Fier Garante Vaga na Copa do Mundo!

Fier Garante Vaga na Copa do Mundo!

XII Continental das Américas

GM Fier: mais uma vaga para o Brasil na Copa do Mundo!

 

Em Medellín, uma das importantes cidades da Colômbia, disputou-se, de 9 a 18 deste mês, o XII Campeonato Continental das Américas. O forte torneio, jogado em 11 rodadas, contou com a participação de 256 jogadores, sendo 152 titulados (29 GMs; 1 WGM; 42 MIs; 9 WIMs; 43 MFs; 10WMFs; 12 CMs; 6 WCMs), de 19 países.

 

Sem contarmos com o país sede, a maior delegação foi a da Venezuela (16 jogadores) e, logo atrás, a delegação Brasileira  (14 jogadores!). O “time brasil” foi composto por: GM Alexandr Fier (2576); GM Krikor Mekhitarian (2542); MI Renato Quintiliano (2483); MI Roberto Molina (2464); MI César Umetsubo (2381); MF Álvaro Aranha (2355); MF Luismar Brito (2250); MF Wagner Madeira (2185); WMF Suzana Chang (2127); Milton Okamura (2085); MF David Borensztajn (1950); Elias Moyses (1938); Hamilton Mesquita do Prado (1765); e Daniel Sanches.

 

Mas, além da boa premiação, a maior atração do evento era a conquista das tão sonhadas vagas para a Copa do Mundo da FIDE que acontecerá de 2 a 28 de Setembro em, Tbilisi, Geórgia. Sim, isso mesmo, Tbilisi, terra onde reside atualmente o nosso multicultural GM Alexandr Fier – que, curiosamente, saiu lá de Tbilisi, onde será a Copa, para Medellín, em busca de uma vaga. Este mundo moderno é mesmo muito maluco (tanto quanto as selfies de 360º que o nosso GM Fier anda viciado).

 

Aproveite a incrível promoção com 88 horas de cursos de cálculo!

 

O Torneio

 

Nada menos do que 6 vagas para a Copa do Mundo estavam em jogo neste Continental. A abertura de um grande número de vagas deu-se pela quantidade de bandeiras que disputavam o evento, além do fato de alguns jogadores que estavam na competição já possuírem vaga garantia através de outros torneios. Os jogadores que já possuíam vaga eram: os GMs peruanos Jorge Cori (2618) e Emílio Córdova (2651); o GM argentino Diego Flores (2576); e o GM canadense Anton Kovalyov (2643).

 

Apesar do favoritismo de nomes como do GM venezuelano Eduardo  Iturrizaga (2663); o GM paraguaio Axel Bachmann (2653); do já citado GM Córdova, e do GM cubano Lázaro Bruzón (2650), quem levou a melhor ao final foi o jovem GM norte-americano Samuel Sevian (2601).

 

GM norte-americano Samuel Sevian: Campeão do XII Continental das Américas

 

Participe da palestra gratuita “O Método de Treinamento do GM Rafael Leitão”

 

Sevian, de apenas 16 anos, e que é o GM mais jovem da história dos EUA (13 anos, 10 meses e 27 dias), com essa vitória pode somar mais um recorde para a sua já promissora carreira: a de ser o campeão mais jovem de um Continental. Ele era o número oito do torneio e terminou a competição com 8,5 pontos (6 vitórias e 5 empates) e com uma performance de 2701 e mais 16,7 pontos de rating. Jorge Cori e Neuris Delgado (2613) fecharam o pódio.

 

Cori, Sevian e Neuris: O pódio do Continental das Américas.

 

Além de Sevian, Cori e Neuris, outros seis jogadores também somaram 8,5 pontos. Os já referidos GMs Axel Bachmann, Emílio Córdova, Lázaro Bruzón e Diego Flores, mais o GM cubano Alonso Bacallao (2554).

 

E de todos esses jogadores com 8,5 pontos, três já possuíam vaga para a Copa do Mundo – como já dito. Cori (segundo lugar); Emílio Córdoba (quinto); e Diego Flores (oitavo). Portanto, cinco jogadores estavam conquistando as suas vagas agora: Sevian (campeão); Neuris (terceiro); Bachman (quarto); Bruzón (sexto); e Bacallao (sétimo).

 

Ou seja: faltava ainda uma vaga para ser preenchida, mas essa seria disputada num desempate de partidas rápidas entre todos os jogadores que somaram 8,0 pontos – com exceção do GM canadense Anton Kovalyov, que, repetindo, já estava classificado.

