Os Benefícios do Xadrez na Educação das Crianças

Se existe um jogo que pode ajudar uma criança a desenvolver raciocínios e criar relações sociais saudáveis, esse jogo é o xadrez. Jogo de tabuleiro, em que pensar e elaborar estratégias são ações fundamentais para vencer uma partida, o xadrez é um aliado importante na educação infantil.

 

Está sem tempo para ler o artigo? Escute a versão em áudio!

 

Os benefícios do xadrez fazem com que o aprendizado da criança englobe criatividade, autoestima e respeito ao outro. Tanto que a Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) estimula a prática no ambiente escolar e criou o Comitê de Xadrez Escolar, para que seu uso seja uma ferramenta pedagógica.

Quer saber quais são os benefícios do xadrez na educação infantil? Acompanhe!

 

Ensina a saber perder

Como em qualquer esporte, no xadrez há derrotados e vencedores. Mas o ambiente cordial em que uma partida de xadrez é disputada faz com que a derrota seja mais bem assimilada. Além disso, quem perde tem mais consciência do esforço que fez para vencer a partida — e toda a derrota, assim como a vitória, é resultado de um esforço individual nesse jogo.

 

Desenvolve raciocínio e concentração

O xadrez exige que seu praticante enxergue várias jogadas à frente. Ele deve fazer simulações mentais dos seus movimentos e de como o seu adversário irá reagir. Para isso, seu repertório de conhecimento deve ser amplo, para que ele tenha capacidade de encontrar os melhores movimentos das peças.

Isso força a criança a raciocinar e ter concentração. Aliás, essa é uma das características do xadrez, um jogo que exige atenção total mesmo quando se espera o adversário jogar.

 

Trabalha a paciência

Crianças sempre querem fazer várias coisas ao mesmo tempo. Estão descobrindo o mundo e sentem curiosidade. Numa época em que aparelhos eletrônicos, como celulares e tablets, são multitarefas, o jogo de xadrez trabalha o contrário.

Paciência é fundamental no jogo. Esperar pelo movimento do adversário é saber dar chance para que ele faça o melhor dele. Enquanto isso, a criança deve ficar concentrada no jogo, sem realizar outras atividades.

 

Provoca a imaginação

Cada movimento no xadrez abre uma infinidade de opções. E como cada peça tem seu movimento particular, somadas essas duas características, a criança tem à sua frente um universo inteiro para criar e imaginar. Precisará usar da versatilidade para aplicar as regras e tentar superar o adversário.

Cria maturidade na tomada de decisões

Um movimento errado pode significar uma derrota no xadrez. E a criança irá, então, ter que lidar com seus próprios erros e saber administrá-los. Como outro benefício do xadrez é oferecer chances para se redimir, a criança pode encontrar uma saída para consertar aquele problema. A solução terá que vir dela, sem interferência de adultos.

 

Ajuda a assimilar outras disciplinas

Todo o raciocínio desenvolvido em torno do xadrez ajuda a criança a encarar com mais facilidade matérias do currículo escolar. A matemática é a que mais vantagem leva, pois requer recursos que o xadrez também exige: lidar com probabilidade, progressões, geometria (o movimento do cavalo, por exemplo, exige da criança entender movimentos no espaço que não são lineares).

Outras matérias também ganham com a adesão do xadrez na escola, como história, pois o aluno desenvolve concentração e capacidade de analisar o tabuleiro como um todo, assim como essa disciplina.

O aluno só tem a ganhar aprendendo xadrez na escola. E a escola deve ter a preocupação de, ao inserir o jogo de tabuleiro no ambiente, manter uma orientação constante, de forma que as crianças não se vejam sozinhas diante do jogo.

O que achou da aplicação do xadrez para crianças nas escolas? Deixe seu comentário!

20 Respostas a “Os Benefícios do Xadrez na Educação das Crianças”

  • Anônimo

    Muito bom texto bem lúdico no que diz respeito ao mundo de hoje que as crianças estão cada vez mais se dispersando de construir sua personalidade, pois se apegam cada vez mais com ferramentas mecânicas e eletrônicas. O xadrez vem suprir esse problema trazendo os elementos da arte e ciência, conjugados para trabalhar a questão interdisciplinar do xadrez com outras áreas do conhecimento.

