Rússia vs China: Vitória Russa!

    Todos os anos, desde 2001, os times da China e a da Rússia realizam interessantes duelos amistosos – o ano passado, por exemplo, tivemos “Karjakin vs China” (clique no link para entender melhor o inusitado confronto). Desta vez o encontro das duas superpotências enxadrísticas, realizado em Moscou, foi constituído por cinco homens e cinco mulheres e disputado por meio do sistema “Scheveningen” em que cada jogador enfrenta cada jogador da equipe rival – totalizando, portanto, 5 rodadas (em um total de 5 partidas para cada jogador) e 10 partidas por match.

     

    China x Russia 20162

     

    Ambas as equipes não foram com força máxima. Por exemplo, o time russo não contou com Vladimir Kramnik; Sergey Karjakin; Peter Svidler; Alexander Grischuk; e Alexandra Kosteniuk. Já a China, não apresentou Ding Liren; Li Chao; Bu Xiangzhi; Hou Yifan; Ju Wenjun; e Zhao Xue.

    Contudo, isso não quer dizer que o encontro foi diminuído – ou que ficou enfraquecido, como podemos notar nas escalações dos times:

     

    RÚSSIA – ABSOLUTOCHINA – ABSOLUTO
    1GMDmitry Andreikin27431GMYu Yangyi2737
    2GMIan Nepomniachtchi27192GMWang Yue2728
    3GMDmitry Jakovenko27103GMZhou Jianchao2617
    4GMMaxim Matlakov26914GMLu Shanglei2614
    5GMDaniil Dubov26665GMWen Yang2611
    Rating Médio2706Rating Médio 2661
        
     RÚSSIA – FEMININO CHINA – FEMININO
    1GMKateryna Lagno25241WGMtan Zhongyi2509
    2GMValentina Gunina25182WGMLei Tingjie2487
    3WGMAlexandra Goryachkina24863MIShen Yang2472
    4WGMNatalija Pogonina24824MIGuo Qi2447
    5MIAnastasia Bodnaruk24295WGMDing Yixin2419
    Rating Médio2488Rating Médio2469

     

    Banner Info site 540 x 360 novo6

     

    Muito menos que os países não estavam levando a sério o embate. Por exemplo, as equipes da Rússia (absoluto e feminino) foram treinadas por nada mais nada menos do que quatro grandes mestres (!): Alexander Motylev e Vladimir Potkin (absoluto); e Sergey Rublevsky e Alexander Riazantsev (feminino) – curiosamente, a China só levou um treinador para ambas as equipes: o GM Yu Shaoteng (se eles quisessem, poderiam levar, aos menos numericamente, uns 10 treinadores para cada jogador…).

    Mas, de toda forma, o duelo amistoso terminou com a vitória apertada da equipe russa. E, na verdade, graças à equipe feminina russa.

    No absoluto, Rússia e China terminaram empatados em 12,5 x 12,5 – com 76% de empates. A melhor vitória chinesa foi, provavelmente, a de Lu Shanglei em cima de Dimitry Andreikin – numa partida cheia de golpes táticos em que o GM chinês acabou levando a melhor (veja as análises da tensa partida Shanglei x Andreikin). Já a melhor vitória russa, e inclusive o melhor desempenho individual entre todos os jogadores da competição, ficou com Ian Nepomniachtchi – 3 empates e 2 vitórias. Para exemplificar o bom desempenho de “Nepo”, vale a pena ver a forma exemplar com que ele superou a Defesa Najdorf do já citado Lu Shanglei (veja as análises da partida Nepomniachtchi x Shanglei).

    No feminino, que foi um pouco mais animado, o encontro terminou com 13 x 12 para as russas. A melhor jogadora russa foi Kateryna Lagno com, assim como Nepomniachtchi, 3,5 em 5 – 3 empates e 2 vitórias.

    A pontuação final, portanto, ficou em Rússia 25,5 x 24,5 China.

     

    China x Russia 20163

    [A equipe russa com Mark Glukhovsky, Katerina Lagno, Anastasia Bodnaruk, Aleksandra Goryachkina, Valentina Gunina, Natalia Pogonina e um de seus treinadores, O GM Sergey Rublevsky]

     

    Sem dúvida, o encontro entre os times deixou um “gostinho de quero mais”. Contudo, agora só nas Olimpíadas…

     

    Fontes:

    Site oficial

    Chessbase (fotos)

     

    Escrito por Equipe Academia de Xadrez Rafael Leitão 16.06.2016.

    No comments

    Deixe seu comentário