Ding Liren Vence em Moscou

E Lenhador brilha novamente 

 

De 12 a 21 deste mês de maio aconteceu, em Moscou, a segunda etapa do fortíssimo (fortíssimo mesmo) Grand Prix da FIDE. Na primeira etapa, em Sharjah (ou, em português, Xarja), nos Emirados Árabes, o campeão foi o russo Alexander Grischuk – seguido pelo francês Maxime Vachier-Lagrave e o azerbaijano Shakhriyar Mamedyarov. Mais duas etapas estão previstas para o Grand Prix: Genebra, na Suíça, no mês de julho; e Palma de Mallorca, na Espanha, no mês de novembro. E lembrando que, na soma final das quatro etapas, os dois melhores jogadores serão classificados para o Torneio de Candidatos 2018.

No total 24 jogadores participam do circuito – e, para poderem brigar por uma das duas vagas para o Torneio de Candidatos, devem disputar no mínimo três das quatro etapas do Grand Prix. Os 24 jogadores são (por ordem de rating):

 

JogadoresPaísRating
Maxime Vachier-LagraveFrança2795
Levon AronianArmênia2789
Hikaru NakamuraEUA2786
Anish GiriHolanda2785
Ding LirenChina2773
Shakhriyar MamedyarovA1zerbaijão2772
Peter SvidlerRússia2755
Pavel EljanovUcrânia2755
Ian NepomniachtchiRússia2751
Alexander GrischukRússia2750
Harikrishna PentalaÍndia2750
Michael AdamsInglaterra2747
Ernesto InarkievRússia2727
Boris GelfandIsrael2724
Li ChaoChina2722
Dmitry JakovenkoRússia2718
Teimour RadjabovAzerbaijão2710
Francisco Vallejo PonsEspanha2710
Richard RapportHungria2698
Evgeny TomashevskyRússia2696
Alexander RiazantsevRússia2671
Hou YifanChina2652
Salem SalehEAU2633
Jon Ludvig HammerNoruega2621

 

Veja nosso vídeo gratuito sobre Lances Candidatos

 

Grand Prix FIDE – Moscou 

O torneio de Moscou, disputado em 9 rodadas pelo sistema suíço, contou com a participação de 18 enxadristas – dos 24 totais do Grand Prix. Foram eles (também por ordem de rating):

 

JogadoresPaísRating
Maxime Vachier-LagraveFrança2795
Hikaru NakamuraEUA2786
Anish GiriHolanda2785
Ding LirenChina2773
Shakhriyar MamedyarovA1zerbaijão2772
Peter SvidlerRússia2755
Ian NepomniachtchiRússia2751
Alexander GrischukRússia2750
Harikrishna PentalaÍndia2750
Michael AdamsInglaterra2747
Ernesto InarkievRússia2727
Boris GelfandIsrael2724
Teimour RadjabovAzerbaijão2710
Francisco Vallejo PonsEspanha2710
Evgeny TomashevskyRússia2696
Hou YifanChina2652
Salem SalehEAU2633
Jon Ludvig HammerNoruega2621

 

Desde o início às atenções recaíram em cima dele… Shakhriyar Mamedyarov, “o Lenhador”! Mamedyarov é, sem dúvida, a grande sensação enxadrística do primeiro semestre de 2017. Além do, já citado, terceiro lugar em Sharjar – empatado com o mesmo número de pontos que o campeão e o vice –, Mamedyarov ainda levou o Memorial Gashimov  e conquistou, junto com a sua equipe, a Sibéria, a Premier League Russaveja a sua bonita vitória contra Anton Shomoev). Entretanto, além dos bons resultados e do provável rompimento da barreira dos mitológicos 2800, as partidas de Mamedyarov, em si, estão sendo um show à parte. Com seu inconfundível estilo agressivo e arrojado, “o Lenhador” tem distribuído machadadas para todos os lados. Está bonito de ver! E, falando em ver, nosso GM Leitão até gravou um vídeo para comentar a pequena obra-prima de Mamedyarov contra o seu compatriota Evgeniy Najer (2679) no já referido Premier League Russa.

