Carta para os pais de enxadristas

Artigo escrito pela GM Susan Polgar e reproduzido com autorização (tradução do MI Renato Quintiliano)

Pais de Enxadristas, POR FAVOR POR FAVOR POR FAVOR leiam isso!

Esse é provavelmente um dos assuntos mais importantes que já abordei, então por favor leiam atentamente!

Como alguém que começou no xadrez aos 4 anos, e passou os últimos 45+ anos como enxadrista profissional de alto nível e treinadora de elite, escrevo para vocês sobre um assunto que me importo de coração.

A forma certa/errada de apoiar seus filhos no xadrez!

Durante minha carreira enxadrística, tenho comparecido em INÚMEROS eventos de xadrez escolar nos Estados Unidos e em todo o mundo. Já conversei com milhares e milhares de pais de enxadristas ao longo dos anos. Alguns definitivamente apoiaram seus filhos da forma certa e alguns simplesmente caminharam na direção errada.

 

O VALOR DO XADREZ

Como sabemos, o xadrez oferece vários benefícios incríveis, especialmente para pessoas jovens, como desenvolver o pensamento crítico, avaliação objetiva, habilidade analítica, paciência, pensamento lógico, causa & consequência, tomada de decisão, gerenciamento de tempo, e muitos outros. É por isso que eu creio fortemente que TODA CRIANÇA deveria ser introduzida ao xadrez. Então, se você já fez isso, parabéns! Você deu um presente maravilhoso ao seu filho.

 

APROXIMANDO A FAMÍLIA

A maioria dos jogadores jovens são trazidos para torneios ou acampamentos de xadrez por seus pais/avós. Isso cria maravilhosas oportunidades para os pais/avós se relacionarem ainda mais com suas crianças. E imagine como seria ótimo se atividades recreativas em família incluíssem algumas partidas de xadrez ou resolução de exercícios. É muito melhor do que cada um no seu canto/quarto em seus celulares fazendo suas próprias coisas. As crianças crescem rápido e você nunca recupera o tempo perdido. Então aproveitem o tempo fazendo coisas divertidas e educacionais com suas crianças.

 

EXPECTATIVA ADEQUADA

Aqui é onde as coisas começam a desmoronar. Como já escrevi várias vezes no passado, é extremamente importante que os pais instiguem PAIXÃO em suas crianças desde o começo em qualquer coisa que elas façam, incluindo o xadrez. Quando eles amam algo, ele fazem isso com prazer e não medo. Isso é muito importante para o desenvolvimento de longo prazo. Eu estou no xadrez até agora por mais de 45 anos por causa da minha paixão pelo jogo que eu amo. Eu alcancei o topo no xadrez porque minha paixão me ajudou a me tornar mais forte e mais resiliente cada vez que eu enfrentei fracassos no meio do caminho. Então por favor, tornem o xadrez divertido para suas crianças e não uma tortura. Não façam seus filhos se ressentirem com vocês.

 

COMO LIDAR COM TROPEÇOS

O xadrez é competitivo o suficiente por si só. A linha entre vencer e perder é muito tênue. Então por favor NÃO tornem isso ainda mais difícil para seus filhos. Vocês podem ser mais exigentes quanto aos treinamentos e estudos. Essa é a parte que você podem controlar como pais. Então, digamos que vocês estipularam 1 hora por dia de treinamento de xadrez, essa deve ser 1 hora totalmente focada e produtiva, sem interrupções como falar no telefone, mandar mensagens ou outras distrações (como música, TV, etc). Cabe a vocês e seus filhos decidirem quanto tempo dedicar ao estudo do xadrez diariamente. Isso deve ser baseado nos objetivos que vocês pensarem juntos. Mas é importante que seja uma rotina diária, mesmo que sejam 15 minutos.

Entretanto, quando chegarem os torneios, seus filhos precisam de apoio TOTAL E COMPLETO. É contraproducente gritar, berrar ou puni-los fisicamente após cada derrota. Isso fará eles jogarem pior e não melhor. Seus filhos precisam trabalhar eles mesmos para superar falhas. Ninguém gosta de perder. É parte do aprendizado.

Eu tenho visto VÁRIOS dos meus colegas ao longo dos anos desistirem do xadrez e abandonarem o jogo completamente quando já estavam crescidos o suficiente por causa do constante abuso físico, verbal e mental sofrido pelos pais ao longo dos anos. Alguns nem mesmo conversam com seus pais mais devido ao abuso constante ano após ano. Alguns até tiveram crises mentais ou fizeram algo pior a si mesmos. O xadrez deve aproximar as famílias, e não separá-las.

Então meu apelo para os pais de enxadristas é: por favor, reavaliem suas atitudes e métodos como pais de enxadristas. Se estão funcionando e suas ações tornam vocês e seus filhos mais unidos, mais felizes e com melhores resultados, ótimo! Mas se vocês veem que suas crianças estão infelizes e sempre nervosas, então por favor, mude a direção. Resolver problemas também faz parte de se tornar bons pais.

Eu ensinei xadrez pros meus dois filhos bem cedo. Ambos amaram o jogo, mas não na mesma intensidade. Meu filho mais velho nunca se cansava de xadrez. Resolver 50-100 exercícios ou mais em um dia era um prêmio pra ele. Ele se tornou o número 1 em seu grupo de idade, e venceu vários campeonatos nacionais. Mas entre o fim do ensino fundamental e o começo do colegial, ele queria jogar tênis e fazer outras coisas. Então eu apoiei seus interesses.

Mas no último ano do colegial, ele quis voltar para o xadrez. Ele chegou a mestre e agora ele está nas equipes de xadrez e tênis da Webster University. Mas foi a escolha dele. Meu filho mais novo desenvolveu paixão por construir coisas desde cedo. Isso ainda não mudou. Então eu o encorajei a seguir sua paixão. Hoje, ele pretende cursar engenharia na faculdade e eu estou fazendo tudo que posso para apoiá-lo.

 

 

Ser pai/mãe é sobre estimular o melhor de nossas crianças, deixando que explorem, deixando que cresçam, e apoiando-os o melhor que pudermos com amor. Como eu disse, gritar, berrar e punir fisicamente após cada falha vai apenas tornar as coisas piores no futuro. Então, meu conselho é ser mais exigente com os estudos e treinos, lhes dar a oportunidade de melhorar, mas ser o máximo apoiadores e carinhosos o possível durante os torneios, especialmente depois de cada derrota. Ser pai/mãe não é fácil e eu lhes desejo o melhor! Obrigado por ler isso!

 

Link para o artigo Original: https://gamesmaven.io/chessdailynews/ask/chess-parents-please-please-please-read-this-6ObgyNvPCUSXZEOY4RfsoA/

 

3 Respostas a “Carta para os pais de enxadristas”

  • André luiz duarte

    parabéns excelente material

    • Rafael Leitão

      Obrigado!

  • Marcius

    tomara que vindo de um grande jogador e referência como Rafael os pais escutem. Apesar de avisar, hoje conheço filhos que nem querem ver o pai por conta dessa cobrança exagerada sem sentido. por outro lado até hoje familiares vem até mim para agradecer por ter ensinado xadrez aos seus filhos.

Deixe seu comentário