Giro Olímpico: Meninas do Brasil em Benasque

Giro Olímpico: Meninas do Brasil em Benasque

Giro Olímpico: Meninas do Brasil em Benasque

O xadrez brasileiro feminino esteve representado no XXXVIII Open Internacional Villa de Benasque. O torneio aconteceu entre os dias 5 a 14 de julho e contou com a participação de 431 enxadristas de 31 países, sendo 24 Grandes Mestres. Benasque é um município da Espanha, localizado na província de Huesca, próximo à divisa com a França.

 

C:UsersUserDesktopmeninas.jpg

Librelato, Alboredo, Medeiros e Rothebarth

 

As representantes brasileiras foram: MF Juliana Terao, WMF Julia Alboredo, Kathiê Librelato, Ana Rothebarth e Thauane de Medeiros.  A participação em Benasque faz parte do projeto “Damas em Ação, Rumo à Maestria” e visa o desenvolvimento do xadrez feminino e a preparação da equipe brasileira para a Olimpíada de Xadrez 2018, em Batumi, na Geórgia.

Desempenho

C:UsersUserDesktopjulia.jpg

WMF Julia Alboredo foi o destaque brasileiro em Benasque

 

Com um rating performance de 2.290, a WMF Julia Alboredo foi o destaque brasileiro na competição. A enxadrista faturou 33 pontos de rating e está muito próxima de superar a barreira dos 2.200 pontos. Alboredo perdeu na primeira rodada por ausência, devido a atrasos nos voos, mas depois jogou um torneio magnífico, com três vitórias e seis empates.

 

Resultados WMF Julia Alboredo (Rating FIDE:2163)

 

Rd.  Título Adversário Rating País Resultado Cor
1 Gac Riwal 1740 França W.0 Brancas
2 Viñuales Antonio 1783 Espanha 1 Pretas
3 Atienza Alvarez Javier 1923 Espanha 1 Brancas
4 Llamazares Elias Samir 1888 Espanha 1 Brancas
5 FM Sanchez Aller Fernando 2379 Espanha ½ Pretas
6 FM Garcia Blanco Omar 2336 Espanha ½ Brancas
7 GM Westerinen Heikki M.J. 2310 Finlândia ½ Pretas
8 FM Ibañez Aullana Ramon 2296 Espanha ½ Brancas
9 FM Forman Stepan 2287 Rep. Tcheca ½ Pretas
10 FM Ortega Lopez Mikel 2281 Espanha ½ Brancas

“Feliz com minha atuação em terras europeias. Acredito que nunca empatei tanto em um torneio na minha carreira, mas o ponto positivo é que mantive a resistência por seis rodadas consecutivas contra adversários bem acima do meu rating. Somei 33,6 pontos de rating e, com certeza, muita bagagem e experiência!”, comemorou Julia Alboredo nas redes sociais.

As enxadristas Kathiê Librelato e Ana Rothebarth também têm motivos para comemorar. Ambas tiveram uma atuação sólida, com um rating performance próximo a 2.150, e juntas conquistaram 27,4 pontos – 13,8 para a catarinense Kathiê  e 13,6 pontos para a paulista. O principal resultado de Ana Rothebarth foi a vitória contra o MF espanhol Mikel Ortega (2281). Já Kathiê Librelato empatou com a MI Sabrina Vega (2394).

Já do ponto de vista do rating, Juliana Terao (2308) e Thauane Medeiros (2005) ficaram abaixo da expectativa. Terao perdeu 12,8 pontos e Medeiros perdeu 15. No entanto, a campeã brasileira teve apenas duas derrotas, ambas para adversários acima dos 2.500 pontos, enquanto Thauane perdeu apenas para rivais acima dos 2.150 de rating FIDE.

C:UsersUserDesktopbrasileiras.jpg

Terao, Medeiros, Rothebarth, Alboredo e Librelato

 

A próxima parada das meninas do Brasil será no Open de Andorra, entre 21 e 29 de julho. Terao, Alboredo, Librelato e Rothebarth fazem parte da seleção olímpica brasileira, que também será composta pela WMF Suzana Chang. Como você avalia o desempenho das brasileiras em Benasque? Deixe sua opinião nos comentários.

Mais informações sobre o XXXVIII Open Internacional Villa de Benasque.

 

Gostou do artigo? Então compartilhe nas redes sociais.

 

Comment ( 1 )

  • Antônio Carlos

    Júlia conseguiu a norma de WIM?

Post a Reply