), Anish Giri (NED 2797), Maxime Vachier-Lagrave (FRA 2775), Shakhriyar Mamedyarov (AZE 2759) Peter Svidler (RUS 2739), Dmitry Andreikin (RUS 2737), Dmitry Jakovenko (RUS 2733), Teimour Radjabov (AZE 2731), Leinier Dominguez (CUB 2726), Rustam Kasimdzhanov (UZB 2705) e Baadur Jobava (GEO 2696).

Analisei duas das melhores partidas do torneio, curiosamente ambas do Mamedjarov perdendo. A primeira mostra uma curiosa vitória do campeão do torneio e resume bem o que aconteceu durante o evento. Com sólida vantagem, Mamedjarov perde a mão e joga de forma pouco profilática, terminando derrotado. A segunda partida é entre dois dos enxadristas mais imprevisíveis do mundo: Jobava e Mamedjarov.

O resultado não poderia ser diferente: uma partida com cheiro de sangue!

Veja as análises clicando aqui.

Partidas em pgn: clicando aqui.

Fotos: Site oficial tbilisi2015.fide.com

No comments

Deixe seu comentário