A Turnê de Alexandr Fier na Índia

A Índia é o segundo país mais populoso do mundo e tornou-se uma potência no xadrez nas últimas décadas. O ex-campeão mundial Viswanathan Anand é o grande enxadrista da região. No entanto, os indianos trabalham para formar um sucessor de Anand na elite. Sem dúvidas, a ascensão de jovens Grandes Mestres no país os enche de esperanças.

O GM Alexandr Fier passou o mês de junho na Índia, onde disputou duas competições. Confira os principais destaques desses torneios e as atuações do brasileiro.

Fier em ação no Goa International Open. Imagem: ChessBase Índia

Boa Atuação em Mumbai

A 12ª edição da Copa Internacional do Prefeito foi realizada em Mumbai, uma das maiores e mais relevantes cidades da Índia, entre os dias 09 e 16 de junho. A competição principal reuniu 217 jogadores de 21 países, com destaque para a presença de 26 Grandes Mestres e 13 Mestres Internacionais. A premiação total do evento foi de 36 lakh rupias ($52 mil dólares ou R$199 mil).

Além do torneio dos mestres, outras duas competições foram realizadas paralelamente. O torneio B, limitado a jogadores com rating inferior a 2.000 pontos, contou com a participação de 300 enxadristas. Já o torneio C, para enxadristas até 1.600, teve a presença de 396 jogadores. Ou seja, na soma dos torneios A, B e C, a Copa do Prefeito reuniu 913 enxadristas dos mais variados níveis.

Considerado um dos favoritos ao título pela imprensa local, Alexandr Fier teve um desempenho sólido e terminou a competição invicto com cinco vitórias e cinco empates, resultado que lhe rendeu a quinta colocação na classificação final. Os dois primeiros colocados terminaram com oito pontos em dez rodadas e o brasileiro ficou no grupo do terceiro ao décimo colocado com 7,5 pontos. Fier ganhou sete pontos de rating.

 

Classificação Final – Top 15 

 

De Mumbai Para Goa

Dois dias após o torneio em Mumbai, Fier viajou cerca de 600 quilômetros e chegou a Goa para mais uma disputa. Goa é o menor estado da Índia, porém, isso não impediu o Goa International Open Grandmaster Chess de ser um torneio incrível. 

Trajeto percorrido por Alexandr Fier em solo indiano              

 

O torneio aconteceu entre os dias 18 e 25 junho com uma aceitação sensacional: 243 enxadristas no torneio principal, 458 no sub-2000 e 610 no sub-1600, um verdadeiro espetáculo com 1.311 enxadristas!  

Em relação à qualidade dos jogadores, também não há nada a reclamar, 35 Grandes Mestres e 29 Mestres Internacionais estiveram presentes em um ambiente com enxadristas de 23 países. Com tamanha organização, o resultado não poderia ser diferente, o torneio proporcionou 13 normas, um grande impulso para o xadrez indiano que cresce cada vez mais a cada dia. Na cerimônia de premiação, o ministro-chefe de Goa Pramod Sawant anunciou a doação de 20 lakh rupias (R$112 mil) para a Associação de Xadrez de Goa. 

Infelizmente, Alexandr Fier não conseguiu repetir o bom desempenho de Mumbai em Goa. O brasileiro terminou na 37ª colocação com 6,5 pontos em dez rodadas.  Os Grandes Mestres armênios dominaram a competição. Samvel Ter-Sahakyan (2611) ficou com o título e Manuel Petrosyan (2573) foi segundo.

 

 A Índia será capaz de formar um campeão mundial nos próximos anos? Deixe sua opinião nos comentários.

Gostou do artigo? Então compartilhe nas redes sociais.

Texto escrito pelo MF William Cruz.

No comments

Deixe seu comentário