Judit Polgár Recebe Doutorado Honorário e Afirma: “Xadrez é Esporte!”

Um pouco antes do coronavírus assolar o mundo, a lendária Judit Polgár recebeu um Doutorado Honorário da Universidade de Educação Física de Budapeste. Trata-se de uma homenagem à enxadrista por sua brilhante carreira nos tabuleiros. 

 

Está sem tempo para ler agora? Escute a versão em áudio!

 

 

A Universidade de Educação Física de Budapeste é uma entidade independente desde 2014 e concede doutorados honorários a profissionais destacados desde 1981, mas isso não ocorre em todos os anos. Os homenageados são pessoas de destaque no campo das ciências do esporte e da diplomacia esportiva.

 

Judit Polgar

Judit Polgár

 

Brasileiro Já Recebeu o Título

Apenas 44 destes doutorados honorários foram conferidos em quatro décadas. O brasileiro João Havelange recebeu essa homenagem pelos serviços prestados à Federação Internacional de Futebol (FIFA). 

 

 “Um Marco para o Xadrez”

Para Judit Polgár, o doutorado honorário é um marco para o universo do xadrez. “Esse título é uma grande distinção para mim e um marco para o universo do xadrez. Esse reconhecimento é significativo e especial porque fornece mais uma prova do que eu sempre acreditei e enfatizei: que o xadrez é um esporte! 

Segundo resolução do Comitê Olímpico Internacional, no meu país (Hungria) e em muitos outros, o xadrez é um esporte, fato ainda questionado por muitos. Este reconhecimento é um passo importante para manter viva essa discussão e convencer os céticos com delicadeza. Isso também só fortalece ainda mais a relação existente do xadrez com a brincadeira, a educação, as artes e a ciência”, afirmou a maior enxadrista de todos os tempos.

 

Algumas Vitórias de Judit Polgár

Para refrescar sua memória sobre os feitos dessa enxadrista incrível, segue alguns dos maiores resultados da carreira de Judit Pólgar. Lembrando que, em 1991, a húngara tornou-se Grande Mestre aos 15 anos e 4 meses e, na época, quebrou o recorde de precocidade de Bobby Fischer.

 

Madri – 1994

Em 1994, aos 17 anos, Judit venceu um torneio espetacular em Madri, com 1,5 na frente dos principais concorrentes. Confira a classificação final logo abaixo:

  1. Judit Polgár 7,0/9
  2. Ivan Sokolov 5,5
  3. Miguel Illescas 5,0
  4. Gata Kamsky 5,0
  5. Alexei Shirov 5,0
  6. Valery Salov 4,5
  7. Sergei Tiviakov 4,5
  8. Jordi Magem 3,5
  9. Evgeny Bareev 2,5
  10. Pablo Carrillo 2,5

 

Indonésia – 2000

Outra atuação brilhante ocorreu no Japfa Classic, na Indonésia, no ano 2000. Judit levou o título na frente de Anatoly Karpov. Destaque também para a atuação do brasileiro Gilberto Milos.

  1. Judit Polgár 6,5/9
  2. Anatoly Karpov 6,0
  3. Alexander Khalifman 6,0
  4. Gilberto Milos 5,5
  5. Yasser Seirawan 5,0
  6. Utut Adianto 4,0
  7. Sergei Tiviakov 4,0
  8. Jan H Timman 4,0
  9. Jaan Ehlvest 3,0
  10. Zaw Win Lay 2,5
  11. Ruben Gunawan 2,5

 

Judit x Milos

Judit x Milos, em Caxias do Sul

 

Holanda – 2006

O torneio de Hoogeveen, na Holanda, em 2006, foi emocionante. Das 12 partidas disputadas, apenas duas terminaram em empate. Mamedyarov ficou com o título nos desempates, mas ainda assim, a atuação de Judit Polgár é merecedora de elogios.

  1. Shakhriyar Mamedyarov 4,5/6 
  2. Judit Polgár 4,5
  3. Veselin Topalov 2,5
  4. Ivan Sokolov 0,5

 

 

Assim como a Judit Polgár, você também acha que o xadrez é um esporte? Deixe sua opinião nos comentários. 

 

Gostou do artigo? Então compartilhe nas redes sociais.

Texto escrito pelo MF William Ferreira da Cruz.

Informações: ChessBase

No comments

Deixe seu comentário