51º Memorial Capablanca: Simplesmente Ivanchuk!

Não sabemos se o xadrez é um jogo que cria grandes figuras ou se grande figuras é que são atraídas para os tabuleiros. Mas, de uma maneira ou de outra, e de forma estereotipada pelo senso comum, tem-se a ideia de que o jogador de xadrez é, antes de mais nada, um sujeito excêntrico. Mistura de gênio e nerd, o enxadrista seria um ser alheio ao mundo – daqueles que entre uma partida e outra estuda coreano; resolve funções exponenciais e (não) joga futebol igual o Myke Tyson toca violoncelo. Obviamente, nada poderia estar mais longe da verdade.

 

Carlsen e liv tyler

O Campeão Magnus Carlsen com a atriz Liv Tyler: sim, nós somos descolados! (ou, pelo menos, ele é…)

 

Temos galãs; jovens senhores amantes doutros esportes; cidadãos do mundo de espírito livre; artistas e mais diversos exemplos que poderiam desmentir a “regra”. Enfim: quem já participou de qualquer torneio de xadrez sabe a pluralidade de tipos que permeia a comunidade enxadrística. Gens una sumus. Entretanto… Ivanchuk é, simplesmente, Ivanchuk.

Memorial capablanca Ivanchuk2

Calma, já vamos explicar…

 

Difícil encontrar algum enxadrista que não conhece o velho “Chucky”. Ou melhor: difícil mesmo é encontrar alguém que não torce para ele! O Grande Mestre ucraniano de 47 anos parece pairar muito além do bem e do mal. O fato é que não existe quem não se afeiçoe ao jeito Ivanchuk de ser!

 

Memorial capablanca Ivanchuk3

 

 Dono de uma personalidade tão peculiar quanto à do seu xadrez, Vassily Ivanchuk pode parecer, à primeira vista, confirmar um pouco aquele estereotipo que falamos anteriormente. Mas somente à primeira vista, pois “Chuck” vai muito além do estereotipo. Ivanchuk é simplesmente Ivanchuk.

Memorial capablanca Ivanchuk4

É?

 

Ivanchuk começou a jogar xadrez já um pouco tarde – aos 10 anos. Aos 15 foi Campeão Juvenil da URSS – época em que diz ter decorado todas as 48 partidas do primeiro match entre Karpov e Kasparov. “Chuck” chegou a ser o 2º do mundo em duas oportunidades: 1991 e 2007. Curiosamente, foi bem nestes dois anos que Ivanchuk se casou – e ele confessou, tempos depois, que teve algumas ideias interessantes de aberturas durante as cerimônias do casamento.

 

Memorial capablanca Ivanchuk5

“Mas o Padre não parava de falar!”

 

Mas por que resolvemos falar de Ivanchuk? Porque terminou hoje o 51º Memorial Capablanca, em Cuba – torneio mais do que consagrado e que foi instituído no país a pedido do próprio Che Guevara (que era, inclusive, um bom enxadrista – para sumirmos de vez com os estereótipos).

 

El Che Guevara memorial capablanca

Che Guevara acompanhando a partida Rosseto vs García do Memorial Capablanca de 1964!

 

O Memorial Capablanca, disputado este ano na cidade de Valadero, contou com, além é claro de “Chuck”, o também ucraniano Yuriy Kryvoruchko; o búlgaro Ivan Cheparinov; o húngaro Zoltan Almasi; e os cubanos Leinier Dominguez Perez e Lázaro Bruzón.

 

Combo Calculo folder

Ivanchuk foi o grande campeão do grupo de elite do torneio, que também contou com um Aberto, com 6,5 pontos em 10 rodadas, um ponto inteiro à frente do seu compatriota Kryvoruchko. A sua melhor partida foi a vitória de pretas contra Leinier Dominguez, na qual demonstrou o seu conhecimento enciclopédico de aberturas: é impossível preparar contra ele, pois ele pode jogar absolutamente qualquer coisa, sempre conhecendo a teoria profundamente (veja as análises do GM Rafael Leitão para esta partida!). Curiosamente, o GM Yuriy Kryvoruchko, que finalizou a disputa com 5,5pontos , venceu por WO na última rodada contra o GM cubano Lazaro Bruzón. Aliás, curiosamente, Bruzón, que ficou em último lugar no torneio com apenas 2,5 pontos, ao que parece, não disputou também a penúltima (contra o húngaro Zoltan Almazi). O que será que aconteceu? Inclusive, o que aconteceu com os cubanos que, jogando em casa, amargaram a última (com Bruzon) e penúltima (com Dominguez) colocações?

De toda forma, num torneio cheio de empates, quem roubou a cena, claro, foi o “nosso” (desculpem a intimidade) Ivanchuk,  que venceu pela sétima vez o Memorial Capablanca! Um feito, com absoluta certeza, impressionante.

 

Memorial capablanca Ivanchuk6

Yeeeeeeeees!

  

Ivanchuk não foi campeão mundial – nervos, talvez? Mais um “campeão sem coroa”. Entretanto… vai fazer falta? Para nós e nossa admiração, e para os amantes do xadrez, com certeza não.

Memorial capablanca Ivanchuk7

“Então tá, né?”

 

Fontes:

Site oficial

ChessBase

Chessdom

 

Escrito por Equipe Academia de Xadrez Rafael Leitão 19.06.2016.

2 Respostas a “51º Memorial Capablanca: Simplesmente Ivanchuk!”

  • Eddie figueiredo

    Vejam no YouTube uma partida sensacional entre invanchuk x carlsen! O cara simplesmente deu.xeque.mate no campeão mundial magnus carlsen! Enfant terrible invanchuk! Gênio

  • Eddie figueiredo

    Sorry digitado incorretamente! Leia-se ivanchuk

Deixe seu comentário