Os Melhores Filmes de Xadrez Parte II – O Retorno

 

 Tão apaixonante quanto o mundo do xadrez é o mundo do cinema. E não é raro esses universos se cruzarem – já que ambos estão repletos de boas histórias. Há algum tempo fizemos um Top 7 com os melhores filmes de xadrez. Mas o “sucesso de bilheteria” foi tão grande, e tantos foram os comentários, que resolvemos repetir a dose. Eis o nosso “Top 7 melhores filmes de xadrez – Parte II, o retorno”. Junte a galera, prepare a pipoca e confira a nossa nova lista!

Está sem tempo para ler o artigo? Então escute a versão em áudio!

Febre do Xadrez (1925)

O primeiro filme a trazer o xadrez para as telas foi o russo Febre do Xadrez, de 1925. O filme, mudo, é um curta-metragem, do gênero comédia, dirigido por Vsevolod Pudovkin e Nikolai Shpikovsky, e conta a história de Vladimir Fogel, um homem fanático por xadrez, e de sua namorada, Anna Zemtsova – que odeia o jogo. Certo dia, Fogel acaba se atrasando para um encontro com Anna e essa, desolada, sai a vagar pela cidade de Moscou numa noite fria de inverno. Durante seu passeio, Anna encontra um gentil homem que lhe sorri e ela se apaixona… Mas, ironia do destino, o homem também é um enxadrista. Na verdade, é muito melhor do que isso. O homem é, simplesmente, o cubano José Raúl Capablanca. Mas você não está entendendo: o homem é REALMENTE José Raúl Capablanca! O filme contou com a participação campeão mundial Capablanca, além de diversos outros enxadristas consagrados como Ernst Grünfeld; Frank Marshall; Richard Réti; Rudolph Spielmann; Carlos Torre e F. D. Yates. Uma preciosidade. O curta está completo no Youtube.

 

 

Face a Face Com o Inimigo (1992)

Peter Sanderson, interpretado pelo eterno Highlander (piada inevitável) Christopher Lambert, é um gênio dos tabuleiros que, depois de um tempo afastado dos torneios, retorna em busca do título mundial. Durante o Campeonato que marcaria o seu glorioso retorno, um assassinato acontece e Sanderson passa a ser o principal suspeito – pois a vítima era uma jornalista que acabara de ter um encontro íntimo com o enxadrista.  Ao investigar a cena do crime, os policiais não encontram muitas pistas, a não ser uma marca de sapatos no chão e uma mensagem escrita na parede com o sangue da jornalista. Outros crimes vão se sucedendo, como no planejamento de uma partida de xadrez, com cada lance friamente arquitetado, e as evidências contra Peter vão aumentando cada vez mais. A bela psicóloga da polícia Kathy Sheppard, interpretada por Diane Lane, é encarregada de analisar o crime e traçar um perfil sobre Lamber. Mas, obviamente, ela acaba sendo seduzida pela arrogante e genial grande mestre. Enxadristicamente falando, o filme é cheio deliciosos clichês. Por exemplo: existe o antigo mestre de Lambert, sábio e ponderado, e que é cego; um grande mestre completamente paranoico e que acredita que alguém está enviando ondas de controle mental contra ele (e por isso ele disputa algumas partidas com um capacete de papel alumínio na cabeça). E claro: um arqui-inimigo russo. E, para finalizar, um easter egg: durante o torneio Sheppard reclama da cadeira em que estava jogando e das câmeras. Alguém aí chamou por Bobby Fischer?

 

 

Os Cavaleiros do Sul do Bronx (2005)

Os Cavaleiros do Sul do Bronx conta a história de um executivo de meia-idade desempregado, Mr. Richard Mason, interpretado por Ted Danson, que aceita ser professor em uma escola do Sul do Bronx, em Nova Iorque. Lá, Mr. Richard encontra uma realidade bastante diferente da que estava acostumado a lidar – e com crianças completamente dispersas e indisciplinadas. Contudo, ao ensiná-las a jogar xadrez, e a usar este conhecimento em suas vidas diárias, Mr. Richard desenvolve uma bela conexão com as crianças e as encaminha para uma vida melhor. O filme também é baseado numa história real: a do professor David Macnulty, que ensinou xadrez durante 15 anos.

