Nigel Short x Hou Yifan: Guerra dos Sexos?

 

Guerra dos Sexos

 

Num longínquo ano de 1993 um interessante match chamou a atenção do xadrez mundial. E não estamos falando do match entre Garry Kasparov e Nigel Short (esse último que, curiosamente, será um dos personagens principais aqui – mas num outro momento) e que marcou a cisão entre PCA e FIDE (clique aqui e entenda melhor esse controverso momento da história do xadrez). Não. Estamos falando do match entre Judit Polgar, então com 17 anos, e o ex-campeão mundial Boris Spassky. Judit venceu o match por 5,5 x 4,5.

 

shortxhou2

Judit x Spassky

 

O saudoso MI Hélder Câmara nos conta, em uma das suas crônicas, reunidas em livro no espirituoso Diagonais, que numa das partidas, depois de ser derrotado, numa grande infelicidade, Spassky teria dito: “ela jogou feito um homem”. A resposta veio pelo próprio mestre Câmara, pois “então seria o caso de dizer que ele jogou feito uma mulher?”.

 

Mas, depois de tanto tempo, a polêmica ressurgiu (ou ela nunca, realmente, desapareceu?). Primeiro no ano passado, após um artigo do GM Nigel Short para a revista New in Chess. Em determinado momento, Short afirma que “os homens estão melhor programados para jogar xadrez.” e conclui de forma enfática: “Seria fantástico ver mais garotas jogando xadrez, e em alto nível, mas em lugar de nos preocuparmos com a desigualdade, talvez simplesmente devemos aceitá-la com dignidade, como um fato […] Porque temos que funcionar igual? Não tenho o menor problema em reconhecer que minha mulher possui uma inteligência emocional muito superior a minha. Do mesmo modo que ela não tem vergonha de pedir-me que eu estacione o carro em nossa estreita garagem. Um não é melhor que o outro. Simplesmente temos habilidades diferentes

 

shortxhou3

Short x Judit

 

 

Depois de tais declarações, e mesmo após uma série de entrevistas, inclusive para um canal de televisão britânico, tentando explicar seu ponto de vista, Short foi massacrado nas redes sociais. Por exemplo, a enxadrista Amanda Ross – dirigente do Casual Chess Club, em Londres.

 

Amanda, em entrevista para um jornal britânico, diz que as declarações de Short eram extremamente prejudiciais ao xadrez – além de não entender como alguém tão respeitado como Nigel pudesse defender ideias tão sexistas. Além disso, Amanda Ross fez questão de lembrar que (e olhem a coincidência!) Judit Polgar havia vencido Short em oito oportunidades – contra apenas três vitórias do GM inglês e mais oito empates. “Ela deve ter comprado um cérebro masculino.”, comenta ironicamente Amanda. Contudo, em seguida, ela é um pouco mais direta (ainda sobre a postura de Short): “Ao menos isto resolve o velho debate se existiria uma relação direta entre a habilidade para se jogar xadrez e a inteligência. Está claro que não”.

 

O GM inglês chegou a se defender em sua conta pessoal no Twitter dizendo que “Os homens e as mulheres possuem cérebros diferentes. É um fato biológico. Por outro lado, nunca disse que as mulheres possuem cérebros inferiores. Isso é simplesmente uma tentativa de caricaturar as minhas palavras”. À época, Short ainda acrescentou como argumento o fato de haver apenas duas mulheres no Top 100 mundial. E considerando que Judit Polgar estava se afastando dos tabuleiros, só restaria uma… A chinesa Hou Yifan (2646). Embora, hoje, Yifan, a mulher mais bem classificada no xadrez mundial, esteja na posição 106 do mundo (Judit Polgar chegou a ser a número 10. Short, hoje, é o número 73).

 

shortxhou4

Hou Yifan

 

Short x Hou Yifan

 

Mas o destino, e os organizadores do Aberto de Hoogeveen, na Holanda, fizeram com que todas essas questões discutidas até aqui, inclusive com alguns dos seus personagens, voltassem à tona. Para promoção do forte torneio Aberto, que conta com 6 GMs, os patrocinadores do evento incluíram dois matchs “amistosos”: Jorden Van Foreest x Ivan Sokolov (juventude vs experiência?) e, claro, Nigel Short x Hou Yifan (homem vs mulher?!).

 

 

shortxhou5

O clima parece mais amistoso do que gostariam alguns…

 

 

O match de seis partidas foi disputado no ritmo de 90 minutos para 40 lances mais 30 minutos K.O – com 30 segundos de acréscimo por lance a partir do primeiro lance. Após 6 partidas, Short venceu por 3,5 a 2,5  – 3 empates, duas vitórias do GM inglês e uma da chinesa. E apesar de ter sido diplomático, o polêmico GM reafirmou sua teoria: “Homens jogam, em média, melhor que as mulheres. Mas Hou Yifan não é a média. Posso dizer também que os jogadores mais jovens são melhores do que a média de jogadores mais velhos. Eu sou o único jogador acima de 50 anos no Top 100 mundial. Mas em todo caso, sem dúvida haverá júbilo se eu perder este match. Contudo, eu farei o meu melhor”. E, pelo que podemos ver, ele fez.

 

Como não poderia deixar de ser, o match terminou em polêmica. De acordo com Short, o artigo 6.5 do Handbook da FIDE afirma que, quando o resultado de um match já está decidido a favor de um dos jogadores, as partidas restantes não valerão para rating. Como ele perdeu justamente a última partida, quando o match já estava decidido, de acordo com esse artigo ele não perderia nenhum ponto de rating. Aparentemente os árbitros do match estavam bastante reticentes em aceitar esse dispositivo, o que fez Nigel vociferar nas redes sociais.

 

Inscreva-se e participe ao vivo!

aniversario-site-1-ano-palestra-banner

 

As Partidas

 

Após dois empates, na terceira partida, de brancas, após um jogo levemente impreciso de Hou Yifan, Short encontrou uma combinação que lhe rendeu um sólido peão a mais. Destaque para a arrancada do rei branco (28. Rf3) a la “Ronaldo Fenômeno” nos seus melhores tempos. Cinco lances consecutivos de Rei: f3-b7! (clique aqui e veja a partida com comentários do GM Rafael Leitão). E na quarta partida Short voltou a vencer. Desta vez de pretas e jogando a sua preferida Defesa Francesa. A maneira pouco usual, e o agressivo, mas superficial, plano iniciado com 16.f5 de Hou Yifan foi devidamente castigado pelo GM Inglês. O arremate foi violento (clique aqui e veja esta partida também comentada pelo nosso GM Rafael Leitão).

 

Na última partida, Hou Yifan deu o troco. O inglês saiu bem da abertura, mas negligenciou a defesa do seu rei e foi arrematado com brutalidade.

 

Vitória de Short, mas o assunto está longe de uma conclusão. Qual a sua opinião? Quais as diferenças entre homens e mulheres no xadrez? Existe diferença?

 

 

FONTES

Site Oficial (Hoogeveen Chess)

Jugar com Cabeza

 

Escrito por Equipe Academia de Xadrez Rafael Leitão 23.10.2016

One Reply to “Nigel Short x Hou Yifan: Guerra dos Sexos?”

  • Rafael

    Acredito que por algum motivo as mulheres não se interessam tanto pelo xadrez, em consequência haverá menos destaques mulheres.

Deixe seu comentário