Termina de Forma Dramática o Interclubes/SP

Muitas emoções no último final de semana do Campeonato Paulista Interclubes. O torneio teve várias reviravoltas e um final dramático.

No início da segunda etapa do evento, no último sábado, a equipe AAS CDR São José FIP ( GM Rafael Leitão, GM Neuris Delgado, GM José Cubas, GM Rubén Felgaer e MI Álvaro Valdés) havia se transformado em franca favorita, ao abrir um ponto e meio de vantagem perante o Pinheiros A (GM Giovanni Vescovi, GM Gilberto Milos, GM Diego Flores e MI Herman Van Riemsdijk).

Entretanto, tudo mudou na quinta rodada. Pinheiros conseguiu uma inesperada vitória por 3,5 a 0,5, lideradas pela boa atuação do Giovanni (que me venceu no tabuleiro 1) e uma incrível vitória do Herman contra o Felgaer, em uma posição perdida.

Na minha partida contra o Giovanni (que teve um início inusitado: 1.b4?!, a famigerada abertura Orangotango!), mais uma vez ficou clara a importância do dinamismo no xadrez. Muitas vezes temos que tomar uma decisão bastante concreta, pois se seguimos de maneira lenta, sem cálculo, não haverá segunda chance. Certamente farei uma palestra sobre o tema “dinamismo no xadrez”.

Depois de tão implacável resultado, todos davam como certa a vitória do Pinheiros. Mas muita emoção ainda estava reservada! Para começar, venci uma partida inacreditável contra o MI James Mann de Toledo, em uma partida cheia de erros, mas de grande interesse para os estudiosos de finais. Divirta-se colocando a posição no tablebase, clicando neste link: Link para tablebase.

Na última rodada, ainda com meio ponto à frente, Pinheiros foi derrotada pela equipe de São José do Rio Preto, por 2,5 a 1,5. Destaque para a vitória de Felipe El Debs contra Giovanni Vescovi. Como São José venceu a Hebraica por 3,5 a 0,5, terminamos na primeira colocação, com 1,5 à frente do Pinheiros. O pódio foi completado por outra equipe do São José, que também dominou as outras divisões.

Gostaria de fazer um agradecimento especial ao grande incentivador da equipe, José Carlucio Cavalcante, que além de amar o jogo de xadrez e ajudar muitos enxadristas, consegue proporcionar um espírito de intensa amizade entre todos os participantes, sendo querido tanto por companheiros quanto por adversários.

Com o surgimento de uma nova força na divisão especial, espera-se uma disputa ainda mais acirrada em 2016. Parabéns a todos que fizeram parte dessa grande festa do xadrez brasileiro.

Análises completas: clique aqui

Informações completas: clique aqui

Link para tablebase online: clique aqui

 

Escrito por Rafael Duailibe Leitão em 09.03.15.

 

No comments

Deixe seu comentário