Renato Quintiliano, o 15º Grande Mestre do Brasil!

    Henrique Mecking – 1972;

    Jaime Sunye – 1986, Gilberto Milos – 1988;

    Darcy Lima – 1997, Rafael Leitão – 1998, Giovanni Vescovi – 1998; 

    Alexandr Fier – 2007, André Diamant – 2009, Felipe El Debs – 2010, Krikor Mekhitarian – 2010;

    Everaldo Matsuura – 2011, Evandro Barbosa – 2016, Yago Santiago – 2017, Luis Supi – 2018,  

     e…

    Renato Quintiliano – 2022, o 15º Grande Mestre brasileiro!

    Magistral Osasco – A Última Norma

    Nascido em 1992, Renato Quintiliano tornou-se Mestre Fide em 2013 e Mestre Internacional em 2015.

    Curiosamente, o enxadrista de Osasco-SP conquistou sua última norma de GM em casa, ao vencer o Magistral Osasco 60 anos – Memorial Paulo Sergio de Resende, realizado entre os dias 19 e 27 de fevereiro.

    Quintiliano somou 7 pontos em 9 rodadas (+5 =4) com um rating performance de 2625 pontos, o que lhe rendeu 18 pontos de rating.

    Contra os três GM´s que participaram do torneio, “Quinti” empatou com Luis Paulo Supi (2581) e José Fernando Cubas (2469), e venceu Felipe El Debs (2553).

    Já contra os MI´s, “Quinti” fez 3,5 em 4. Vitórias contra: Dragan Stamenkovic (2378),  Luis Rodi (2347) e Simon Languidey (2403), além do empate com Diego Di Berardino (2483).

    E contra os MF´s ou WMF´s: 1,5 em 2. Vitória contra a WMF Julia Alboredo (2216) e empate contra o MF Sílvio Cunha Pereira (2217).

     

    Classificação Final

    Rk.NomePaísRatingPontos
    1IMQuintiliano Pinto Renato R.BRA24687,0
    2GMSupi Luis PauloBRA25817,0
    3GMEl Debs Felipe De CresceBRA25535,5
    4FMLanguidey Simon AlejandroARG24035,5
    5IMDi Berardino Diego RafaelBRA24835,0
    6IMStamenkovic DraganSRB23785,0
    7IMRodi Luis ErnestoURU23473,5
    8WFMAlboredo JuliaBRA22162,0
    9FMPereira Silvio CunhaBRA22172,0
    10GMCubas Jose FernandoPAR24691,5

     

    Os próximos Grandes Mestres 

     

    Esses são os jogadores ativos do Brasil com mais de 2400 na FIDE…

     

    1. MI Diego Di Berardino – 2483, nascido em 1987
    2. MF Armen Proudian – 2420, nascido em 1994
    3. MI Jorge Bittencourt – 2408, nascido em 1981
    4. MI Cesar Umetsubo – 2402, nascido em 1984 
    5. MI Roberto Molina – 2400, nascido em 1985

     

    Valeu ressaltar que o MI Diego Di Berardino esteve a um empate de conquistar o título de Grande Mestre no Floripa Chess Open 2022 e segue muito próximo dessa conquista.

     

    Por outro lado, o MI Roberto Molina já possui duas normas e também seguirá na briga pelo título de GM durante os próximos meses.

     

    Os 10 países com mais GMs nas Américas

     

    1. Estados Unidos, 100 GM´s
    2. Cuba, 25 GM´s
    3. Argentina, 23 GM´s
    4. Brasil, 15 GM´s
    5. Canadá, 14 GM´s 
    6. Peru, 10 GM´s
    7. Colômbia, 8 GM´s
    8. Chile, 6 GM´s
    9. México, 5 GM´s
    10. Paraguai, 4 GM´s

     

    O Brasil pode se aproximar da Argentina em número de Grandes Mestres? Deixe sua opinião nos comentários.

     

    Gostou do artigo? Então compartilhe nas redes sociais.

     

    Texto escrito pelo MF William Ferreira da Cruz.

    3 Respostas a “Renato Quintiliano, o 15º Grande Mestre do Brasil!”

    • Juan Nascimento

      Brasil tem que passar logo a Argentina.....
      aqui precisa ter mais torneios para conquistar normas

      Di Bernadino e Molina serao os próximos!!

    • ELIAB ARRUDA DA SILVA

      Parabéns ao Quinti pela conquista, agora GM Quinti. Sempre foi exemplar e dedicado aos treinos, venho acompanhando suas aulas e transmissões há algum tempo e vejo que sempre demonstrou humildade e muito esforço. Me inspiro bastante nos mestres brasileiros e observo que se apoiam e valorizam as conquistas um do outro, o que é mais importante do que qualquer rivalidade. Quero parabenizar o GM Rafael Leitão, por ser um dos principais difusores do Xadrez Brasileiro, e que sempre nos mantém atualizados.

      PS: A JÚLIA ALBOREDO é WIM agora.

    • Rafael

      A prática do Xadrez no Brasil ainda não é muito difundida, precisa ser feita uma aproximação do xadrez as classes mais desfavorecidas e menos intelectualizada, mostrar que o xadrez pode ser muito divertido, acredito que o Xadrez pode ser uma excelente ferramenta de formação de cidadãos de bem, mesmo o praticante não tendo destaque no esporte o mesmo pode colher os benefícios que o Xadrez traz ao longo do tempo, hábitos e capacidades desenvolvidas que sabemos que pode alavancar a vida daqueles que pouco têm.

    Deixe seu comentário