Torneios Pelo Brasil: Hebraica, Terra Viva e Caraça

Torneios Pelo Brasil: Hebraica, Terra Viva e Caraça

O final de semana entre os dias 12 e 14 de janeiro foi movimentado para o xadrez brasileiro. Destaque para três torneios: IRT Hebraica, em São Paulo; Torneio do Caraça, em Minas Gerais; e o Aberto do Brasil Terra Viva, em Brasília – DF. No total, 240 enxadristas participaram das competições, com a atuação de sete Grandes Mestres: Henrique Mecking, Evandro Barbosa, André Diamant, Krikor Mekhitarian, Neuris Delgado, Everaldo Matsuura e José Cubas.

 

Aberto do Brasil FBX Terra Viva

GM Krikor Mekhitarian levou a melhor em Brasília

 

O principal torneio do final de semana. Realizado no Hotel Carlton, em Brasília-DF, a competição distribuiu R$10,5 mil em prêmios. Após sete rodadas de 1h30 + 30 segundos por lance, vitória do GM Krikor Mekhitarian, com seis pontos. O GM Neuris Delgado e o MF Luismar Brito também fizeram seis pontos e completaram pódio. O torneio contou com a participação de cinco GM´s, em um total de vinte jogadores titulados entre os 116 participantes.

Na campanha vitoriosa, Krikor superou o MI Edson Tsuboi, a WMI Vanessa Feliciano, a WMF Julia Alboredo, o MN Marcio Baeta e o enxadrista Daniel da Silva, além dos empates com o GM André Diamant e com o MI Victor Shumyatsky.

Nas redes sociais, Krikor demonstrou alegria com a conquista. “Campeão do Aberto do Brasil Terra Viva em Brasília! Vamo 2018!”.

 

Torneio de Xadrez do Caçara

GM Mecking venceu em Minas Gerais

 

O nome do evento é uma homenagem ao Santuário do Caraça, templo religioso católico localizado no município de Catas Altas, em Minas Gerais. A competição foi realizada em seis rodadas num ritmo de 30 minutos + 5 segundos por lance e contou com a presença de 44 jogadores.

O título ficou com o GM Henrique Mecking por ter melhor sistema que o MI Roberto Molina, ambos terminaram a competição com 5.5 pontos. Em terceiro lugar ficou o GM Evandro Barbosa com 5.0 pontos. Os três enxadristas foram os únicos titulados do torneio.

Assim como Krikor, Mecking também comemorou o título nas redes sociais: “Tirei o primeiro lugar invicto no torneio de Caraça-MG. Fiquei muito feliz por ter ganho. O torneio teve grande sucesso, foi jogado em um salão, próxima à Igreja de Caraça. Agradeço ( aos organizadores) pela atenção que tiveram comigo. Foi uma festa de xadrez muito bonita”, afirmou Mecking.

 

XXV IRT da Hebraica

Clube Hebraica, São Paulo

 

Tradicional evento realizado no Clube Hebraica, em São Paulo, para jogadores até 2200 pontos de rating FIDE. O tempo de reflexão foi de 1h + 30 segundos por lance. Após seis rodadas, o título ficou com o assinante da Academia Rafael Leitão, Paulo Giovanni Nicolini, único enxadrista a fazer 5.5 pontos.

Nicolini era o pré-ranqueado número 15 do torneio. Com o título, o enxadrista de 1941 de rating FIDE faturou mais 33,6 pontos. Na ocasião, o jogador de São Manuel – SP superou os seguintes adversários: Iaggo Costa (1447 FIDE), Caic dos Santos (1655), Mario Riboldi (1613), Joaquim de Deus (1974), Arthur Nader (2170), além do empate com Nilton Hirota (1919).

Ainda sobre o torneio em Hebraica, Daniel Awoki foi o segundo e Nilton Hirota o terceiro, ambos com 5.0 pontos num total de 80 jogadores. Cabe ressaltar que o GM Rafael Leitão fica extremamente feliz (e a redação também) quando o conteúdo do site se transforma em grandes resultados para os assinantes.

Paulo Nicolini é mais um caso de sucesso da Academia Rafael Leitão, quem será o próximo assinante a vencer um torneio? Deixe seu palpite nos comentários.

 

Gostou do artigo? Então compartilhe nas redes sociais.

No comments

Deixe seu comentário