Por que o Brasileiro Amador é Um Dos Torneios Mais Emocionantes do Xadrez Nacional

Quem não gostaria de participar de um torneio de xadrez com possibilidades reais de título? A esperança de levantar o troféu atrai os jogadores para as competições focadas até determinados níveis. São os conhecidos, e cada vez mais populares, torneios sub-2200 até sub-1600.

Além da possibilidade de subir no lugar mais alto do pódio, outra vantagem desse tipo de competição é o equilíbrio das partidas. Em um torneio aberto, por exemplo, um jogador com rating intermediário pode passar a maior parte do torneio na “gangorra”, oscilando entre adversários muito mais fracos e muito mais fortes. Por outro lado, em um torneio “sub”, as partidas são mais equilibradas e, naturalmente, mais emocionantes para os jogadores.

 

Brasileiro Amador 2019

Por essas e outras razões, 274 enxadristas estiveram em São Paulo, entre os dias 20 e 23 de junho, para participar do tradicional Campeonato Brasileiro Amador, disputado nas categorias: sub-2200, 2000, 1800 e 1600. Além do status de campeão brasileiro, os três primeiros colocados de cada categoria receberam o título de Mestre Nacional e os dois primeiros, também de cada categoria, garantiram vaga na Semifinal do Campeonato Brasileiro Absoluto

 

Conheça os 12 Novos Mestres Nacionais do Brasil

 

Sub 2200

1-Lucas Costamilan Tomiello (2088)

2-Mateus Costamilan Tomiello (2062)

3-Victor Labussiere (2096)

 

Sub 2000

1-Dayan Kuhn Deste (1993)

2-Danyel Angelo Aquino Oliveira (1876)

3-Glauber de Bona (1976) 

 

Sub 1800

1-Vitor Moraes Correia (sem rating)

2-Saulo Freitas da Justa (1659)

3-Julia Brunetto Rodio (1756) 

 

Sub 1600

1-Renan Roberto Gil (sem rating)

2-Francisco Mota Pereira Neto (1473)

3-Isis Carvalho (1400)

Com apenas 12 anos, Isis Carvalho é uma das promessas do xadrez feminino brasileiro. Isis ficou na terceira colocação do Campeonato Brasileiro Amador sub-1600 e conquistou o título de Mestre Nacional

 

Você já participou de algum torneio limitado à determinada faixa de rating? Foi realmente mais emocionante? Conte a sua experiência nos comentários.

Gostou do artigo? Então compartilhe nas redes sociais.

Texto escrito pelo MF William Cruz.

Imagens: Xadrez Total

 

4 Respostas a “Por que o Brasileiro Amador é Um Dos Torneios Mais Emocionantes do Xadrez Nacional”

  • PAULO HENRIQUE

    2-Francisco Mota Pereira Neto (1473) é meu aluno e tem 15 anos, foi o segundo mais jovem depois de Isis e o segundo do Estado de Sergipe.

    • Rafael Leitão

      Parabéns!

  • Renan

    Sub 1600 é um nível muito baixo para dar título de mestre nacional não importando a idade.qualquer inciante treinando 2 meses chega neste nível.

    • Jairo Sérgio Castro Vasconcelos

      Concordo plenamente. Gosto muito de jogar esse torneio (já joguei 2 vezes), meu rating atual é 1620 e acho que a única razão para a CBX banalizar o título de Mestre Nacional (ao invés de valorizá-lo) é dinheiro (faturar com as homologações). Se utilizasse um qualificador antes do título ("aspirante a", "candidato a" ou algo equivalente) estaria tudo certo. Mas "Mestre Nacional" na faixa de 1400 pontos? Me tira o tubo. Isso é um desrespeito a muitas pessoas que ralaram para conseguir a verdadeira qualificação para esse título, que é obter um Elo de 2200 pontos.

Deixe seu comentário