Carlsen e Caruana Vão para os Desempates

Carlsen e Caruana Vão para os Desempates

Carlsen e Caruana Vão para os Desempates

Magnus Carlsen e Fabiano Caruana empataram as doze partidas clássicas do Campeonato Mundial, realizado em Londres desde o último dia 9 de novembro. Com o 6×6 no placar, os desempates serão disputados no próximo dia 28. A decisão será realizada em quatro jogos com o ritmo de 25 minutos para cada jogador, além de um incremento de 10 segundos por lance.

 

C:UsersUserDesktopcarlsen (1).jpg

Carlsen é favorito nos desempates

 

Caso o empate persista, duas partidas de blitz serão disputadas em um ritmo de 5 minutos mais 3 segundos de incremento. Se o empate ainda se mantiver, mais duas partidas de blitz serão realizadas e assim sucessivamente até o quinto par de partidas. Se o empate for mantido após as 10 partidas de blitz, a decisão será no Armageddon.

 

O Melhor ou o Pior Match da História

Um olhar conservador pode concluir que Carlsen e Caruana disputam o match mais bem jogado da história. Com uma precisão espetacular, as chances de vitórias foram mínimas para ambos. Um duelo típico da era dos supercomputadores, na qual a genialidade não se resume mais aos sacrifícios e as combinações, mas sim a capacidade de jogar dezenas de partidas sem cometer grandes equívocos.

C:UsersUserDesktopkarjain (1).jpg

Desafiante em 2016, Sergey Karjakin cumprimentou os jogadores

 

Por outro lado, para os críticos o match foi um desastre do ponto de vista competitivo e ressalta a urgência de uma mudança nas regras dos torneios de elite, a fim de evitar tantos empates e tornar o xadrez mais atraente ao público. Se na era romântica os enxadristas pareciam ter uma obsessão pelo ataque, atualmente parece fazer mais sentido jogar na retranca e evitar riscos a todo custo.

De qualquer forma, o match teve um grande interesse do ponto de vista do repertório de aberturas. Magnus Carlsen tentou de tudo: 1.e4, 1.d4, 1.c4, mas não teve sucesso contra a Defesa Petroff e o contra Gambito de Dama Recusado. Já Fabiano Caruana iniciou com 1.e4 em todas as partidas, mas também não conseguiu quebrar a Defesa Siciliana.

 

Carlsen Confia nos Desempates

De acordo com o histórico dos jogadores em partidas rápidas, Magnus Carlsen é o grande favorito. Foi dessa forma que o norueguês superou o russo Sergey Karjakin em 2016: 6×6 nas partidas clássicas e 3×1 nos desempates. Além disso, Magnus Carlsen é Bicampeão Mundial de Xadrez Rápido (2014 e 2015). Fabiano Caruana foi vice-campeão em 2014.

Nos confrontos diretos em partidas de rápido e blitz, grande vantagem para Magnus Carlsen: 14.5 x 7.5. Porém, Fabiano Caruana demonstra muita confiança: “Não estou de acordo com quem vê Magnus como claro favorito nos desempates”, afirmou o desafiante durante o match.

 

Palpite da Redação

Em uma analogia com o futebol, os desempates são como os pênaltis. O estresse de quase 20 dias de match deixa o ambiente ainda mais nervoso. O enxadrista dos Estados Unidos ganhou confiança ao longo do último ano e a aumentou durante as 12 partidas. Por outro lado, Magnus Carlsen parece cada vez mais inseguro. Mesmo assim, a Redação vai de 2×2 nas partidas rápidas e 1.5 x 0.5 para Carlsen no Blitz.

C:UsersUserDesktopBaggio_Elfmeter_Italien_1_01.jpg

É preciso ter sangue frio no momento decisivo. Na final da Copa do Mundo de 1994, o craque italiano, Roberto Baggio, isolou o pênalti que deu o título ao Brasil

 

Carlsen e Caruana fazem o melhor ou o pior match da história? E quem será o Campeão Mundial nos desempates? Deixe sua opinião nos comentários.

 

Gostou do artigo? Então compartilhe nas redes sociais.

Fotos: Site Oficial

 

 

Comments ( 2 )

  • Stallone

    Particularmente não estou curtindo, nenhum dos jogadores se arriscam numa partida mais emocionante, na retranca mesmo, numa mesma analogia ao futebol, antes tínhamos grandes lances com bonitos dribles que emocionavam, hoje o futebol é cenário de negociações e jogos totalmente técnicos no sentido de uma tática consistente e resistência física, sem a mesma emoção de antes…

    • Dorli

      Verdade, e a solução é muito complicada, pois estamos falando de Xadrez, que precisa de tempo para pensar em boas jogadas..
      Talvez diminuindo o tempo ficaria mais competitivo .. mas, e a essencia do Xadrez? seria perdida e os grandes lances deixariam de existir definitivamente.
      É complicado..

Post a Reply