 

Mas, em resumo, o Top 10 do Continental terminou assim:

 

Rk. Inic. Nome FED EloI Pts.
1 8 GM Sevian Samuel USA 2601 8,5
2 6 GM Cori Jorge PER 2618 8,5
3 7 GM Delgado Ramirez Neuris PAR 2613 8,5
4 2 GM Bachmann Axel PAR 2653 8,5
5 3 GM Cordova Emilio PER 2651 8,5
6 4 GM Bruzon Batista Lazaro CUB 2650 8,5
7 16 GM Bacallao Alonso Yusnel CUB 2554 8,5
8 13 GM Flores Diego ARG 2567 8,5
9 10 GM Fier Alexandr BRA 2576 8,0
10 5 GM Kovalyov Anton CAN 2643 8,0

 

Melhore seu xadrez agora mesmo com a liberação de todos os vídeos da Academia!

Desempates

 

Sendo assim, os jogadores que entraram para o desempate atrás da última vaga do Continental para a Copa do Mundo foram: o GM Eduardo Iturrizaga, os GM norte-americanos Alejandro Ramírez (2579), Robert Hungaski (2513) e Gregory Kaidanov (2550); o MI peruano Deivy Vera (2526) e, claro, o nosso GM Alexandr Fier (2558).

 

Hungaski x Fier

 

No “tempo regulamentar” Fier jogou um excelente torneio. 5 vitórias e 6 empates. Destaque para as suas vitórias contra os GMs norte-americanos Kaidanov (quarta rodada) e Hungaski (décima rodada). Performance de 2648 e mais 12,3 pontos de rating.

 

E no emocionante desempate… Mais uma vez brilhou o talento do nosso destemido GM! Nas quatro primeiras partidas Fier venceu o GM Hungaski  (mais um vez), e o também norte-americano GM Alejandro Ramirez, e empatou com o MI Vera e o GM Kaidanov. Com esses resultados Fier chegou na última partida do desempate com 3,0 pontos. O mesmo número de pontos que o GM venezuelano Iturrizaga, e, capricho do destino, o seu último adversário. Ou seja: o confronto direto desta partida definiria a última vaga.

 

Na tensa e emocionante partida, Fier, de brancas, fiel ao seus estilo, não fugiu da luta e partiu para cima do GM venezuelano. A pressão e o jogo preciso de Fier colocou o adversário, desde o início, numa posição muito incômoda e de difícil defesa. Chegando no apuro de tempo o nosso GM conseguiu o arremate (veja aqui!) e, assim, levar a última vaga deste Continental para a Copa do Mundo. Alexandr Fier, é do Brasil sil sil! (E vale ressaltar: Iturrizaga é, atualmente, o jogador número 1 da América Latina)

 

Fier: o Cara!

 

Somente um brasileiro, antes deste Continental, tinha conquistado vaga para a Copa. O GM Felipe El Debs no Zonal 2.4., que aconteceu em Florianópolis, no mês de abril.

 

Esta será a primeira Copa do Mundo do GM El Debs e a quinta (!) seguida do GM Fier.

 

Time Brasil

 

A numerosa delegação brasileira, no geral, obteve bons resultados, mas acabou deixando um pouco a desejar – haja vista a quantidade de rating deixado por lá. Dos 14 brasileiros, apenas o GM Fier e o MI Umetsubo conseguiram ganhar alguns pontos.

 

De toda forma, o GM Krikor acabou ficando fora da briga por uma vaga apenas depois da sua derrota na nona rodada, enquanto o MI Umetsubo chegou perto de ir para o desempate junto com Fier, mas acabou perdendo a última rodada para o GM Kaidanov.  Foi por pouco.

 

Umetsubo x Cristhian Cruz

 

A classificação dos brasileiros terminou assim:

 

9º GM Alexandr Fier; 35º GM Krikor Mekhitarian; 47º MI Roberto Molina; 48º MI Cesar Umetsubo; 73º MF Alvaro Aranha Filho; 80º MI Renato Quintiliano; 104º MF Luismar Brito; 126º Milton Kasuo Okamura; 134º FM Wagner Martins Madeira; 152º WFM Suzana Chang; 229º Elias Moyses Sobrinho; 232º MF David Borensztajn; 247º Hamilton Mesquita do Prado; e 253º Daniel Sanches.

 

Agora é torcer para os GMs Fier e El Debs na Copa do Mundo!

 

FONTES

Chess Base

Site Oficial

 

Escrito por Equipe Academia de Xadrez Rafael Leitão 20-06-2017

 

Gostou? Compartilhe esse conteúdo nas redes sociais!

 

Comments ( 3 )

  • Eduardo Willian

    Só uma pequena retificação e n.1 da América Latina é o cubano Domingues e não Iturrizaga, como diz o artigo. Iturrizaga é o n.1 da América do Sul. De toda forma, o feito de Fier é uma grande conquista para o xadrez brasileiro.

    • Rafael Leitão

      Corretíssimo! Vou dar um “puxão de orelha” no redator 🙂

  • Marcio

    Achei que o numero um fosse o Mequinho.

Post a Reply