Copa do Mundo de Xadrez 2019: Teimour Radjabov ou Ding Liren?

Ding Liren e Teimour Radjabov são os finalistas da Copa do Mundo de Xadrez 2019, realizada na região siberiana de Khanty-Mansiysk, Rússia. A final será disputada em quatro partidas clássicas, entre os dias 30 de setembro e 03 de outubro. Se necessário, o desempate em jogos rápidos acontecerá no dia 04. 

 

Ding Liren, o Favorito

Até agora Ding Liren teve resultados modestos nas partidas clássicas, mas seu desempenho nas partidas rápidas é impressionante. O chinês de 26 anos venceu seis e empatou dois dos oito jogos disputados em ritmo rápido. As vítimas foram enxadristas de altíssimo nível: o armênio Sergei Movsesian, o prodígio iraniano Alireza Firouzja, o russo Kirill Alekseenko e o compatriota Yu Yangyi. Também vale mencionar que Ding Liren venceu o poderoso Alexander Grischuk sem precisar dos desempates.

 

Ding Liren venceu o clássico chinês para chegar à final

 

Com a vaga garantida no próximo Torneio de Candidatos, Ding Liren terá de correr mais riscos se quiser ganhar o torneio que define o próximo desafiante de Carlsen. No Candidatos 2018, o chinês empatou 13 e venceu uma única partida. Resultado sólido, mas insuficiente para mantê-lo na disputa pelo título mundial. 

De qualquer forma, ainda é cedo para Ding Liren pensar no Torneio de Candidatos, a ser realizado entre março e abril de 2020. O foco agora deve estar em Radjabov, um adversário a ser respeitado, mas que não tira o sono do chinês. 

Ding Liren é favorito na decisão por diversos fatores: é o terceiro colocado no ranking da FIDE, atrás apenas de Carlsen e Caruana. No mês de setembro, venceu a Sinquefield Cup na frente do campeão mundial. Além disso, chega a sua segunda final consecutiva de Copa do Mundo. Em 2017, perdeu a decisão nos desempates para Levon Aronian.

 

O Retorno de Teimour Radjabov

Quando venceu Garry Kasparov, aos 16 anos, em Linares 2003, Radjabov parecia caminhar a passos largos rumo ao Campeonato Mundial. Não dá para dizer que o enxadrista do Azerbaijão não chegou longe. Em novembro de 2012, atingiu 2793 pontos rating e estava classificado como o quarto enxadrista do mundo no ranking da FIDE.

Disputou os Torneios de Candidatos de 2011 e 2013, mas não conseguiu jogar bem nas duas ocasiões. Em Copas do Mundo, seu melhor resultado era a atuação de 2011, quando foi eliminado nas quartas de final. Aos 32 anos, Radjabov parecia pertencer ao grupo de jogadores que já atingiu o próprio limite e apenas aguardava a aposentadoria sem maiores aspirações. 

 

Radjabov superou o favorito Maxime Vachier-Lagrave na semifinal

 

Felizmente, o esporte surpreende e é sempre possível dar a volta por cima. Na Copa do Mundo 2019 Teimour Radjabov voltou a ser um enxadrista do mais alto escalão do xadrez mundial. Suas vitórias contra Maxime Vachier-Lagrave e Shakkriyar Mamediarov justificam o apelido de menino prodígio dos anos anteriores e demonstram que Radjabov pode vencer a Copa do Mundo, como também pode ter uma atuação interessante no Torneio de Candidatos 2020.

 

Disputa por $10 mil Dólares

Em paralelo a final, o chinês Yu Yangyi e o francês Maxime Vachier-Lagrave disputarão um match pelo terceiro lugar. O duelo vale $10 mil dólares, isso porque o terceiro colocado fatura $60 mil e o quarto $50 mil. Ainda em relação à premiação, o campeão fatura $110 mil e o vice-campeão $80 mil.

Radjabov ou Ding Liren, para quem vai sua torcida na grande final? Deixe sua opinião nos comentários. 

 

Gostou do artigo? Então compartilhe nas redes sociais.

Fotos: Site Oficial

Texto escrito pelo MF Wiliam Cruz.

3 Respostas a “Copa do Mundo de Xadrez 2019: Teimour Radjabov ou Ding Liren?”

  • Reynaldo Carvalho

    Radjabov não tem ambição nenhuma. Só está na final porque o Vachier-Lagrave recusou uma proposta implícita de empate no 6º lance !!!! De qualquer modo, todos estão brigando pelo título de vice-campeão mundial.

  • Odair

    Minha torcida vai pro Liren...duas copas seguidas na final, merece...

  • Reynaldo Carvalho

    "O xadrez é uma caixinha de surpresas". Como o Carlsen conseguiu perder duas blitz para o chinês?

Deixe seu comentário