Magnus Carlsen Confirmado na Copa do Mundo!

A Copa do Mundo da FIDE é uma emocionante competição realizada a cada 2 anos, em que 128 jogadores enfrentam-se, por eliminatórias, primeiramente, em miniduelos de 2 partidas pensadas. Caso o minimatch termine empatado, o ritmo vai diminuindo, do rápido ao blitz, chegando finalmente ao apocalíptico Armageddon – no qual as pretas jogam com menos tempo, mas possuem o empate a seu favor. Traduzindo: haja coração! Este ano o torneio acontece na cidade georgiana de Tbilisi.

 

E a Copa do Mundo é, sem dúvida, junto com o Campeonato Mundial, o Torneio dos Candidatos, e as Olimpíadas, um dos eventos mais aguardados do xadrez mundial. Mas com a vantagem, em relação as outras competições citadas, de incluir os eletrizantes ritmos mais dinâmicos (embora, ultimamente, o Campeonato Mundial seja decidido mais nesses ritmos do que nas partidas pensadas… Mas isto é outra história…).

 

Na sua última edição, o vencedor da Copa do Mundo foi o russo Sergey Karjakin – numa emocionante final contra o seu compatriota Peter Svidler (vale a pena ver de novo).

 

 

 

A maioria dos jogadores classifica-se para a Copa do Mundo por meio dos Campeonatos Continentais e Zonais. Entretanto, também participam: os 2 últimos jogadores que disputaram o duelo pelo Campeonato Mundial (guarde esta informação!); os semifinalistas da última Copa do Mundo; os Campeões Mundiais Juvenis dos dois últimos anos; 46 jogadores classificados nos campeonatos europeus do ano passado e deste ano; 5 jogadores designados pela FIDE; 4 jogadores indicados pelos organizadores locais; 20 jogadores selecionados através do rating FIDE.

 

[Os GMs Felipe El Debs (primeiro plano, à direita) e Alexandr Fier (no fundo) serão os representantes do Brasil]

 

Além do enorme desafio (o torneio acaba durando quase um mês), e da boa premiação (destacaremos mais tarde), os finalistas da Copa do Mundo ganham “passe-livre” para o Torneio de Candidatos. Mas… E se um dos participantes não estiver interessado no Torneio de Candidatos, pois… Ele é o Campeão Mundial?(!).

 

 

 

Pois é. É isso mesmo que você está pensando. Foi confirmado recentemente que o atual campeão mundial, o norueguês Magnus Carlsen também irá disputar a Copa do Mundo!  (lembra da informação que pedimos para você guardar? “Os 2 últimos jogadores que disputaram o duelo pelo Campeonato Mundial” têm vaga garantida para a Copa!). Mas o curioso é: sendo a competição uma via de acesso para o Torneio de Candidatos, caso Magnus chegue à final da Copa, fica a pergunta: ele poderia jogar o Candidatos? – mesmo que, obviamente, isso não fosse preciso já que ele é o campeão mundial. Mas digamos que ele resolva jogar os Candidatos e ganhe. E aí? Não tem disputa do título mundial? Ou ele enfrenta o segundo colocado? Ou ele enfrenta ele mesmo?

 

Estes “bugs” na Matrix nunca foram previstos pelas normas da FIDE e, caso alguma delas aconteça, será interessante ver como a entidade maior do xadrez mundial irá se portar.

 

 

[Remake de “O clone”?]

 

Independentemente disso, saber que Carlsen estará na Copa do Mundo é uma excelente surpresa para nós. Além disso, vale ressaltar que o norueguês demorou um bom tempo para entrar no ciclo de disputa para o título máximo do xadrez justamente por não concordar com a maneira como ele era feito. Magnus defendia exatamente o sistema de eliminatórias. Será que este é um sinal de que o campeão mundial ainda não mudou de opinião? De toda forma, segue a declaração dada por Carlsen em 2015:

 

“Em suma, estou muito convencido de que o mundo do xadrez deve retornar a um sistema mais justo. Como poderia ser? Durante muito tempo eu pensei que o mais conveniente e justo seria voltar a um torneio eliminatório anual, semelhante à Copa do Mundo. Esta mudança melhoraria as possibilidades de ser coroado Campeão do Mundo quase qualquer jogador, com exceção do atual campeão do mundo e, eventualmente, alguns outros jogadores da elite mundial que já não poderiam se favorecer do formato atual. Se fossem criados torneios classificatórios regionais, combinado com patamares determinados pelo rating, e envolvendo todos os jogadores da elite mundial e com o título máximo em jogo, eu realmente acho que isso tornaria o circuito do Campeonato do Mundo mais acessível para qualquer um. Por isso, reitero que recomendo à FIDE que procure modernizar o formato do ciclo do Campeonato do Mundo”.

