Festival da Juventude em Khanty-Mansiysk

De 21 de Setembro a 4 de Outubro, na cidade russa de Khanty Mansiysk, aconteceu o Campeonato Mundial da Juventude. O evento reuniu 412 jogadores (191 no feminino; 221 no masculino), de 62 países, divididos em 6 categorias: sub 14 feminino e masculino; sub 16 feminino e masculino; e sub 18 feminino e masculino.

 

khanty2

 

O nosso Brasil varonil foi representado por três jovens promessas: Maria Eduarda Gomes (1569), de Lacerdópolis, Santa Catarina; Lucas Fonseca Piccoli (1816), de Jaraguá do Sul, também Santa Catarina; e Igor Tokuchi Cadilhac (2269), de Registro, interior de São Paulo. Nossa intrépida delegação foi assessorada pelo enxadrista catarinense Guilherme Deola Borges (2092).

 

khanty3

Guilherme Deola Borges (2092)

 

Guilherme foi não só o responsável por toda a garotada brasileira, mas também o fornecedor, rodada a rodada – via sua página pessoal do facebook – de um boletim sobre a atuação dos nossos jogadores (e não só com várias fotos, mas também com vídeos de análises das principais partidas dos “brazucas”). Abaixo o vídeo de agradecimento feito para os patrocinadores do time brasileiro – e que merecem o nosso reconhecimento, pois colaboram para o fortalecimento do xadrez em nosso país:

 

A participação dos brasileiros nas palavras do polivante Guilherme Borges:

“Maria Eduarda Gomes terminou o torneio com 4,0 pontos (3 vitórias, 2 empates e 6 derrotas). Classificação final: 64/71. Duda jogou bem a primeira metade do torneio, apesar do início bem difícil, as partidas eram boas. Na segunda metade, onde as adversárias eram do mesmo nível, não conseguimos jogar tudo o que sabemos e poderíamos ter feito mais pontos. Essa é sua primeira experiência internacional, no torneio mais importante que existe na sua categoria, e a experiência vai contar muito para o futuro.”

khanty4

“Lucas Piccoli terminou o torneio com 4,5 pontos (4 vitórias, 1 empate e 6 derrotas). Classificação final: 55/75. Piccoli começou o torneio de forma extraordinária vencendo 2 fortes jogadores. Depois, apesar do bom nível de jogo, os pontos foram se tornando mais difíceis de conquistar. Todas as suas partidas foram boas e tem muito material para estudar. Fez desta grande oportunidade um grande aprendizado! Além de levar para casa quase 90 pontos de rating!”

 

 

khanty5

Lucas Piccoli

 

“MF Igor Tokuchi Cadilhac terminou o torneio com 5,5 pontos (4 vitórias, 3 empates e 4 derrotas). Classificação final: 48/88. Igor veio ao mundial em boa forma, jogando bastante e com bons resultados no Brasil. Começou o mundial sentindo um pouco o formato e nível do torneio, mas logo se adaptou e jogou de forma consistente! Terminou o torneio com 50% dos pontos e atingiu um dos objetivos dos brasileiros que encaram o mundial.”

khanty6

MF Igor Tokuchi Cadilhac

Apesar da Rússia dominar o pódio de quase todas as categorias, ganhando 7 medalhas de 18, quem acabou sendo a grande vitoriosa foi a Armênia. A pátria do ex-campeão mundial Tigran Petrosian ganhou a medalha de ouro em duas das seis categorias. As outras quatro medalhas de ouro ficaram com Rússia, China, Índia e Grécia. Em resumo: Armênia: 2 ouros; Rússia: 1 ouro, 5 pratas, 1 bronze; China: 1 ouro; Índia: 1 ouro; Grécia: 1 ouro; Irã:1 prata, 1 bronze; EUA: 1 bronze; Vietnã: 1 bronze; Uzbequistão: 1 bronze; Israel: 1 bronze.

Parabéns para os nossos guerreiros e que este seja a primeira experiência internacional de muitas!

FONTES

Chess Results (sub 14 – feminino)

Chess Results (sub 14 – masculino)

Chess Results (sub 16 – masculino)

Chess Base

 

Escrito por Equipe Academia de Xadrez Rafael Leitão 09.10.2016

No comments

Deixe seu comentário