 

 

Jogada de Rei (2013)

Eugene Brown, interpretado por Cuba Gooding Jr., passou 18 anos na prisão. Ao passar os dias jogando xadrez com outros presos, percebe que a atividade pode ajudar o cérebro a se educar e levar os aprendizados do tabuleiro para a vida.  De volta à liberdade, ele utiliza seus novos conhecimentos para fundar um clube de xadrez com adolescentes carentes e rebeldes em Washington. Com Eugene, os jovens começarão a sonhar com um futuro melhor. O filme parece seguir a maioria dos filmes do tipo “Uma turma de adolescentes rebeldes, um professor diferente” – aliás, assim como Os Cavaleiros do Sul do Bronx. Neste contexto, entre os alunos, existe aquele que é mais problemático e, claro, o que possui o maior dom para o xadrez. Mas, de toda forma, a atuação de Gooding Jr. vale a pena. Além disso, a história também é baseada em fatos reais. E fica a lição que Brown repetia aos seus alunos: “Sempre pense antes de agir”.

 

Baixe o E-book gratuito: Passo passo para melhorar seu jogo online

 

 

 

O Filho de Caim (2013)

Nico (David Solans) é um jovem problemático em eterno conflito com o pai. Depois de um incidente envolvendo o cachorro da família de Nico, seus pais decidem buscar o apoio de um psicólogo para ajudar o garoto. O psicólogo Julio Beltrán (Julio Manrique) rapidamente consegue chamar a atenção do rebelde Nico, pois vence-o em sua paixão: o xadrez. Mas ao descobrir a aptidão de Nico para o jogo, Julio leva o jovem para renomado Clube de Xadrez e, com isso, acaba conquistando a confiança do jovem. Com o desenrolar da trama, vamos descobrimos os segredos que levaram aos comportamentos estranhos de Nico. De origem espanhola, o filme inverte expectativas e se mostra eficiente na arte de ludibriar.

 

 

 

O Dono do Jogo (2014)

Não poderíamos deixar de fora um dos mais aguardados filmes sobre xadrez dos últimos tempos. No centro da trama está ninguém menos que Bobby Fischer (Tobey Maguire). E o momento não poderia ser outro: somos levados, através da visão de Fischer, para dentro do “match do século” contra o russo Boris Spassky (muito bem interpretado por Liev Schreiber). No filme Bobby Fischer é retratado como o típico gênio perturbado – quase beirando a loucura. Sua descrição é feita, basicamente, através de suas excentricidades (enquanto as pessoas ao seu redor parecem apenas se limitarem a reforçar esses traços). Fischer chora, grita, age de maneira infantil, seguindo à risca a representação mais romântica dos indivíduos geniais. Neste filme, o talento é associado a sacrifício: Fischer entrega sua vida à glória do país, tendo como consequência o esfacelamento de sua personalidade. Exageros à parte, é obra obrigatória.

 

 

Rainha de Katwe (2016)

Mais uma história baseada em fatos reais. Phiona Mutesi é uma jovem de Uganda que faz de tudo para alcançar o seu objetivo de se tornar uma das melhores jogadoras de xadrez do mundo. Órfã de pai, e moradora de uma região bem pobre, Mutesi foi obrigada a largar a escola por falta de dinheiro, mas ela continua decidida a enfrentar todos esses obstáculos para tornar seu sonho realidade. Cada vitória de Phiona no xadrez é intercalada com um novo drama familiar (doenças, acidentes) para causar uma espécie de montanha russa emocional no espectador, entre o constante choro e riso, a esperança e a decepção. Tocante.

