Campeonato Brasileiro Absoluto: Primeira Fase

Campeonato Brasileiro Absoluto: Primeira Fase

O Campeonato Brasileiro Absoluto começou no último dia 06 de fevereiro, no Clube de Xadrez da Guanabara, Rio de Janeiro. O evento conta com uma premiação de R$36 mil. Outra novidade é o sistema eliminatório de disputa, semelhante ao da Copa do Mundo. A competição conta com a participação de cinco Grandes Mestres: Mecking, Mekhitarian, Fier, Matsuura e Supi – este último aguarda a homologação do título.

 

Os confrontos

GM Henrique Mecking (2597) x José Antônio Nery Júnior (2151)

GM Mecking sofreu, mas se classificou

 

A disputa mais emocionante e surpreendente da primeira fase. Mequinho jogou de brancas na primeira partida e esteve com a vitória nas mãos em um final de cavalos e peões relativamente tranquilo. No entanto, com um erro grave das brancas, Nery encontrou a variante de empate.

Na segunda partida, os enxadristas escolheram uma variante com muitas complicações. No lance 21 Mequinho jogou Tf8 e ofereceu empate. No entanto, Nery tem arremate na posição. O enxadrista não vê a combinação ganhadora e aceita o empate, desperdiçando uma chance única de eliminar Mecking já na primeira fase.

Depois do susto, Mequinho dominou o confronto e venceu as duas partidas rápidas, fechando o placar em 3×1.

 

Fier, Supi, Krikor e Matsuura passaram com tranquilidade

GM Fier manteve o estilo e jogou “ao toque” as partidas da primeira fase

 

Os Grandes Mestres Alexandr Fier, Luis Paulo Supi e Krikor Mekhitarian confirmaram o favoritismo e venceram por 2×0, respectivamente, os seguintes adversários: Tiago Garrido Abrantes (2173), Vitor Firmo de Souza (2236) e Marcelo Bouwman (2247). Já o atual campeão, GM Everaldo Matsuura, passou com uma vitória e um empate contra o MF Alfeu Bueno.

 

Outros duelos

Nos confrontos mais equilibrados, o MI Christian Toth (2348) eliminou o MI Maximo Iack (2358) nas partidas rápidas (3×1). O MF Luismar Brito (2318) atropelou o MI Marcus Vinicius dos Santos (2402) por 2×0 e o MF Armen Proudian (2423) superou o MF Vinícius Tiné (2287) por 3×1, dois empates no ritmo clássico e duas vitórias de Armen nas partidas rápidas.

 

Quartas de Final

Krikor e Matsuura fazem o grande duelo das quartas de final

 

Agora, restam apenas oito enxadristas na disputa. Confira o emparceiramento e os palpites da redação da Academia Rafael Leitão.

 

GM Henrique Mecking x MI Christian Toth

No duelo entre os dois veteranos, Mequinho é o favorito. Porém, se os erros da primeira fase não forem corrigidos, o pré-ranqueado número 1 será superado por Toth. Promessa de confronto equilibrado, com Mequinho se classificando nos desempates.

 

GM Luis Paulo Supi x MF Armen Proudian  

Armen tem força de MI e não será um adversário fácil. Contudo, Supi vive uma grande fase e tem tudo para se classificar. A redação acredita em 1,5 x 0,5 para Supi.

 

GM Alexandr Fier x MF Luismar Brito

O MF Luismar Brito vem de bons resultados, ultrapassando mais uma vez a barreira dos 2300. Só que isso deve ser pouco para parar o GM Fier, em ótima fase. Fier deve ganhar as duas partidas desse duelo.

 

GM Krikor Mekhitarian x GM Everaldo Matsuura

O clássico da rodada, um confronto imprevisível. Krikor e Everaldo são dois fortes enxadristas e a redação da Academia Rafael Leitão está dividida. No entanto, aqui ninguém fica em cima do muro e o palpite é no Everaldo Matsuura. Mais experiente, Everaldo já enfrentou Sergey Karjakin em uma Copa do Mundo e deve estar um pouco mais acostumado com o sistema. Placar de 5×4 para Matsuura no armageddon.

 

E você, concorda com os palpites da redação da Academia Rafael Leitão? Deixe sua opinião nos comentários.

Fotos: Claudia Aquino, disponível no facebook da CBX.

Gostou do artigo? Então compartilhe nas redes sociais.

 

Comments ( 3 )

  • Juarez A Missel

    Aqui somos todos Mequinho, VAMOS CAMPEAO RUMO AO TRI !!!!

  • Leandro

    Ridículo esse formato.

  • Luiz Rocha

    O Nery está de parabéns pelo desempenho. Tivesse assistido a aula do Método RL sobre oferta de empates, o resultado poderia ter sido diferente.
    A torcida aqui em casa é sempre pelo Matsuura, mas se o Mequinho ganhar, também será ótimo.

Post a Reply