Jorge Cori Vence Aberto em Andorra

     

     

    O pequeno principado de Andorra, sexto menor pais da Europa, fronteira com a França e a Espanha, e de língua oficial Catalão, recebeu, recentemente, um forte torneio Aberto. E esta foi a 34º edição do Andorra Open – portanto, já um tradicional evento. Embora seja importante dizer que, se a competição conseguir ter a mesma expectativa de vida de seus moradores (83 anos – uma das maiores do mundo), ela está apenas começando.

     

    O Evento, de 03 a 11 de Agosto, contou com a participação de 130 jogadores, sendo 12 GMs, 10 MIs e mais 16 titulados. Mas, apesar da óbvia maioria de jogadores europeus, quem roubou a cena mesmo foram os jogadores latino-americanos: o jovem GM peruano Jorge Cori (2601) e o experiente GM Júlio Granda (2672). Duas gerações vitoriosas.

     

    Cori2

    Cori (na mesa à esquerda, de negras, ao fundo) e Granda (de costas, no primeiro plano, de brancas): duas vitoriosas gerações do xadrez peruano

     

    Disputado em 9 rodadas, Cori e Granda brigaram desde o início pelas primeiras colocações. Na última rodada, inclusive,  apenas os dois jogadores peruanos possuíam 7,0 pontos. Granda, na mesa 1, enfrentou o GM francês Maxime Lagarde (2572) – não confundir com o top GM Maxime Vachier-Lagrave – enquanto Cori o GM Adrien Demuth (2545). A foto acima é deste momento decisivo.

     

    Granda, infelizmente, acabou sendo derrotado por Lagarde. Já Cori, com apenas um empate contra Demuth, somou 7,5 pontos e terminou como campeão isolado do evento – isolado e invicto: 6 vitórias e 3 empates (além de uma performance de 2746 e mais 17 pontos de ranting). Clicando aqui você pode conferir a bonita vitória de Cori, na sexta rodada, contra o GM húngaro Peter Prohaszka (2604).

     

     

    Cori3

    Demuth x Cori: o empate garantiu a vitória do torneio para o GM peruano

     

     

    Mas apesar da derrota na última rodada, Granda, com 7,0 pontos, acabou ficando com o segundo lugar. Mesma pontuação de Lagarde, o terceiro colocado.

    Será que o bom resultado dos latino-americanos em solo europeu é um presságio de bons resultados para as Olimpíadas? Que assim seja!

     

    FONTES

    Site Oficial

    Chess Base

    Chess Results

     

    Escrito por Equipe Academia de Xadrez Rafael Leitão 14-08-2016

     

    No comments

    Deixe seu comentário

      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]