Jeffery Xiong é o Campeão Mundial Juvenil 2016

 

Tem sido uma incrível série de torneios para o jovem norte-americano, de 15 anos, Jeffery Xiong (2633). GM com apenas 13 anos, o novo astro do xadrez mundial parece ter nascido já como uma promessa desde seus primeiros dias no Dallas Chess Club. Ainda assim, sua ascensão meteórica foi uma surpresa para quase todos fora dos EUA. Depois de ter um excelente resultado no Campeonato Norte-Americano, que foi vencido por Caruana, no qual ficou em sexto lugar, Jeffery venceu uma das categorias do Memorial Capablanca e, agora, adicionou mais um importante título ao seu hall: o de Campeão Mundial Juvenil!

 

Os excelentes resultados de Xiong pode ter uma explicação – além de seu talento, claro. O The Young Stars (Jovens Estrelas) – programa americano patrocinado pela Fundação Kasparov Chess (KCF) – vem mantendo Jeffrey no centro das atenções desde 2012. O projeto, do ex-campeão mundial, funciona da seguinte maneira: um grupo de jovens e promissores jogadores são avaliados pelo próprio Garry Kasparov; um instrutor sênior, Michael Khodarkovsky; além do treinador chefe do programa, Alexander Chernin. O ponto alto desta avaliação toda, nos últimos 5 anos, foram, principalmente, os resultados de Jeffery. Mas o programa apresenta outras promessas (ou realidades?) como: Kayden Troff (2522); Samuel Sevian (2600); Awonder Liang (2465); Carissa Yip (2101); e Ashritha Eswaran (2226).

 

juvenil2

Jeffery Xiong com seu pai

 

Sendo assim, o programa tem contribuído para que o xadrez americano se torne uma superpotência – principalmente para os jovens jogadores mais bem “cotados”, nascidos nos anos 2000, como Jeffery. Além do mais, esta é a sétima vez que um americano ganha o título de Campeão Mundial Junior – sendo que o último a ganhar o título havia sido Tal Shaked, num “longínquo” 1997 (curiosidade: Shaked é, hoje em dia, um dos Engenheiros de Software do Google e já não mais pratica o xadrez profissionalmente).

 

Combo Olímpico 50 (1)

 

O estilo do mais novo campeão mundial sub-20, durante todo o Mundial, foi fiel as características que o mesmo já havia apresentado durante o Campeonato Norte-Americano: jogo agressivo e dinâmico, sem nunca tem medo de correr riscos. Por exemplo, contra um dos seus principais rivais, o GM Aravindh Chithanbaram, da Índia, Xiong mostrou claramente o quão à frente estava de seus adversários no torneio.

 

juvenil3

Xiong X Chithanbaram

 

Na próxima lista FIDE, Jeffery deverá sair com “tímidos” de 2650. Talvez, o único jogador comparável com Xiong seria o chinês Wei Yi – com 2720. Entretanto, o jogador chinês é mais de um ano mais velho do que o americano.

 

No mais, o talentoso russo Vladislav Artemiev ficou segundo lugar. O terceiro lugar, obtido no tiebreaks, foi para o indiano Narayanan Sunilduth – que venceu o MF Xu Yi, da China, que ganhou um total de 67 pontos de rating (sem dúvida, uma enorme surpresa. Vamos ficar de olho neste também!).

 

FONTES:

Chess Base

 

Escrito por Equipe Academia de Xadrez Rafael Leitão 25.08.2016

No comments

Deixe seu comentário