Tudo Sobre o Festival de Rápido e Blitz em Curitiba

    Tudo Sobre o Festival de Rápido e Blitz em Curitiba

    A Federação de Xadrez do Paraná realizou o Festival de Xadrez Rápido e Blitz nos dias 19 e 20 de janeiro, em Curitiba. O torneio contou com a participação de 157 jogadores, com destaque para a presença de oito Grandes Mestres: Fier, Rodriguez, Hoffman, Mekhitarian, Delgado, Matsuura, Sunye e Cubas. A competição contou com uma premiação total de R$15 mil e o apoio da Copel Telecom e do Serviço Social do Comércio (SESC).

     

    MI Diego Di Berardino Fatura o Rápido

    C:UsersUserDesktoppremiação do rápido.jpg

    Premiação do rápido: Hoffman, Di Berardino, Krikor e Sunye

     

    No torneio de rápido, disputado em um ritmo de quinze minutos com acréscimo de cinco segundos por lance, seis enxadristas compartilharam a primeira colocação com seis pontos em sete rodadas. Por ter o melhor critério de desempate, o MI Diego Di Berardino ficou com o título. O GM argentino Alejandro Hoffman foi o vice-campeão e o GM Krikor Mekhitarian completou o pódio. O GM Alexandr Fier foi o outro enxadrista a finalizar com a mesma pontuação.

    Para o campeão, não perder partidas mesmo em situações inferiores foi fundamental para o título. “Na terceira rodada eu escapei de uma posição perdida contra o Rafael Cabral e depois empatei uma partida dramática contra o GM Neuris Delgado. Essas duas partidas foram chaves porque fiz 1,5 em posições difíceis e consegui me manter na parte de cima”, analisa Di Berardino, enxadrista que já possui duas normas de Grande Mestre.

     

    Classificação Final Top 10 – Rápido

     

     

    GM Alexandr Fier Vence o Blitz

    C:UsersUserDesktopfier.jpg

     

    No blitz, disputado em 11 rodadas em um ritmo de 3+2, o GM Alexandr Fier ficou com o título ao somar 9,5 pontos. O MI Diego Di Berardino mais uma vez teve bom desempenho e também terminou com 9,5, sendo vice-campeão. A terceira colocação ficou com o surpreendente Fernando Viana (2325). Viana é um forte enxadrista que esteve afastado dos tabuleiros e foi o único a terminar com nove pontos.

    Questionado sobre suas habilidades no blitz, o GM Fier afirmou que não se considera um especialista no ritmo. “Depende muito do dia, é muito instável. Nesse torneio mesmo, nas quatro primeiras rodadas eu estava pendurando em toda partida, mas depois deu pra focar. Claro, estou feliz por ter vencido e 9,5 em 11 contra um pessoal desse nível é sempre bom”, afirmou o campeão.

     

    Classificação Final Top 10 – Blitz

     

     

    Transmissão pelo Youtube

    As partidas tiveram transmissão ao vivo pelo Youtube, com comentários de Artur Fernando Monteiro. De acordo com o presidente da Federação de Xadrez do Paraná, Paulo Virgilio Rios Rodriguez, “é fundamental tornar o xadrez mais atrativo para o público leigo e os torneios em ritmos velozes cumprem esse quesito com maior facilidade, o que justifica o investimento nas transmissões. Com o apoio da Copel Telecom e do SESC esperamos aprimorar cada vez mais os eventos no estado”.

    C:UsersUserDesktoporganizadores.jpg

    Organização

     

    Classificações completas aqui.

    Você prefere assistir torneios de ritmo blitz, rápido ou clássico? Deixe sua opinião nos comentários.

    Gostou do artigo?Então compartilhe nas redes sociais.

    Imagens: Rene Miguel

    One Reply to “Tudo Sobre o Festival de Rápido e Blitz em Curitiba”

    • Felipe Mago

      Acho que cê esqueceu de Júlio Granda. Acho que ele também estava em Floripa. Abraço!

    Deixe seu comentário

      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]