Memorial Gashimov 2016 – Parte I

Nascido na mitológica cidade de Baku, em 24 de julho de 1986, o GM Vugar Gashimov (1986 – 2014) foi um dos melhores jogadores do Azerbaijão. Seu melhor desempenho individual, provavelmente, foi sua vitória no tradicional torneio de Reggio Emilia, em 2011, ficando na frente de jogadores como Short, Caruana, Onischuk, Vallejo e Ivanchuk. Defendeu a equipe Olímpica do Azerbaijão em quatro oportunidades (2002, 2004, 2006 e 2008), tendo conquistado a medalha de prata individual em 2008. Atingiu seu maior rating em janeiro de 2012 – impressionantes 2761.

 

GCF Ruslan Gashimov_ganador blitz

[GM Vugar Gashimov]

 

Aos 13 anos Gashimov começou a apresentar ataques epilépticos – mas que, como vimos, não o impediu de chegar a ser um Top GM. Contudo, só em fevereiro de 2000 foi diagnosticado com epilepsia. Mais tarde os médicos descobriram que Gashimov possuía um tumor cerebral. Passou a receber tratamento especializado na Alemanha, em Heidelberg. Vugar Gashimov faleceu, aos 27 anos, na noite do dia 10 para o dia 11 de janeiro de 2014.

 

Cashimov x Carlsen

[Em 2010, Gashimov derrotou Magnus Carlsen na sétima rodada do torneio de Amber, numa partida às Cegas]

 

O Shamkir Chess 2016 – Vugar Gashimov Memorial começou no último dia 25 e vai até o dia 04 do próximo mês. Este é o III torneio em memória de Gashimov – em 2014 o vencedor foi campeão mundial Magnus Carlsen; em 2015 o ucraniano Pavel Eljanov. O controle de tempo é de 2 horas para 40 lances, mais 1 hora para 20 movimentos, seguido de 15 minutos para finalizar-se a partida – e com um incremento de 30 segundos por lance após o lance 61.

O evento, disputado pelo sistema schuring (todos contra todos), conta este ano com a participação de 10 jogadores: Fabiano Caruana (2804), atual número 2 do mundo e recente campeão norte-americano; Anish Giri (2790); Sergey Karjakin (2779), próximo desafiante ao título mundial; Pavel Eljanov (2765); Pentala Harekrishna (2763), que está a sete pontos a se tornar o número um da Índia; Shakhriyar Mamedyarov (2748), o lenhador!; Hou Yifan (2663), campeã mundial feminina – que, ao que parece, mais uma vez desistiu da coroa; Teymur Radjabov (2726); Eltaj Safarli (2664); e Rauf Mamedov (2655).

 

Memorial Gashivov

[As luxuosas instalações do Vugar Gashimov Memorial 2016]

 

Primeira Rodada

 

Na primeira rodada todas as partidas terminaram em empate – com mais ou menos luta. Por exemplo, Eljanov, de negras, chegou muito perto de levar o ponto inteiro contra Eltaj – mas acabou errando no arremate, depois de uma combinação que era decisiva. Veja as análises do GM Rafael Leitão para a partida.

As duas rodadas seguintes, de modo geral, agradaram bem mais os fãs – com três vitórias em cada uma delas.

 

Segunda Rodada

 

Na segunda rodada, Caruana, de negras, venceu Eljanov, numa Grunfeld em que o campeão de xadrez norte-americano atormentou as debilidades das casas brancas e soube fazer valer a infiltração de suas peças e a descoordenação das peças inimigas.

Quem também está apresentando um xadrez fenomenal nos últimos meses é o indiano Pentala Harikrishna – que está muito próximo de roubar o lugar de número um da Índia do ex-campeão mundial Anand (depois de quase 20 anos de hegemonia)! A vítima de Pentala foi o lenhador Mamedyarov. De maneira muito sutil, Harikrishna não deu nenhuma chance para a inusitada defesa Pirc empregada pelo lenhador.

Mas a grande vitória da segunda rodada foi a de Giri contra Karjakin – que não mais apresentou o xadrez com que venceu o torneio de Candidatos este ano. Numa posição que caminhava para o empate, Karjakin cometeu um grave erro e deu todas as chances que o GM holandês precisava para finalizar a partida.

 

Giri Memorial Gashimov

[Nem só de empates vive o homem: importante vitória de Giri contra Karjakin]

 

Hou Yifan x Eltaj Safarli e Rauf Mamedov x Teymur Radjabov terminaram em empate.

 

Terceira Rodada

 

Na terceira rodada, Shakhriyar Mamedyarov mostrou que os lenhadores também sabem ser sutis e venceu uma boa partida técnica contra Eljanov Pavel – com um bonito tema de peão passado.

Caruana venceu Hou Yifan numa partida em que a chinesa parece ter tentado aproveitar alguma preparação que havia feito, visto seu recente match pelo Mundial Feminino. Apesar da estratégia ter dado relativamente certo na abertura, Yifan acabou errando no meio-jogo e Caruana jogou um xadrez livre de piedade no aproveitamento.

A última vitória desta rodada veio, finalmente!, para Karjakin contra Harikrishna. Em algo pouco usual, o jogador indiano cometeu um grave erro no lance 12 – e o “sacrifício” de peça de Karjakin, com a subsequente troca de torre por duas peças, mas com três peões a mais, foi um pequeno presente para o próximo desafiante à Coroa Mundial.

Radjabov x Giri e Eltaj x Mamedov terminaram em empate.

 

Combo Calculo folder

 

Classificação

 

Após 3 rodadas, a classificação é a seguinte:

 

JogadorPts
1Caruana, Fabiano2.5
2Giri, Anish2
3Harikrishna, P.1.5
Mamedov, Rauf1.5
Karjakin, Sergey1.5
Radjabov, Teymur1.5
Safarli, Eltaj1.5
Mamedyarov, Shakhriyar1.5
9Hou, Yifan1
10Eljanov, Pavel0.5

 

A próxima rodada, amanhã, vai trazer os seguintes confrontos:

 

Rodada 4 – 29.05.2016
Anish GiriP. Harikrishna
Pavel EljanovSergey Karjakin
Hou YifanShak Mamedyarov
Rauf MamedovFabiano Caruana
Teymur RadjabovEltaj Safarli

 

Quem você acha que leva?

 

Reveja o vídeo gratuito em que o GM Rafael Leitão analisa a partida Anand 1-0 Wesley So, ocorrida na edição de 2015 do Memorial Gashimov!

 

Escrito por Equipe Academia de Xadrez Rafael Leitão 28.05.2016.

No comments

Deixe seu comentário