Ivanchuk Vence O Memorial Capablanca Pela Oitava Vez

Vassily Ivanchuk foi o segundo melhor enxadrista do mundo em 2007, quando alcançou o rating de 2787 pontos. Nessa época, estava atrás apenas do então campeão mundial, Viswanathan Anand, e logo na frente dos ex-campeões Vladimir Kramnik e Veselin Topalov. Aos 50 anos, Ivanchuk não tem mais ambições tão grandiosas no xadrez. Após uma série de resultados ruins, o ucraniano baixou dos 2700 pontos no ranking da FIDE. No entanto, “Chuck” ainda é capaz de justificar os elogios dos fãs, que o consideram uma autêntica lenda dos tabuleiros.

 

 

No 54º Memorial Capablanca, realizado em Havana (Cuba), entre os dias 03 e 13 de maio, Ivanchuk lembrou seus melhores dias e venceu a competição com sete pontos em dez rodadas, meio na frente do americano Samuel Sevian (2666), 18 anos, e do espanhol David Anton Guijarro (2667), 23 anos. Com o resultado, o lendário enxadrista faturou 14 pontos de rating e se reaproximou dos 2700, 2691 pontos – 45ª posição no live chess ratings.

 

Classificação Final

Nome País    Rating  Pontos
1Ivanchuk, VassilyUKR26777.0
2Sevian, SamuelUSA26666.5
3Anton Guijarro, DavidESP26676.5
4Albornoz Cabrera, CarlosCUB25663.5
5Adhiban, B.IND27013.5
6Gonzalez Vidal, YuriCUB25673.0

 

Ivanchuk Octacampeão

Criado em 1962 para homenagear o terceiro campeão mundial oficial da história, o Memorial Capablanca traz excelentes lembranças para Vassily Ivanchuk. Em dez participações no evento, Ivanchuk é o maior vencedor com oito títulos: 2005, 2006, 2007, 2010, 2011, 2012, 2016 e 2019, além de um vice-campeonato em 2017.  

Ivanchuk é o maior campeão do Memorial Capablanca

 

Mais Sobre o Memorial Capablanca

O Memorial Capablanca tem uma lista ilustre de vencedores. O inglês Tony Miles venceu a competição em quatro ocasiões na década de 1990. O ex-campeão mundial, Vassily Smyslov (União Soviética), e Leinier Domínguez (Cuba) possuem três títulos cada. Entre os bicampeões destacam-se Viktor Korchnoi (União Soviética), Ulf Andersson (Suécia), além dos sul-americanos Julio Granda (Peru) e Carlos Garcia Palermo (Argentina).

Tony Miles é o único tetracampeão do Memorial Capablanca

A primeira edição foi vencida pelo polonês naturalizado argentino, Miguel Najdorf. Bent Larsen (Dinamarca), Loek Van Wely (Holanda), Peter Leko (Hungria), Francisco Vallejo Pons (Espanha), Lázaro Bruzon (Cuba), Wesley So (agora Estados Unidos), além dos soviéticos Evgeny Sveshnikov e Zurab Azmaiparashvili, e dos chineses Le Quang Liem e Yu Yangyi, são outros enxadristas renomados campeões do Memorial Capablanca.

A maioria das edições foi realizada na capital Havana, porém, o torneio também passou por outras cidades de Cuba: Cienfuegos, Camaguey, Holguín, Matanzas e Varadero. Em paralelo ao torneio de elite, acontece um torneio aberto com a participação de dezenas de jogadores titulados.

Vassily Ivanchuk, Boris Gelfand, Aleksey Dreev e Igor Rausis são os únicos enxadristas com mais de 50 anos no top 100. Ivanchuk é o veterano mais forte do mundo na atualidade? Deixe sua opinião nos comentários.

Gostou do artigo? Então compartilhe nas redes sociais.

*Texto Escrito pelo MF William Cruz

No comments

Deixe seu comentário