10 Coisas Que “Capivara” Fala Durante O Torneio

Nesse período complicado de quarentena, nada como dar algumas risadas. Então, leia o artigo até o fim e divirta-se: você vai lembrar desse texto quando presenciar, no próximo torneio, algumas das situações mencionadas. 

 

Está sem tempo para ler o artigo agora? Então escute a versão em áudio!

 

No jargão do xadrez, capivara é aquele enxadrista que sofre com seus resultados nos torneios e tem hábitos peculiares. Todo jogador, por mais forte que seja, já pertenceu algum dia a esse grupo de enxadristas que perde muitas partidas, mas nunca deixa o otimismo de lado. Confira as 10 frases mais típicas do capivara.

 

1- Mas eu tava ganho

Quem nunca perdeu uma partida com muita vantagem? A diferença é que o capivara sempre arruma uma justificativa para o resultado. Ao menos no discurso, ele passa a impressão de que fez o máximo possível, porém, uma ironia do destino lhe tirou a vitória.

2- Capivara não tem garantia

O capivara não perdoa os seus semelhantes quando vê alguém perder uma partida com peça a mais.  As piadas e as críticas saem da sua boca com naturalidade. Você sabe quais são as maiores capivaradas da história? Descubra isso agora.

 

3- Me empresta uma caneta?

Além de não jogar bem, o capivara nunca está preparado para o duelo. Falta caneta , jogo de peças, relógio, mas ele só se dá conta disso faltando um minuto para o início da rodada. Aí ele corre pelo salão de jogos desesperado, pedindo emprestado para quem vê pela frente.

 

4- Se não fosse o tempo…

Outra reclamação típica. O capivara administra mal o tempo e depois coloca a culpa no relógio pela derrota. Se esse também é o seu problema, então leia o artigo Dominando O Relógio: Como Gerenciar Seu Tempo Durante A Partida”.

 

5- Depois desse torneio eu vou estudar várias horas por dia

Reflexão natural após um mau desempenho. Porém, diferente de um enxadrista em evolução, o capivara vai para o próximo torneio sem ter analisado uma única partida. Leia aqui como analisar as próprias partidas.

Capivara

Cansou de ser capivara? A Academia Rafael Leitão vai te ajudar

 

6- Pelo menos eu aguentei o Grande Mestre por uma hora

O capivara se baseia em coisas irrelevantes para medir o seu desempenho, em vez de analisar a partida e realmente aprender com os erros. A falta de confiança ao enfrentar um jogador titulado é típica do capivara. Ter uma mentalidade vencedora é fundamental para evoluir no xadrez.

 

7- Empate, empate, empate, empate…

Oferecer empate várias vezes é algo natural para o capivara, porém, além de ser uma postura deselegante, em 99,9% das vezes o jogador de maior rating rejeita a proposta.

 

8- Peça que se troca, não se perde

Conscientemente ou não, o capivara está propenso a trocar o maior número de peças possíveis. Evitar a tensão é um dos seus maiores efeitos, por isso, fica em posições perdidas do ponto de vista posicional com frequência.

 

9- Se eu perder não tem problema, ele não tem rating mesmo

Capivara adora rating mais do que deveria. Se não vale rating, a motivação não é a mesma.

 

10- Quantos “bye ausentes” eu posso pedir nesse torneio?

Pergunta típica do capivara que deseja usar o torneio para fazer turismo. O que há de errado nisso? Nada, o xadrez não precisa ser tão competitivo para todos. O xadrez também é uma atividade de lazer.

 

Quais dessas frases o seu amigo ainda fala? Conte a sua história nos comentários.

 

Gostou do artigo? Então compartilhe nas redes sociais.

Texto escrito pelo MF William Ferreira da Cruz

2 Respostas a “10 Coisas Que “Capivara” Fala Durante O Torneio”

  • Rômulo ZNoronha

    Um famoso sócio do CXBH, reconhecido capivara, certa vez se trancou no quarto com um pulha dez Informadores e disse para a mãe: só saio quando virar GM....rs

  • Pablo Alejandro Acosta

    O artigo mais fácil da Academia, é só se inspirar no Carlos Federico Ferrero.

Deixe seu comentário