Quais as Principais Titulações no Xadrez?

Quais as principais titulações no xadrez? Muitas pessoas ficam confusas com os termos mestre e grande mestre, além de não saberem como se consegue essa titulação. E existem outras titulações além dessas? Veremos tudo isso no post de hoje.

O termo “mestre” foi inicialmente utilizado apenas para designar grandes jogadores de xadrez, sem trazer, porém, nenhuma conotação formal. Apenas após o estabelecimento das primeiras organizações de xadrez, e de o jogo tornar-se mais popular ao redor do mundo, no século 19, é que a alcunha de Mestre passou a ser utilizada de maneira formal, com pré-requisitos específicos para ser obtida.

Apesar de algumas titulações serem concedidas a nível nacional pelas confederações de xadrez de cada país, a FIDE, Federação Mundial de Xadrez, é a que concede as quatro titulações mais reconhecidas e prestigiadas mundialmente.

São necessárias altas pontuações na lista de rating da FIDE para que se possa obter um título reconhecido por ela, e as maiores titulações (Mestre Internacional e Grande Mestre) ainda requerem um número mínimo de normas, ou seja, de performance de Grande Mestre em competições internacionais que preencham uma série de requisitos.

Nesse artigo, listamos as principais titulações do xadrez, assim como os pré-requisitos para obtê-las. Confira!

 

Títulos Nacionais de Mestre

Algumas confederações nacionais de xadrez concedem títulos de Mestre Nacional a seus melhores enxadristas. Os pré-requisitos para obter essa titulação variam de confederação para confederação e, por isso, esse título não é reconhecido pela FIDE. Em geral, é necessário um número mínimo de pontos de rating, além de normas em competições de determinado nível.

As confederações nacionais também podem conceder a titulação de Mestre Nacional em caráter honorário a pessoas proeminentes dentro do xadrez nacional ou que tenham influência política, por exemplo. Após a criação do título de Mestre FIDE, em 1978, algumas confederações nacionais, como a da Irlanda e a da Alemanha, extinguiram seus títulos nacionais.

 

Titulações da FIDE

Candidato a Mestre FIDE (CM)

Esse é o título mais recente criado pela FIDE. Para a obtenção dessa titulação, não é requisitada nenhuma norma. Para solicitar o título, basta que o enxadrista seja cadastrado junto à FIDE e tenha, no mínimo, 2.200 pontos na lista de rating oficial ou extraoficial.

 

Mestre FIDE (MF)

Da mesma maneira que o CM, o título de Mestre FIDE não requer nenhuma norma, somente uma pontuação mínima de 2.300 pontos de rating.

 

Mestre Internacional (MI)

Para alcançar essa titulação, o jogador deve alcançar um mínimo de 2.400 pontos de rating. Além disso, deve ter, ao menos, três normas em competições de Mestres Internacionais nas quais tenham competido, no mínimo, dois estrangeiros, além de ter conseguido obter o “rating performance” adequado.

 

Grande Mestre (GM)

O mais alto título internacional de xadrez que um jogador pode alcançar não é nada fácil de se obter. Para se tornar um Grande Mestre reconhecido pela FIDE é necessário ter um mínimo de 2.500 pontos de rating, além de conquistar três normas em competições de Grandes Mestres Internacionais que tenham contado com, pelo menos, dois competidores estrangeiros. Em cada evento em que as normas forem conquistadas, o “rating performance” tem que, obrigatoriamente, ser superior a 2600 pontos.

Gostou de aprender mais sobre as titulações no xadrez? Então conheça os 11 Grandes Mestres de Xadrez Brasileiro!

planos de assinatura

15 Respostas a “Quais as Principais Titulações no Xadrez?”

  • Fred Cândido

    Rafael, o que seria normas?

    • Fabiao omar

      É um conjunto de regras

  • Admirador

    Esse site está crescendo bastante. Seria interessante no futuro ter uma plataforma nacional para jogar xadrez, algo no estilo ao chess.com e lichess.org seria uma grande conquista para nós brasileiros. Seria um projeto interessante se você Rafael conseguisse gerenciar essa expansão e termos a nossa plataforma de jogo. Além da boa divulgação que isso pode trazer ao seu proveito, pode acabar em se tornar um centro de atenção para a divulgação cultural do xadrez e enraização em nosso solo.

    • Admirador

      Desejo prosperidade e saúde a todos os envolvidos, a você Rafael e família.

    • Marco

      Na verdade essas plataformas demandam consideráveis investimentos e não visam públicos locais. Eu arriscaria de dizer que o investimento não compensaria para o público de único país, ainda mais exclusivamente para o público brasileiro, onde o esporte tem pouca penetração, divulgação e apoio. Fosse na Rússia, onde se reúne número considerável de jogadores, seria outra história.

  • Durval Júnior

    Ótimo artigo parabéns!
    Realmente o site esta crescendo cada vez mais.

  • FA WAUGHAN

    Nossa muito legal a matéria Rafael nem sabia dessa divisões

  • Ivanrojas

    Parabéns pelo site e por seus artigos.
    Muito bom tb são as partidas comentadas diárias.
    Abs
    Ivan Tadeu ...

  • CRISTIANO

    Antigamente se via em publicações: GMI e GMA. Estas distinções existiram oficialmente?

    • Rafael Leitão

      GMI é o mesmo que GM, mas atualmente se considera desnecessário colocar o "I" de "Internacional". GMA não é um título, refere-se à Grandmaster Association.

  • Rodrigo

    E os titulos online FIDE?

    AGM, AIM, AFM e ACM? mesmo sabendo que são para jogos online são títulos reconhecidos e com certificado FIDE.

    Até mesmo temos FM e CM que obtiveram alguns desses títulos

    • Leonardo Tadeu

      Realmente faltou essa explicação pelo nosso GM Rafael

  • Robson

    Olá Rafael. Primeiro, parabéns pela academia. Com o "Aberto do Brasil" de 2017 me levataram algumas dúvidas e gostaria de sugerir um artigo sobre os títulos "online" reconhecidos pel FIFA e um escalrecimento sobre as normas (regras, validade...). Obrigado

  • Guilherme

    E o IM e NM?

    • Rafael Leitão

      Como assim? Ambos são citados no artigo.

Deixe seu comentário