 

Por fim: segue a lista extraoficial de todos os 128 jogadores que entraram em disputa. Será que teremos mais alguma surpresa?

 

a) O Campeão do Mundo e os semifinalistas da Copa do Mundo de 2015

  1. M. Carlsen (NOR)
  2. S. Karjakin (RUS)
  3. P. Svidler (RUS)
  4. P. Eljanov (UKR)
  5. A. Giri (NED)

 

b) Os campeões mundiais juvenis de 2015 e 2016

  1. M. A. Antipov (RUS)
  2. J. Xiong (USA)

 

c) 18 jogadores da elite – tomando a média de pontuação de janeiro de 2017:

  1. F. Caruana (USA) 2807.91
  2. V. Kramnik (RUS) 2807.58
  3. M. Vachier-Lagrave (FRA) 2799.50
  4. L. Aronian (ARM) 2789.33
  5. H. Nakamura (USA) 2786.25
  6. Wesley So (USA) 2781.41
  7. V. Anand (IND) 2774.33
  8. Ding Liren (CHN) 2767.66
  9. P. Harikrishna (IND) 2760.50
  10. S. Mamedyarov (AZE) 2757.08
  11. A. Grischuk (RUS) 2749.33
  12. Li Chao (CHN) 2744.33
  13. M. Adams (ENG) 2736.08
  14. D. Andreikin (RUS) 2734.75
  15. B. Gelfand (ISR) 2734.41
  16. Yu Yangyi (CHN) 2732.50
  17. I. Nepomniachtchi (RUS) 2732.33
  18. R. Rapport (HUN) 2729.50
  19. E. Tomashevsky (RUS) 2724.25

 

d) 46 jogadores classificados através dos campeonatos da Europa de 2016 e 2017:

  1. E. Inarkiev (RUS) 2016
  2. I. Kovalenko (LAT) 2016
  3. B. Jobava (GEO) 2016
  4. D. Navara (CZE) 2016
  5. F. Vallejo Pons (ESP) 2016
  6. R. Wojtaszek (POL) 2016
  7. K. Piorun (POL) 2016
  8. L. Fressinet (FRA) 2016
  9. A. Goganov (RUS) 2016
  10. D. Dubov (RUS) 2016
  11. N. Vitiugov (RUS) 2016
  12. I. Cheparinov (BUL) 2016
  13. E. Najer (RUS) 2016
  14. R. Hovhannisyan (ARM) 2016
  15. S. Zhigalko (BLR) 2016
  16. M. Palac (CRO) 2016
  17. I. Salgado Lopez (ESP) 2016
  18. A. Dreev (RUS) 2016
  19. D. Anton Guijarro (ESP) 2016
  20. K. Stupak (BLR) 2016
  21. L. D. Nisipeanu (GER) 2016
  22. A. Tari (NOR) 2016
  23. A. Demchenko (RUS) 2016
  24. M. Matlakov (RUS) 2017
  25. V. Fedoseev (RUS) 2017
  26. D. Fridman (GER) 2017
  27. A. Motylev (RUS) 2017
  28. J. K. Duda (POL) 2017
  29. D. Howell (ENG) 2017
  30. M. Kravtsiv (UKR) 2017
  31. A. Areshchenko (UKR) 2017
  32. M. Bluebaum (GER) 2017
  33. B. Grachev (RUS) 2017
  34. V. Kunin (GER) 2017
  35. B. Bok (NED) 2017
  36. G. Jones (ENG) 2017
  37. E. Bacrot (FRA) 2017
  38. H. Melkumyan (ARM) 2017
  39. D. Mastrovasilis (GRE) 2017
  40. V. Artemiev (RUS) 2017
  41. M. Rodshtein (ISR) 2017
  42. A. Aleksandrov (BLR) 2017
  43. V. Erdos (HUN) 2017
  44. Y. Kuzubov (UKR) 2017
  45. L. Lenic (SLO) 2017
  46. J. Hjartarson (ISL) Nordic Zonal