 

 

Bônus:

 

Endgame (2011)

O arrogante Arkady Balagan é um Grande Mestre soviético que fugiu da URSS logo após a queda do regime. Longe da terra natal, Balagan torna-se Campeão Mundial e uma lenda no mundo do xadrez. Preparando-se para disputar mais um importante torneio, Balagan segue para Vancouver, cidade natal de sua noiva, Rosemary. Lá uma tragédia acontece: Rosemary é morta, a tiros, na sua frente. Traumatizado, e convencido de que ele era o verdadeiro alvo (por vingança do governo russo), Balagan passa a viver enclausurado num hotel, sofrendo de agorafobia. Mas após meses de reclusão, e incapacitado de retornar à vida normal, Balagan se vê sem dinheiro e prestes a ser despejado quando a bartender Danni pede sua ajuda no caso de um garotinho desaparecido. A partir daí Arkady usa toda sua capacidade lógica-dedutiva para solucionar crimes e, assim, conseguir se manter. Este é o enredo da série canadense Endgame (2011) e que durou apenas uma temporada. O ritmo do seriado segue fórmulas consagradas como Sherlock e The Mentalist, mas acaba valendo a pena pelo carisma do protagonismo – e pelo cuidado de algumas posições no tabuleiro (que fazem referência a jogos clássicos).

 

E aí? Faltou algum? Deixe nos comentários!

 

Gostou desse artigo? Então inscreva-se em nossa lista de contatos e receba dicas de xadrez em seu email!

Clique aqui para se inscrever!

 

Escrito por Equipe Academia de Xadrez Rafael Leitão 04-06-2017

 

Gostou? Compartilhe esse conteúdo nas redes sociais!

 

 

11 Respostas a “Os Melhores Filmes de Xadrez Parte II – O Retorno”

  • Leandro

    Febre do Xadrez não é o protagonista que é louco por xadrez, é todo mundo... Gosto da babá querendo que a protagonista visse o recém-nascido aplicando um gambito da dama... :D
    A protagonista tá sem sorte, se apaixona por um único sujeito que não lhe fala de xadrez e o dito é justo Capablanca que tá em St. Petesburgo pra um grande torneio

  • Gilberto

    Searching for Bobby Fischer

  • Sergio beni luftglas

    Tem um episodio do Tenente Columbo que o assassino era um eximio jogador de xadrez. No tabuleiro da vida, Columbo da um baile.

    No seriado Terra de Gigantes tambem tem um episodio envolvendo o xadrez. Partida de gigante contra pequenino

  • Flávio Cheker

    Muito bom o artigo, parabéns!

  • Ricardo Felipe Ivanoski

    La Diagonal du fou! - Um filme Franco-suiço que ganhou Oscar de melhor filme estrangeiro em 1985. Conta a história de um desidente da URSS que deve enfrentar um Match contra um russo pelo título mundial. O filme coloca o conflito da guerra fria como pano de fundo. É divertido pelo fato de que as agências de espionagem do ocidente e da URSS fazem o possível para descobrir qual abertura os jogadores vão utilizar, tentando favorecer os seus competidores! Vale conferir o filme no YouTube, que além de legendado, está em ótima qualidade!

    Abraço!

  • Ademir

    Mais um: Lances Inocentes
    Não me lembro de mais dados.

  • Sérgio Padilha

    O último lance (The Luhzin Defense) com John Turturro - 2000

  • Sérgio Padilha

    1- O último lance (The Luhzin Defense) com John Turturro - 2000

    2- Códigos Mortais (tem no YouTube completo)

  • Athos

    Eu vi um filme há muito tempo que era sobre um menino que é um gênio do xadrez, e treina na rua jogando com os mais velhos até que vai disputar um campeonato.

    Alguém sabe o nome?

    • Flavia Stephanie Monteiro

      Lances inocentes

  • Flavia Stephanie Monteiro

    Lances inocentes

Deixe seu comentário