 

Até agora o ano é dele… Mamedyarov, “O Lenhador”, vem atropelando seus adversários!

 

 Assista a aula gratuita do Curso Ruy Lopez

 

Já no Torneio de Moscou, após dois empates, na terceira rodada, Mamedyarov, de brancas, desabou uma sequoia gigante na cabeça do polido e sólido Michael Adams (clique aqui e confira a partida com análises do nosso GM Rafael Leitão). Na quarta rodada a vítima foi  Salem Saleh em 70 lances (a árvore pode até demorar para cair, mas cai…).

Entretanto, parece que depois dessa vitória o machado do Lenhador perdeu o corte e não mais encontrou o caminho da vitória. Com exceção da exótica partida da oitava rodada contra Peter Svidler, mas que também terminou em empate, faltou emoção no restante das partidas de Mamedyarov. Sem dúvida nenhuma já ficamos mal acostumados….

Contudo, apesar do torneio “soporífero” (o elegante adjetivo é do nosso erudito GM Leitão), o Lenhador conseguiu conquistar a segunda colocação da competição com seus 5,5 pontos. Faltou alguma emoção, mas a boa fase continua…

 

“Que saudade de dar umas machadas por aí…”

 

Se o “Lenhador” desacelerou após a segunda metade do torneio, o chinês Ding Liren conseguiu encontrar um último fôlego antes do “apito final”. Após vencer o russo Ernesto Inarkiev na segunda rodada, e sua compatriota Hou Yifan na terceira rodada, Liren parecia seguir a tendência pacífica do torneio – que foi, consideravelmente, repleto de empates. Mas na última rodada, Ding Liren, de pretas, conseguiu aproveitar um otimista sacrifício de Boris Gelfand e cravar o ponto decisivo para vencer isolado (6,0 pontos) o torneio. Curiosamente, após duas etapas do circuito Gran Prix da FIDE, Mamedyarov e Liren lideram – Ding Liren havia sido quarto lugar no Sharjah.

 

“Somos os caras”

 

Mas finalizando os comentários sobre a etapa de Moscou, importante ressaltar a excelente fase da chinesa Hou Yifan. No Grenke Chess Classic, após vencer na primeira rodada o número quatro do mundo, Fabiano Caruana, e na segunda o norueguês Georg Meier, Yifan empatou (por cima!) com ninguém menos que o campeão mundial Magnus Carlsen. Mas dali para frente o torneio de Hou Yifan desandou… Desta vez, novamente, Hou Yifan começou brilhantemente. Grande vitória, de pretas, em cima do sempre talentoso (embora nem sempre regular – fez um péssimo torneio) Ian Nepomniachtchi (clique aqui e confira a partida). E apesar das derrotas para o campeão Ding Liren, e o terceiro colocado Alexander Grischuk, Hou Yifan também venceu, além de “Nepo”, Jon Ludvig Hammer e Ernesto Inarkiev. E ainda que tenha ficado na nona posição, seus 5,0 pontos na competição a colocou no seleto bloco de Grischuk, Vachier-Lagrave, Nakamura e companhia.

 

Hou Yifan irá superar a figura de Judith Polgar? Difícil…

 

A classificação final:

 

JogadorPts
1Ding, Liren6
2Mamedyarov, Shakhriyar5.5
3Grischuk, Alexander5
Radjabov, Teimour5
Svidler, Peter5
Vachier-Lagrave, Maxime5
Nakamura, Hikaru5
Giri, Anish5
Hou, Yifan5
10Gelfand, Boris4.5
Tomashevsky, Evgeny4.5
Harikrishna, P.4.5
13Vallejo Pons, Francisco4
Hammer, Jon Ludvig4
15Salem, A.R. Saleh3.5
Adams, Michael3.5
Nepomniachtchi, Ian3.5
18Inarkiev, Ernesto2.5

 

E aí? Quais serão as próximas machadas? Estamos aguardando!

 

FONTES

ChessBase

Site Oficial

 

Escrito por Equipe Academia de Xadrez Rafael Leitão 25-05-2017

 

Gostou? Compartilhe esse conteúdo nas redes sociais!

 

No comments

Deixe seu comentário