 

e) 20 jogadores da América:

  1. A. Onischuk (USA) Zonal 2.1
  2. V. Akobian (USA) Zonal 2.1
  3. Y. Zherebukh (USA) Zonal 2.1
  4. B. Sambuev (CAN) Zonal 2.2
  5. J. Ruiz Castillo (COL) Zonal 2.3
  6. Y. Gonzalez Vidal (CUB) Zonal 2.3
  7. J. Cori (PER) Zonal 2.4
  8. F. El Debs (BRA) Zonal 2.4
  9. S. Mareco (ARG) Zonal 2.5
  10. L. Krysa (ARG) Zonal 2.5
  11. E. Cordova (PER) Continental 2016
  12. A. Lenderman (USA) Continental 2016
  13. A. Kovalyov (CAN) Continental 2016
  14. D. Flores (ARG) Continental 2016
  15. S. Sevian (USA) Continental 2017
  16. N. Delgado Ramirez (PAR) Continental 2017
  17. A. Bachmann (PAR) Continental 2017
  18. L. Bruzon (CUB) Continental 2017
  19. Y. Bacallao Alonso (CUB) Continental 2017
  20. A. Fier (BRA) Continental 2017

 

f) 20 jogadores de Ásia e Oceania:

  1. Sethuraman S.P. (IND) Continental 2016
  2. Le Quang Lie (VIE) Continental 2016
  3. Wei Yi (CHN) Continental 2016
  4. Murtas Kazhgaleyev (KAZ) Continental 2016
  5. Deep Sengupta (IND) Continental 2016
  6. Pourramezanali Amirreza (IRI) Zonal 3.1
  7. Mollah Abdullah Al Rakib (BAN) Zonal 3.2
  8. Yeoh Li Tian (MAS) Zonal 3.3
  9. Nguyen Ngoc Truong Son (VIE) Zonal 3.3
  10. J. Vakhidov (UZB) Zonal 3.4
  11. Muhammad Khusenkhojaev (TJK) Zonal 3.4
  12. Liu Guanchu (CHN) Zonal 3.5
  13. Dai Changren (CHN) Zonal 3.5
  14. Anton Smirnov (AUS) Zonal 3.6
  15. Karthikeyan Murali (IND) Zonal 3.7
  16. Wang Hao (CHN) Continental 2017
  17. Bu Xiangzhi (CHN) Continental 2017
  18. Vidit Santosh Gujrathi (IND) Continental 2017
  19. Batchuluun Tsegmed (MGL) Continental 2017
  20. Sadorra Julio Catalino (PHI) Continental 2017

 

g) 6 jogadores da África:

  1. M. Haddouche (ALG) Zonal 4.1
  2. E. El Gindy (EGY) Zonal 4.2
  3. K. Solomon (RSA) Zonal 4.3
  4. O. Balogun (NGR) Zonal 4.4
  5. Amin Bassem (EGY) Continental 2017
  6. D. Cawdery (RSA) Continental 2017
  7. h) 1 ACP Tour Qualifier
  8. V. Ivanchuk (UKR)

 

i) 5 jogadores designados pela FIDE:

  1. R. Ponomariov (UKR)
  2. Hou Yifan (CHN)
  3. B. Adhiban (IND)
  4. K. Kulaots (EST)
  5. H. D. Ziska (FAI)

 

j) 4 jogadores designados pelos organizadores locais:

  1. L. Pantsulaia (GEO)
  2. T. Radjabov (AZE)
  3. M. Mchedlishvili (GEO)
  4. N. Dzagnidze (GEO)

 

Chega logo, Copa do Mundo!

 

 

FONTES

Chess Base

 

Escrito por Equipe Academia de Xadrez Rafael Leitão 02.08.2017.

Gostou? Compartilhe esse conteúdo nas redes sociais!

 

One Reply to “Magnus Carlsen Confirmado na Copa do Mundo!”

  • Gustavo Aguiar Rocha da Silva

    Vasily Ivanchuk?

Deixe seu comentário