Campeonato Europeu por Equipes – Parte II

Depois de três rodadas do Campeonato Europeu por equipes, em Reykjavik, Islândia, muitas partidas e encontros interessantes já apareceram. De onde estiver Bobby “a lenda” Fischer deve estar sorrindo – mas não sem um ou outro gesto de reprovação: a genialidade, às vezes, cobra o seu preço.

Na primeira rodada não tivemos nenhuma grande surpresa – domínio quase completo dos favoritos. Quase: a República Tcheca, número doze do torneio, foi derrotada pela Dinamarca – trigésima força. 2,5 x 1,5: uma derrota e três empates. E a derrota tcheca saiu justamente da estrela do time: na mesa, de brancas, David Navara (2730) foi derrotado por Sune Berg Hansen (2566). Numa variante pouco arriscada da Defesa Ortodoxa, e numa posição aparentemente simples, Navara subestimou os recursos táticos do adversário. Veja as análises completa da partida clicando aqui.

Campeonato Europeu por Equipes – Parte II

[Primeira surpresa do torneio: Vitória da Dinamarca de Sune Berg Hansen, foto, frente à República Tcheca de Navara]

 

Na segunda rodada, Armênia e França, provavelmente, fizeram o match mais acirrado da rodada. Mais um 2,5 x 1,5 com uma derrota e três empates. Vitória da França e do número um francês Maxime Vachier-Lagrave, de brancas, em cima de ninguém menos que Levon Aronian – que vendeu caro a derrota: 83 lances. Importante vitória também da Espanha frente à Alemanha – enquanto a República Tcheca, mais uma vez, “tropeçava”: empate contra a Suécia (vigésima segunda força do torneio).

Campeonato Europeu por Equipes – Parte II

[Match Armênia 1,5 x 2,5 França]

 

Mas, enfim, a rodada que mais chamou mesmo a atenção até agora foi a terceira – que acabou faz poucos minutos (e estamos saímos na frente do ChessBase. Mais uma vez!). Alguns destaques:

A Ucrânia de Eljanov venceu o Azerbaijão de Mamedyarov. Como não poderia ser diferente: vitória apenas na mesa número um e entre as estrelas citadas acima. A Rússia também venceu pelo mesmo placar apertado a Espanha de Vallejo. Mas a vitória saiu só na mesa três: Nepomniachtchi 1 x 0 Ivan Salgado Lopez. Apesar do empate entre França e Hungria, vitória do “bad boy” Richard Rapport contra Laurent Fressinet. Os três primeiros lances das brancas: 1.f4; 2.Cf3; 3.c4. Por fim: vitória da Armênia pelo nosso clássico resultado de 2,5 x 1,5. Contudo: duas vitórias da Armênia, uma da Noruega e um empate. Dentro das vitórias da Armênia, vitória, de negras, de Levon Aronian frente ao Campeão Mundial Magnus Carlsen – que não havia jogado nenhuma partida até então. E deve ter se arrependido de entrar. Depois do sacrifício de peão de Aronian, embora o computador dê a posição como praticamente igual, o jogo livre das peças negras e a posição torta das brancas foram demais até para o Campeão Mundial. Bobby Fischer, que também era “guloso”, não deve ter ficado feliz com a defesa do seu jovem sucessor. Aguardem as análises detalhadas do GM Rafael Leitão na partida do dia de amanhã (que contará com uma grande novidade!).

Na Classificação Geral, Rússia e Ucrânia dividem a liderança. Logo após França e Sérvia (surpresa até agora: é a décima quinta força do torneio! Na terceira rodada venceu a Holanda de Giri, L´ami, Van Wely e Sokolov por 3×1!). Depois disso, da quinta até a décima segunda colocação, várias equipes empatadas.

Amanhã temos mais uma rodada e um dos encontros mais esperados: Rússia e Ucrânia! Quem será que leva?

 

Fontes:

European Team Chess Championship

Chess Results

 

Escrito por Equipe Academia de Xadrez Rafael Leitão 15.11.2015.

 

Links relacionados:

[Campeonato Europeu por Equipes – Parte III]

[Vai Começar o Campeonato Europeu por Equipes]

No comments

Deixe seu comentário