  • Kelvin Schmoeller Alberton

    Excelente texto. Vou repassar para pais e professores.Posso colocar no blog do xadrez da minha cidade?Abraço

  • Rafael Leitão

    Obrigado pelo comentário. Vou mais adiante ainda: o problema da dispersão hoje em dia afeta não apenas crianças, mas também adultos. Com certeza o xadrez pode ser usado como ferramente para treinar a concentração e o foco.

  • Rafael Leitão

    Obrigado pelo elogio. Pode repassar o texto, peço apenas que dê o crédito e, se possível, coloque um link para o blog :)

  • Frederico Simões Soares

    Bom texto Rafael realmente o xadrez traz um leque de entretenimento para quem se disponibiliza a conhecê-lo. Infelizmente ainda em nosso país vivenciamos a cultura do imediatismo midiático em que as pessoas se expõe ao máximo em busca de 15 minutos de fama e não são incentivados valores como o esporte e outras atividades saudáveis. E em se tratando de xadrez, a batalha é longa para populariza-lo no Brasil.

  • Alanalvarez

    excelente texto , para difunbdirlo en mie escuela de ajedrez

  • José Carlos Gonçalves Pereira

    Estamos pesquisando este tema em nossa Organização do Terceiro Setor e gostaríamos de trocar ideia com todos os interessados, acessem nosso site http://abxadrezpedagogico.wix.com/brasil

  • Geraldo J F

    Esses pontos e outros, todos interessantes e ao final, "O aluno só tem a ganhar aprendendo xadrez na escola", me faz pensar como anda o movimento de Xadrez nas Escolas!
    Em vários estados, sei, há pessoas, grupos, etc., empenhados em tornar o xadrez uma opção boa para os alunos.
    Estou desatualizado, mas o tema é muito importante para mim.
    Sucesso, e que se espalhe como brisa suave essa sua possibilidade aqui, Rafael!

  • Jaime Stone

    Eu trabalho como instrutor de xadrez em Feira de Santana, em vários colégios, em 8 anos de atividade já trabalhei com mais de 4.000 alunos. Crianças de 7 anos ate adultos é posso confirmar que o xadrez é uma excelente ferramenta na educação, melhorando as notas em outras disciplinas e melhorando consideravelmente a auto-estima dos alunos !

  • Arlindo Mendes

    Rafael....sou professor de xadrez à muitos anos,desde Brasilia.Agora estou em São Luís-MA.Como posso trabalhar nas escolas públicas do Maranhão,ministrando aulas ??

  • Lindomar Tonini

    Sempre nos proporcionando ótimos artigos, parabéns pelo trabalho Mestre. Sem margens de dúvidas, o que foi apresentado no texto é de suma importância para o cotidiano escolar.

  • Daiana Kopp

    Eu amei!!! Vou colocar no meu projeto! Darei o devido crédito!
    Parabéns!

    • Rafael Leitão

      Obrigado! Compartilhe à vontade!

  • Luiz Fernando Bessa

    Que livro sugerem para ensinar princípios básicos (não a mover peças, mas conceitos como valor das peças, importância do roque, dominar o centro, etc.) para crianças de 8-10 anos?

  • Maria claudia HOFFMANN

    Bom dia, Rafael.

    A partir de que idade aconselha o xadrez?

    • Rafael Leitão

      Olá!

      Recomendo junto com a alfabetização, por volta de 5,6 anos.

  • Vanessa fermino

    Meus filhos participa anos do xadrez e me sinto elongiada em saber que o xadrez trás benefícios bom para eles. ele adorao jogar e agradeço a todos pelo ensentivo que eles dão para nossas crianças obrigada

  • Henri

    Meu filho tem 6 anos e joga a um ano já, comprei um tabuleiro e tomei a iniciativa. Ele adora jogar, hoje ele me venceu e ficamos nós dois muito felizes!

    • Rafael Leitão

      Parabéns!

  • Cláudia Auad

    Parabéns pelo artigo, minha neta tem 6 anos e partiu dela querer aprender xadrez. E por coincidência ela está tendo aula de xadrez na escola onde estuda. Estamos todos envolvidos e aprendendo juntos é muito bom. Sou professora e estou buscando fazer curso, para que possa me capacitar e passar o aprendizado aos meus alunos.

Deixe seu comentário