Carlsen x Karjakin – 10ª Partida

 

 

Parem as prensas (virtuais) d´Academia! I’ll be back? Sim!

 

carka_102

 

A décima partida começou com Carlsen e Karjakin mantendo a fidelidade aos seus estilos e aberturas: o 1.e4 de Magnus mais uma vez encontrou a Berlinesa de Karjakin. Contudo, desta vez, o norueguês escolhendo 4.d3 – deixando, mais uma vez, “a luta para depois”. Para o futuro – entendem a sutileza com a referência cinematográfica acima?

Após algumas tranquilas, mas sutis manobras de ambos os lados, o foco da partida foi todo concentrado na ala do Rei. E a posição parecia razoavelmente igualada – os peões dobrados das pretas, além de estarem no centro, possibilitavam algum contra-jogo pela coluna “f”; as Brancas mantinham uma boa e flexível estrutura de peões, além de, claro, sempre estar de olho no final (tudo isso lá pelo lance 20). E há quem tenha até visto algumas sequências de empate para o desafiante. Mas não era para tanto. A posição somente aparenta simplicidade. Análises, análises…Computadores, computadores… Máquinas…

 

carka_103

 

Com a posterior troca de damas, Carlsen entrou em seu habitat natural: um final com quase microscópica vantagem (25.Rg2). O norueguês dava sinais de que não iria fugir de sua essência, mesmo tendo que vencer para igualar o match. Uma sábia decisão. E que surgiu depois foi o jogo magistral do ainda, até que termine o match, Campeão Mundial: uma leve pressão; trabalhando o final e colocando, gradativamente, pequenos problemas ao adversário. Karjakin, obviamente, seguia “nas cordas” (pois é, claramente, a sua estratégia – ou limitação?).  Por exemplo: 33… Ch8 (vale de tudo para se defender e para escapar de um Exterminador).

A condução de Carlsen foi tão elegante quanto sutil. Pequena pressão no centro; pequena pressão na ala da dama. Melhoram-se as torres; Melhora-se o cavalo… E depois da fixação do centro, a vantagem de Magnus começou a ficar ainda mais concreta. Talvez Karjakin tenha superestimado a própria capacidade defensiva.

O Rei das pretas corria e tenta ajudar na defesa… Mas as peças pretas por trás dos seus peões paralisantes foram figurantes de luxo. Problemas na ala da dama; Problemas na ala do Rei. Difícil dizer, exatamente, todos os erros de Karjakin. Não foram erros enormes. Mas foi o suficiente para uma máquina. Mas é bom que se diga: para uma máquina humana. Que, diferente da sua contraparte inanimada, apesar das limitações humana, ainda consegue sonhar. E, com certeza, o sonho não acabou.

 

carka_104

 

Não há muito mais o que falar. Nossos comentários aqui, que fogem um pouco da análise enxadrística mais balizada (esta deixamos com nosso GM Rafael Leitão), não irão conseguir nunca toda a harmoniosa beleza da condução das brancas. Fica só o resultado aparentemente frio (mas humano. Demasiadamente humano): Magnus Carlsen 1 x 0 Sergey Karjakin!

O alívio de Carlsen na coletiva de impressa era visível. E o humilde e honrado Karjakin, apesar de certo abatimento, esteve na coletiva, respondeu as perguntas e até mesmo sorriu – ou fez alguma piada.

Depois de tudo que passou, será que Carlsen está satisfeito com o match e irá apostar nas partidas rápidas? Onde ainda irá pressionar nas duas últimas? Karjakin seguirá sua estratégia até aqui ou vai partir para uma ofensiva surpresa?

Falta pouco. Mas ainda há muito. O futuro é nosso.

 

FONTE

Site Oficial

Chess24

Chess Base

 

Escrito por Equipe Academia de Xadrez Rafael Leitão 27-11-2016

3 Respostas a “Carlsen x Karjakin – 10ª Partida”

  • Reginaldo dias

    O responsável por esses textos da academia trata o desafiante, um atleta da elite do xadrez mundia, com impressionante menosprezo. Até parece que o desafiante não passa de um Forrest Gump. Não vejo o mesmo tom em outros sítios eletrônicos, nacionais e internacionais, que venho acessando. Salvo melhor juízo, o desafiante vem cumprindo ótimo papel, ameaçando conquistar o título ou exigindo, conforme anunciou, que o campeão mundial dê o melhor de si para preservar a coroa.

    • JOSE EDUARDO

      Concordo!

  • Jailton Mendes

    mimimi
    Carlsen TriCampeão 2013/2014/2016...!!

Deixe seu comentário