Iberoamericano e Chess Masters Final – Parte II

Em Bilbao, o Campeonato Iberoamericano vai chegando ao seu final – enquanto o Chess Masters Final já teve seu encerramento hoje. De toda forma, finalizados ou não, a emoção segue – e nosso olhar curioso vai junto.

No torneio principal, a liderança foi compartilhada entre o norte-americano, de origem filipina, Wesley So e o holandês Anish Giri (9,0 pontos cada). O ex-campeão mundial Viswanahan Anand e o chinês Liren Ding foram meros coadjuvantes no torneio (ambos finalizando o torneio com 5,0 pontos). Aliás, a disputa em si, de modo geral, não foi daquelas que mais animam a torcida. Em seis rodadas, houve apenas duas vitórias: Wesley So venceu Liren Ding na primeira rodada e Giri venceu Anand na quarta. Não que os empates, vários, não tenham sido jogados. Foram. Mas não muito…

Na sexta rodada, em disputa direta pelo título, Wesley So, de brancas, não passou do empate contra Giri. No desempate, em duas partidas, So, de Brancas, venceu a primeira (numa Eslava das Trocas que, se não foi empate, ao menos a abertura foi no espírito do torneio). Na segunda partida Giri até que tentou, mas, depois de 91 lances, novo empate (o pobre Giri até que tentou). 1,5 x 0,5 para Wesley So e importante título para o norte-americano.

Já no Iberoamericano, que acaba no dia 03, terça-feira, tivemos um pouco mais de emoções. Por exemplo, a vitória do eterno lutador o GM peruano Júlio Granda, de negras, contra o GM Salvador Del Rio de Angelis – em que Granda fez valer o seu espírito guerreiro. Clique aqui e veja a partida analisada. Mas a liderança, após sete rodadas, é do GM cubano Lázaro Bruzon (6,5 pontos), seguido do já citado Julio Granda e do nosso Alexandr Fier.

Na quinta rodada, numa partida violenta, Fier, de brancas, empatou com a jovem promessa argentina o MI Alan Pichot. A partida, que seguiu similar aos recentes encontros do GM brasileiro contra o GM tcheco David Navara, chegou muito próxima do ponto para Fier – que acabou deixando escapar o arremate numa posição extremamente complicada. Veja as análises da partida clicando aqui.

Na sexta rodada Fier empatou com o onipresente – pois está em inúmeros torneios; vários continentes; quase todos os parágrafos desta notícia; e regularmente protagoniza nossa “Partida do dia” – Julio Granda (reeditando o encontro que ambos tiveram durante a recente Copa do Mundo e que acabou de forma infeliz para Fier). Depois do empate, na sétima, Fier venceu o MI espanhol Jaime Santos Latasa – numa típica e caótica Benoni (com Fier de negras, obviamente). Na oitava rodada, na mesa quatro, Fier enfrenta o MI Martin Martinez Romero. Os outros confrontos principais são: Bruzon x Salvador de Angelis; Axel Bachmann x Julio Granda e Alan Pichot x Oscar de La Riva Aguado.

A torcida continua!

 

Fontes: http://www.vi-iberoamericano-bilbao.com/

 

Escrito por Equipe Academia de Xadrez Rafael Leitão 01.11.2015.

2 Respostas a “Iberoamericano e Chess Masters Final – Parte II”

  • Alex Rodrigues

    Por favor, com relação ao Chessmasters, teve duas partidas desempate, e So venceu por 1,5 x 0,5, e ele é que venceu o torneio, não Giri.

    • Rafael Leitão

      Corrigido.

Deixe seu comentário